domingo, 27 de dezembro de 2009

Hoje é o último domingo do ano e se os próximos domingos de minha vida forem uns 10% desse eu já tô no lucro. Eu e Lé, minha irmã do meio, estamos na casa de Ni (minha irmã caçula) que foi com o marido e a filha a um encontro de casais e o que isso possa significar. Enfim, enfim!! Estamos eu, Lé e rebentos em uma casa no meio do nada no interior de uma cidade da Bahia. Um lushow!!!
Ontem nós assistimos um filme muito legal, " A Verdade Nua e Crua" desses comerciais feito pra mulherzinhas, mas nós somos mulhrezinhas românticas e por mais que eu me esforce pra parecer modrenosa, nem aê pra coisas frufrus e filmes água com açúcar, eu me divirto horrores com eles, simplesmente porque quem os escreve entende muito bem de como é o comportamento do homem e da mulher no amor e tira partido dessas diferenças. Um filme que vale a pena assistir pra reconhecer seus erros.
Outro luxo: dorminos no ar condicionado!!!!!!!!!!! Tomei banho no chuveirão do quintal sem medo de aparecer algum homem e claro, óbvio, ouvimos Raul Seixas nas alturas bebendo cerveja quente. Detalhe, pois a feliciddade não precisa ser tamanha de ter uma boêmia geladíssima. Domingo sem igual.
O almoço? Não foi josefina porque não tinha, mas foi feijão com linguiça fritinha com cebola e farinha. No words pra significar tamanha bonança.

Ps. do Ps do Ps.: Ontem eu "avistei" um homem que poderia ser ds meus sonhos e que estava olhando pra mim. Sabe um homem com todas as tintas de homem? Grande, ombros largos, uns 35 anos, com cara de safado aposentado, com um filho a tiracolo... Nem acreditei que eu tava com roupa de usar dentro de casa... Isso tudo é para ouvir Gio qundo ela fala que só devemos sair arrumadas, pois aquela colega invejosa só aparece quando estamos horrorosas. E o que dizer quando aparece um gato?

Nenhum comentário: