segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Amo essas maluquices que eu acho no youtube..........................
Amo clipe desde a época que eu chegava da farra e ficava vendo MTV pra relaxar os ouvidos e o zumbido da cabeça e dormir. Ultimamente vejo muito pouco, mas o suficiente pra matar minhas saudades e me inteirar do que rola no "tubo".




Um prelúdio do que pode ser este ano que vem: muita alegria e levar um pouco de leveza para todos os ambientes que frequentamos.



quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Estou fazendo muitas arrumações aqui em casa.
Gui está em Feira desde dia 12/12 e eu estou aproveitando. Trabalhei até dia 19/12, no dia seguinte fui pra vários compromissos já agendado: comprar presentes de Natal e de Ana, médico a tarde inteira e confraternização a noite.
No dia 21/12, eu fiz faxina nos armários meu e de Gui. Quanta coisa eu tirei, viu? Muita coisa eu doei, outras, eu joguei fora e no mais, foi só organizar, limpar e guardar.
No dia 22/12, fui pra Feira de Santana pegar meu filho e ver quem iria passar o Natal comigo em Itacimirim, onde meu querido está trabalhando duro, tadinho.
Olha que lugar lindo:


Fomos eu, Gui, minha irmã, marido e filhas. Foi muito legal. Só tínhamos nós em um resort inteirinho. Levamos a ceia e às nove da noite, todos saímos da piscina e de biquíni mesmo comemos.
Tomamos banho pra troca de presentes. Foi muito legal. Amei meu Natal.
No dia 25 de manhã aconteceu uma coisa: minha irmã disse que acordou e quando olhou pra porta, viu uma criança a cara de Gui, só que com uns 10 anos. Quando ela olhou, ele correu. SERÁ QUE ERA GABRIEL, MEU FILHO QUE JÁ MORREU E VEIO PASSAR O NATAL CONOSCO?

Não sou espírita e a ideia de espírito me enche de medo, mas será?

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Ufa!
Meu final de ano tem sido movimentadíssimo! Trabalhei muito nestes últimos dias e foram tantas emoções:
- uma colega de outro estado vai voltar;
- um colega quase perde a função comissionada e eu fui a mediadora entre ele, a direção e a poderosa chefona. Neste ínterin, tive uma conversa com ele perguntando se ele queria ser visto como o enrolão, o que só chega atrasado, o que não tem compromisso e pedi um esforço pra ele se adequar ao que a direção esperava dele.
Minha gente, isso deu tanto pano pra manga! A minha chefe imediata disse que eu não poderia pedir que ele se adequasse e sim, mandar ele se adequar. Quáuáquá. Quem lida no dia-a-dia com ele sou eu e não iria comprar uma briga com um colega que é enrolão, não quer nada, mas tem as costas larguíssimas e que quem iria sair queimada seria eu. Enfim, conseguir dirimir o conflito.
- vai chegar uma colega nova muito simpática e agradável.
- tive uma briga daquelas com um colega que gritou comigo. Ele disse que trata todo mundo assim e eu disse a ele que não era todo mundo e que não admitia que ele gritasse comigo. Tá tudo bem, dei meu recado.
- Mrs Know-at-all estava de férias, então o clima tava ótimo.
- Claro que tive altas discussões com Chatonilda, mas acabou tudo bem.
- Estou de recesso até dia sete e me prometi trabalhar, mas não fiz nada de trabalho e sabe que não pretendo? Tenho tanta coisa pessoal deixada de lado pra resolver que não tô com saco pra nada disso.

domingo, 9 de dezembro de 2012

Gente, como tem sido difícil viver a vida, literalmente! Como tem sido difícil entrar semana e sair semana trabalhando, tentando dar o melhor na educação do meu filho, tentando não engordar, me exercitar e fazer o meu melhor como pessoa! Como eu tô cansada fisicamente.
Cada dia eu acordo mais cansada, mas desgastada e pensando como é difícil se manter em uma rotina de atividades. Minha vontade é só descansar, ficar de prega.
Gui tá cada dia mais traquina, aprontado mais e mais, me dando vários prejuízos financeiros com as coisas que destrói em casa, sem falar nos machucados no corpinho dele. Meu Deus! Como é difícil ser mãe!
Tô tão esgotada fisicamente que eu fico pensando em como eu vou conseguir fazer tudo o que me proponho. Tenho até preguiça de começar a fazer de tão esgotada.
Não vejo a hora e conseguir fazer uma coisinha de cada vez e num continuado, dar conta de tudo. Fico com verdadeira admiração de quem consegue se planejar e dar conta de todos os itens de sua lista diária.
É isso.

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Ontem eu bati o carro no fundo de outro carro e foi uma das experiências mais terríveis que eu já passei. Não desejo a ninguém. Estou bem, aliás ótima, principalmente agora que já passou tudo, inclusive a burocracia da queixa na SET para o seguro do carro liberar o conserto. Enfim, não tive sequer um arranhão, apesar de ter sido uma colisão bem feinha.
Agradeço a Deus a oportunidade de usar este episódio pra repensar a minha vida e no tanto de preocupação sentido com coisas bobas, como "estou com a barriga enorme", "tenho uma lista enorme de filmes pra ver", "oh, passei meu final de semana inteiro apenas sendo mãe, sem nenhuma emoção sendo eu mesma". Blá-blá-blá apenas, pois quem está sendo mãe por mim? E mais: tem milhares de pessoas que vivem emoções pra lá de mirabolantes na intenção de ser ... mãe. E eu tenho tudo o que preciso na altura das minhas mãos, não preciso viver reclamando por não estudar, por não emagrecer, por estar presa em casa cuidando de meu filho. Acordar é bem e nada melhor que em grande e estrondoso estilo.