segunda-feira, 19 de maio de 2008

Os 10 passos para o peso saudável

"1. Comer frutas e verduras variadas, pelo menos duas vezes por dia;
2. Consumir feijão pelo menos quatro vezes por semana;
3. Evitar alimentos gordurosos como carnes gordas, salgadinhos e frituras;
4. Retirar a gordura aparente das carnes e a pele do frango;
5. Nunca pular refeições: fazer três refeições e um lanche por dia. No lanche escolher uma fruta;
6. Evitar refrigerantes e salgadinhos de pacote;
7. Fazer as refeições com calma e nunca na frente da televisão;
8. Aumentar a sua atividade física diária. Ser ativo é se movimentar. Evitar ficar parado, você
pode fazer isto em qualquer lugar;
9. Subir escadas ao invés de usar o elevador, caminhar sempre que possível e não passar
longos períodos sentado assistindo à TV;
10. Acumular trinta minutos de atividade física todos os dias." Min. da Saúde

Os sete primeiros passos estão relacionados à dieta e os três últimos ao incentivo a se
ter uma vida mais ativa. Se fosse só isso seria tão bom, né? Mas que serve como um norte, isso é verdade. Inté.

domingo, 18 de maio de 2008

É triste, mas é pesquisa científica...

"Tal qual hábitos alimentares e exercícios físicos, tratamentos para a obesidade são uma opção para eliminar os quilos em excesso. Dietas hipocalóricas é uma das formas de promover a utilização das reservas de energia em tecido adiposo e tem como conseqüência a redução do peso corporal. E mesmo sem a dieta, o exercício físico pode tanto induzir à perda de peso, quanto prevenir o ganho de peso, auxiliando na manutenção do peso em longo prazo. Salienta-se que a realização de atividade física regular constitui um dos componentes mais importantes do tratamento, uma vez que promove, após o emagrecimento, a manutenção do peso corporal em longo prazo.
Quanto ao tratamento medicamentoso, a perda de peso pode corresponder a 10-15% do peso inicial, contudo ao suspenderem o remédio, comumente as pessoas obesas voltam a engordar, pois não há mudanças no estilo de vida em conjunto com o tratamento realizado.
Torna-se perceptível que, na grande maioria dos tratamentos da obesidade, os indivíduos não conseguem manter o peso perdido; muitos pacientes voltam a ganham de 35% a 50% de seu peso perdido um ano após o tratamento. Alguns autores propõem como manutenção de peso perdido a longo prazo a perda intencional de peso de pelo menos 10% do peso corporal inicial e mantê-lo por pelo menos um ano.
Sabe-se que a perda de peso se consegue com dificuldade e o reganho de peso é uma realidade; assim, cada vez mais, há tratamentos para obesidade. Porém, muitos dos indivíduos não conseguirão atingir sua meta de perda de peso e, mesmo que consigam, estima-se que grande parte irá reganhar o peso perdido dentro de três a cinco anos.
Sabe-se que a perda de peso se consegue com dificuldade e o reganho de peso é uma realidade; assim, cada vez mais, há tratamentos para obesidade. Esse reganho de peso não prejudica apenas a estética e a auto-estima da pessoa, pois deteriora sua qualidade de vida." Adaptação minha.

Ficha Técnica:
Souza, Noa Pereira Prada de
Evolução da obesidade da infância até a vida adulta entre mulheres da fila de espera para a cirurgia bariátrica pelo Sistema Único de Saúde. / Noa Pereira Prada de Souza. – Araraquara, 2007.
160 f.
Dissertação (Mestrado) – Universidade Estadual Paulista. “Júlio de Mesquita Filho”. Faculdade de Ciências Farmacêuticas. Programa de Pós Graduação em Alimentos e Nutrição
Orientador: Maria Rita Marques de Oliveira . 1.Obesidade mórbida. 2.Cirurgia bariátrica. 3.História de vida. 4.Atividade física. I.Oliveira, Maria Rita Marques de orient. II. Título.

P.S.: tem disponível para acesso no domínio público.

terça-feira, 13 de maio de 2008

O que eu aprendi nestes 140 dias

# Aprendi que fazer dieta não é passar fome.
# Descobri que comia errado e muito mais do que era necessário pra me alimentar.
# Percebi que emagrecer não é tão complicado como eu pensava e que o que serve pra mim não necessariamente serve pra outra pessoa.
# Descobri principalmente que perder peso é fazer dieta e fazer exercícios e que omar remédio, suplemento, isso ou aquilo de nada adianta no final das contas.
# Dieta é forever MESMO.
# Tenho visto a duras penas que minha perda de peso é discreta, mas contínua e que essas dietas que fazem perder muito peso de uma única vez não funcionam comigo.
# Aprendi a gostar de malhar, de me exercitar e de fazer esteira.
# Não me irrito tanto quando falam que estou gorda, pois eu sei que não estou deixando levar.
# Tomei o rumo da minha dieta, de minha atividade física, de minha vida.
# Conheci muita gente legal, pessoas que fazem da dieta um lema de vida e outras que são verdadeiramente obsecadas com as calorias ingeridas.
# Conheci a dieta dos pontos e ela tem me feito repensar o valor da alimentação.
# Aprendi a respeitar as diferenças e a ver que apesar de estar acima do peso, posso ser linda, me amar e me valoizar.
# Estou processando lidar com minha nova imagem corporal e a aceitar que para entrar em minhas roupas antigas vai me custar um esforço um pouco maior e mais tempo.
# Estou aprendendo a conviver com meus 57 Kg. Poderia estar um pouco mais magra, mas poderia também fechar mais a boca.
#Enfim, estou querendo dar um tempo de postar meus resultados aqui e ver no meu dia-a-dia da dieta dos pontos como eu vou me sair.
# Gostaria de agradecer a todas vocês pelo apoio recebido e dizer que vou continuar vindo aqui, não com tanta frequência... Mas vou postar minhas vitórias e descompassos com a minha luta com a balança quando nada mensalmente.
# Vou continuar visitando todas vocês, mas preciso fechar este ciclo.
# Obrigada por vocês terem me ajudado a perder 7 Kg. Agora só faltam mais 7.
# Por enquanto é isso.

quarta-feira, 7 de maio de 2008

Depois da tempestade...

... vem a bonança, né? Pois é. Estou em uma fase ótima, super bem, apesar de muito material pra estudar e muito trabalho acumulado. Mas sou da teoria que quando estamos bem internamente isso reflete em nossa vida como um todo. Só uma coisa anda me preocupando: não tenho dado muita atenção a meu filho, o que me abate um monte.
Estou muito feliz com meus resultados na dieta dos pontos, pois tenho me alimentado menos, mas estou consumindo alimentos mais saudáveis e com mais qualidade. Minhas roupas que o digam. Estou usando peças que não estavam caindo bem...
Estou muito feliz.
Fim de papo.