sábado, 30 de abril de 2011

Rubi woo: uma história de amor.



O que eu mais gosto neste batom?
Ele dá um ar retrô ao visual e deixa a mulher muito sensual, muito feminina. Por ele ser opaco, ele vai chamar atenção para os lábios, então pode ser usado durante o dia sem medo de ser feliz e admirada. Eu só acho que basta uma camada de rímel e um blush pêssego discreto, pois mais que isso fica perua total.

Eu acredito que não é toda mulher que sustenta colocar um batom vermelho nos lábios, pricipalmente porque ela vai receber muito mais olhares apimentados e não será a toa, pois existe uma pesquisa (sim, a galera está apelando na hora de fazer pesquisa científica) que diz que um homem olha 7,3 segundos a mais para os lábios femininos pintados de vermelho.

"Para a obterem estes resultados, os pesquisadores fizeram um experimento que consistia em acompanhar os movimentos oculares de 50 homens, em resposta a imagens de diferentes mulheres, quando elas usavam batom, a dificuldade de desviar o olhar era grande, eles gastaram, em média, sete segundos olhando os lábios, levando apenas 0,95 segundo vendo os olhos e 0,85 segundo observando os cabelos, com um tom de rosa na boca segurou a atenção deles por 6,7 segundos; já um batom vermelho os prendeu por 7,3 segundos.
Quando observado sem a presença de maquiagem, os lábios femininos não chamaram tanta atenção, já que neste caso os homens dedicaram 2,2 segundos da atenção a boca, mas passaram 2,97 segundos admirando os olhos e 2,77 segundos observando os narizes, o estudo também revelou que lábios carnudos, como os da atriz Angelina Jolie, são considerados os mais atraentes" .
(Fonte: minilua.com.br)
E aí? Vamos investir em um batom vermelho?
E eu sofrendo com os meus cabelos...
Só um parêntese: nunca, nunca, mas nunca mesmo faça alguma produção para agradar outra pessoa, use e abuse do que vc gosta e do que vc se sinta segura. Não vá botar um bocão vermelho se não segura a onda. O importante é passar autenticidade e segurança, pois de nada adianta seguir uma tendência se não tiver confiante de sua aparência.
Outra dica: na vida e na moda, menos é mais.
Gente, amo batom vermelho! Recentemente comprei um rubi woo e tô sofrendo pra usá-lo, pois não tô acertando mesmo. Então, presente dos deuses, me deparo com este vídeo que ensina como usar um bocão vermelho sem que ele saia derretendo ou desapareça do meio da boca (meu caso)...
É bastante ilustrativo e eu tirei do blog do liceu de maquiagem, por Vanessa Rozan.



P.S.: O que é esta franja! Linda, né? Me deu até vontade de fazer uma.

sexta-feira, 29 de abril de 2011

G. K. Chesterton escreveu: “Contos de fadas não dizem às crianças que dragões existem. As crianças já sabem que dragões existem. Contos de fadas dizem às crianças que dragões podem ser mortos.”

Hoje eu vi mais um capítulo de Criminal Minds e vou dizer uma coisa inconfessável: analistas de comportamento humano são bons, viu. Mesmo amando essa série eu fico pensando em como tudo o que eu vejo vai de encontro à minha prática que é a clínica do um a um, do singular, do caso a caso. Mas é surpreendente como os sinais estão postos, estão lá pra serem lidos.
Uma coisa me apazigua, mesmo os comportamentos sendo lido de uma maneira percentual, como mostra a série e como são traçados os perfis: a incidência dos danos são particulares e vai marcar cada um de uma maneira única. E pra isso existem os psicanalistas, para ouvir cada uma das histórias que são trazidas pelos nossos pacientes.
Ai, ai, eu me julgando uma psicanalista... Enfim, não serei profiler por uma série de razões: moro no Brasil, teria que fazer concurso pra Polícia Federal e ser perita, teria que morar em uma fronteira por uns três anos, mas a maior de todas é que tenho um olhar bem particular sobre os dramas da humanidade. O que não me tira a surpresa de me deparar com leituras de comportamento humano tão perfeitas.
Amo vcs, meus profilers do coração!!! Firme e forte na série e na esteira: episódio 6 da 3ª temporada que me aguarde!

terça-feira, 26 de abril de 2011

Amo o meu feriadão de Páscoa. Tenho sempre de quarta a domingo e sempre, sempre, sempre vou passar em Feira de Santana, minha terrinha amada.
Neste ano, eu tirei a quarta pra resolver pendências: fui ao salão, arrumei meu gabinete (nome pomposo pra o meu quarto de estudo), os meus armários, os meus papéis e minhas contas. Viajei na quinta.
Eu tenho uma "babá" chamada Sônia que é broquíssima, até onde não pode. Ela sempre some alguns papéis meus, então está terminantemente proibida de arrumar a bancada do meu gabinete. Pode no máximo remover os papéis e limpar a poeira.
Pois bem. Segunda a noite, eu tinha um exame pra fazer e morri de procurar a solicitação do médico e nada. Mas, Lila, prá que tanta pressa de daqui a seis meses tu vai achar dentro de algum livro? Amo Sônia e só por isso ela ainda está aqui comigo, pois a bichinha é avoada.
Fiquei bem triste ontem com a madrinha de meu filho. Ela veio em fevereiro aqui em Salvador (mora em Fortaleza) e não veio ver Gui, "pois não tinha tempo". Esse feriado ela veio pra Salvador, marcou de vê-lo ontem a tarde, mas um carinha que ela tá pegando ligou e ela foi se encontrar com o bofe. Gui nem queria dormir de tarde na esperança da Dinda dele chegar e ele não queria perder um segundo de ficar com ela.
Cortou o meu coração por dois motivos: 1º, é meu filho e eu não queria vê-lo sofrendo; 2º, nunca deixei de fazer nada por homem. Minha (ex) sogra falou que eu já tenho meu filho e ela estava procurando fazer o dela. Raso, muito raso. Nunca corri atrás de homem.
Vai ver é por isso que não tenho nenhum. Só Gui. No momento o único que me importa e por isso me magoou tanto.

terça-feira, 19 de abril de 2011

Meu cabelo tá de mal de mim.
Eu fiz uma selagem térmica com glutaldeído em julho do ano passado e em dezembro parei de pintar o cabelo. Depois decidi que quero ficar com mechas californianas e parei de jogar o vermelhão de sempre e tome esperar sair toda a tinta. Desde janeiro meu cabelo tá um rebelde que não obedece meus comando e muito menos a toda hidratação que eu coloco religiosamente toda semana. Enfim, meu atual sonho de consumo é queridinho das gringas, o moroccanoil, único produto que eu acho que tem Jesus dentro e faz milagres!
Recentemente uma amiga linda trouxe uma amostrinha do miraculoso óleo de tratamento pra meu inteiro deleite e eu durmo e acordo pensando neste produto. Creia em Deus que é verdade: só tenho olhos e coração pra o meu querido e agora íntimo, óleo de moroccanoil. Digo mais: aguardo ansiosamente um encontro quase de amor quando alguma alma boa for nos States e trouxer o kit c.o.m.p.l.e.t.o pra mim. Essa pessoa NUNCA mais vai sair de minhas orações!
Comprei uma promoção no peixe urbano e fiz uma hidratação com TODOS os produtos, inclusive o leve in que eu nem sabia que tinha e meu cabelo cheirava que eu nem acreditava. Me senti uma diva. Tinha vontade de sair pra balada só pra não "gastar" minha hidratação em casa vendo TV. Mas eu fiz uma coisa também dygna: fui pra análise e falei sobre assuntos angulosos e sobre um ex-possível amor que estava passeando pelo meu coração, desta vez um amor de carne e osso, sem os super poderes do moroccanoil, mas com outros poderes.
Segue abaixo uma fotinhas do meu amor eterno e que não me decepciona:




segunda-feira, 11 de abril de 2011

Hoje é o aniversário do meu queridíssimo Zeca Baleiro. Segue uma das músicas dele que eu amo e pela qual eu me tornei uma fã eterna desse fofo.

domingo, 10 de abril de 2011

Achei tão legal que resolvi compartilhar aqui no blog, que ultimamente tem sido um espaço de denúnicia sem tamanho. Chato, né? Mas essa reclamona sou eu.



Exigências da vida moderna (quem agüenta tudo isso??)
Luís Fernando Veríssimo

Dizem que todos os dias você deve comer uma maçã por causa do ferro.
E uma banana pelo potássio.
E também uma laranja pela vitamina C.
Uma xícara de chá verde sem açúcar para prevenir a diabetes..
Todos os dias deve-se tomar ao menos dois litros de água.
E uriná-los, o que consome o dobro do tempo.
Todos os dias deve-se tomar um Yakult pelos lactobacilos (que ninguém sabe bem o que é, mas que aos bilhões, ajudam a digestão).
Cada dia uma Aspirina, previne infarto.
Uma taça de vinho tinto também.
Uma de vinho branco estabiliza o sistema nervoso.
Um copo de cerveja, para... não lembro bem para o que, mas faz bem.
O benefício adicional é que se você tomar tudo isso ao mesmo tempo e tiver um derrame, nem vai perceber.
Todos os dias deve-se comer fibra.
Muita, muitíssima fibra.
Fibra suficiente para fazer um pulôver.
Você deve fazer entre quatro e seis refeições leves diariamente.
E nunca se esqueça de mastigar pelo menos cem vezes cada garfada.
Só para comer, serão cerca de cinco horas do dia.
E não esqueça de escovar os dentes depois de comer.
Ou seja, você tem que escovar os dentes depois da maçã, da banana, da laranja, das seis refeições e enquanto tiver dentes, passar fio dental, massagear a gengiva, escovar a língua e bochechar com Plax.
Melhor, inclusive, ampliar o banheiro e aproveitar para colocar um equipamento de som, porque entre a água, a fibra e os dentes, você vai passar ali várias horas por dia.
Há que se dormir oito horas por noite e trabalhar outras oito por dia, mais as cinco comendo são vinte e uma.
Sobram três, desde que você não pegue trânsito.
As estatísticas comprovam que assistimos três horas de TV por dia.
Menos você, porque todos os dias você vai caminhar ao menos meia hora (por experiência própria, após quinze minutos dê meia volta e comece a voltar, ou a meia hora vira uma).
E você deve cuidar das amizades, porque são como uma planta: devem ser regadas diariamente, o que me faz pensar em quem vai cuidar delas quando eu estiver viajando.
Deve-se estar bem informado também, lendo dois ou três jornais por dia para comparar as informações.
Ah! E o sexo.
Todos os dias, tomando o cuidado de não se cair na rotina.
Há que ser criativo, inovador para renovar a sedução.
Isso leva tempo e nem estou falando de sexo tântrico.
Também precisa sobrar tempo para varrer, passar, lavar roupa, pratos e espero que você não tenha um bichinho de estimação..
Na minha conta são 29 horas por dia.
A única solução que me ocorre é fazer várias dessas coisas ao mesmo tempo!!!
Tomar banho frio com a boca aberta, assim você toma água e escova os dentes. Chame os amigos e seus pais.
Beba o vinho, coma a maçã
Agora tenho que ir.
É o meio do dia, e depois da cerveja, do vinho e da maçã, tenho que ir ao banheiro.
E já que vou, levo um jornal...
Tchau.....

sábado, 9 de abril de 2011

Sonho de consumo realizado:


M∙A∙C Ruby Woo Lipstick. Uh-hu! Bocão vermelho na área.



Olha a Scarlet Johnson com o meu queridinho:


sexta-feira, 8 de abril de 2011

Ontem eu e uma amiga fomos ao The Twist Pub pra espantar o estresse e dançar all night looong. Ocorre que o DJ levaria Léo Jayme como participação. Fiquei ainda mais animada. Mas não é que apesar de termos chegado às 21:40h a fila de entrada já estava quase quilométrica? Ficamos uns 40 mintos na frente da boate pra entrar e entre chuva e pessoas furando a fila, minha amiga desistiu devido à falta de respeito da política do lugar que só deixa entrar quando a pessoa já pagou todos os seus pecados. Caímos fora e pra terminar de completar a minha noite, nós íamos pra um barzinho que Diogo, ex BBB11 estava. Ninguém merece uma noite tão perfeita , pra não dizer o oposto. Enfim, enchemos a cara de comida mexicana e mais um dia de dieta foi pra o brejo...
Minha vida é isso.

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Ontem eu comprei dois carrinhos e uma cartela com 5 carrinhos daqueles bem descartáveis. Tudo deu $6,00. Comprei pra levar pra clínica que está bem pobrinha de brinquedos. Deixei pra abrir os carrinhos agora pela manhã antes que Gui acordasse pra não ter que "dividir com ele". Ocorre que quando eu peguei a caixa de brinquedos (todos doados por ele e por minhas sobrinhas), Gui vê os benditos e chora um pranto que vem da alma. Gente, ele foi em cima: vc comprou os carrinhos pra os seus pacientes e não me disse nada? Vc não queria que eu visse? ... Vc não compra nada pra mim.
Por que os filhos têm o poder de escancarar o que está lá no fundo de nossa alma, de nos desnundar? Gui consegue me desarticular sempre e ele parece que sabe disso. Ele está sempre me fazendo perceber o que tenho de melhor e de pior tb. Ele conseguiu não só perceber que eu havia realmente escondido os carrinhos dele e o real motivo (eu quase nunca compro brinquedo pra ele).
Quem quer amadurecer a fórceps, tenha filhos!
Agora ele está se deliciando com os sete e com o maior cuidado, pois são dele que vai emprestar pra os meus pacientes (feios, segundo ele).
Amo muito tudo isso.


P.S.: Firme e forte rumo aos 59 kg!!!

domingo, 3 de abril de 2011

Recebi este texto por email, que provavelmente já correu o Brasil, pois veio de Foz do Iguaçu, PR.
Não gosto da Arezzo e das pessoas que conheço, sou a única. Eu acho que os sapatos da Arezzo acabam muito antes do tempo, pois se eu compro um sapato de $150,00, só ando de carro e tenho pelo menos uns 5, então ele deveria durar uns 2 anos em bom estado (por baixo), mas meus sapatos da Arezzo só duram uns 6 meses. Parei de comprar há muito tempo e acho que fiz um excelente negócio, principalmente após ler um email-denúncia como este.


Querida Arezzo,


Eu sempre fui uma boa cliente para você. Apesar das vendedoras esnobes, dos preços absurdos e das campanhas publicitárias cafonas, eu sabia que valia a pena comprar os seus sapatinhos. Ao longo de todos esses anos, foram pelo menos umas 20 sapatilhas, mais scarpins e sandálias e até uma rasteirinha - a única que eu tenho, imagine, logo eu que não uso rasteirinha! Tudo bem, eu sei que não é muito e que tem gente que compra bem mais que eu, mas eu sou uma jornalista pobrinha; se levar em consideração a despesa em relação ao salário, olha, eu fui muito legal com você.
Aí um dia, eu comprei aquele scarpin de "couro" (cof, cof) preto. Salto alto. Plataforma. Eu fico com mais de 1,80m com ele, Arezzo! Tão bonito, tão confortável. Como (quase) tudo que você faz. Justamente por ele me deixar tão alta, usei pouco; guardei essa preciosidade de R$ 270,00 para ocasiões especiais - principalmente quando elas envolviam também o uso do meu vestidinho lindo da Saad.
Comprei o pequenino há dois anos. Usei cinco vezes, e poderia citar todas elas aqui. Durante todo esse tempo, ele ficou guardado no saquinho dele, na caixinha dele. Como muitos outros sapatos lindos que
eu tenho, sabe? Mas tem uma diferença entre os meus sapatos lindos e o seu scarpin. Sabe qual? Eles não se desmancharam. Pois é, Arezzo. Você sai por aí vendendo sapatos que são supostamente de couro (afinal, por esse preço!) e, depois de serem usados cinco vezes, eles desmancham, revelando um tecido vagabundo pintado de tinta texturizada para imitar couro. O sapateiro riu de mim. Riu.
Eu achei que você fosse me explicar isso, que fosse passar a mão na minha cabeça, dizer que pedia desculpas e que isso não aconteceria mais, que foi um erro, mas o que você fez? Me esnobou. "Não nos
responsabilizamos por sapatos comprados há mais de três meses." Como assim, Arezzo? Eu tenho sapatos Topshop, Sommer, tenho até Melissas guardadas há mais tempo do que guardei esse scarpin, e sapatos usados muito mais vezes que esse scarpin e que não se desmancharam!
É por isso, Arezzo, que eu quero que você vá se danar. Sabe o que eu fiz hoje? Eu comprei um scarpin seu. No Paraguai. Por R$ 40,00. Ok, deve ter algum pequeno defeito, mas se é pra se desmanchar
mesmo, né? Que seja a preço de pano pintado. Se é como lixo que você vai me tratar, então é assim que vai
funcionar. E prepare-se, porque eu vou espalhar essa história e ainda contar para todas as pessoas que eu conheço que tem Arezzo no Paraguai a preço de Moleca. Aliás, nem a minha Moleca se desmanchou como a porcaria do seu scarpin.
Então, é isso. Passe bem com as suas vendedoras esnobes, suas sapatrocidades cor de caneta marca-texto e seus sapatos de pano mentirosos. A mim, você não engana mais.
Atenciosamente,

Fabiane Ariello
Foz do Iguaçu, PR, Brazil
Jornalista, tradutora, revisora e escritora.
http://whocouldblameher.blogspot.com/2010/10/querida-arezzo.html