quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Wishlist atualizadíssima:

Jeffrey Donovan, Burn Notice.Viciei total nesta série. Por que será, meodeos?

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Eu AMO animais e tenho um cachorro (Dudu) e uma gata (Raíssa) e ultimamente me revolta a onda de maus-tratos a animais recorrentes nos noticiários. Sempre soube que algumas pessoas tratam mal os animais por pura falta de empatia, por não saber se colocar no lugar do bicho que sofre, que passa fome ou sede. Aqui em Salvador é comum ficar sabendo de cães abandonados na BR 324 e que motoristas passam por cima mesmo pelo prazer de matar. Vez ou outra fico sabendo de algum bicho abandonado e fico mal. Aqui em cima, a vizinha tem um papagaio e não foi uma nem duas vezes que tive vontade de ligar pra o IBAMA para devolvê-lo ao seu habitat natural, mas na hora eu penso "será que ele saberá viver fora do cativeiro? será realmente devolvido? não ficará como alvo fácil pra os "caçadores urbanos" que aprisionam milhares de bicinho em gaiolas pra revendê-los? e o mais importante: será que ele será amado e bem tratado como ele está sendo?" Eu sei que não deveria estar fazendo apologia à adoção de animais silvestres e não é isso. É apenas  a sensação que o bicho está em boas mãos e isso não tem preço.
Eu vivo me questionando por que alguns pais maltratam seus filhos, matam, abusam, não dão atenção ou mesmo tem os filhos como mais um bem de consumo do capitalismo. Mas filhos são parte de nós, então por mais que não se dê o que a criança merece alguma hora o pai/mãe é tocado pelo apelo da pessoinha. Mas o que faz algumas pessoas comprarem um bicho e depois abandonarem por qualquer motivo? E a posse responsável?
Eu vivo as turras comigo mesma porque não passeio com Dudu e me acho uma péssima dona por isso e por não brincar com ele, mas observando o comportamento de algumas pessoas, eu percebo que mais do que nunca eu devo colocar como questão de honra dar mais atenção ao meu pet. Não falo nada de Raíssa porque ela se impõe a mim e só vive em meu colo. Eu sento e ela vem com a maior cara dura e deita em meu colo.
Para reflexão, eu sugiro um texto: http://revistaepoca.globo.com/vida/walcyr-carrasco/noticia/2011/12/o-espirito-natalino-nao-vale-para-os-cachorros.html

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011


Acho que sou a única pessoa no mundo que não tem Facebook. Será que minha vida seria este caos? Not.

Novidade: vou ser titia again!!

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Vc é feliz com o seu trabalho?

Hoje eu vi na Isto é on line uma lista das dez profissões mais felizes e as dez mais infelizes.

Mais felizes:

1. Clérigos (padres ou pastores) – eles se dizem totalmente satisfeitos com o trabalho
2. Bombeiros – 80% deles afirmaram estar “muito satisfeitos” com o trabalho, que envolve salvar pessoas.
3. Fisioterapeutas – Interação social e ajudar pessoas aparentemente fazem com que essa seja uma profissão de satisfação pessoal
4. Escritores – para a maioria deles, o pagamento é muito baixo e às vezes até inexistente, mas a autonomia para escrever o que quiserem os deixa felizes
5. Professores de educação especial – profissionais dedicados a educar alunos com deficiência não ganham muito dinheiro, mas isso para eles não é o mais importante
6. Professores – Mesmo com baixos salários, a profissão de mestre continua encantando as pessoas
7. Artistas – Escultores e pintores estão extremamente satisfeitos com a profissão, mesmo com a grande dificuldade de ganhar dinheiro
8. Psicólogos – Parece que esses profissionais se sentem satisfeitos em poder dar outro rumo na vida das pessoas
9. Vendedores de serviços financeiros – 65% deles dizem estar felizes. Eles, no entanto, ganham quantias consideráveis – mais de 90 mil dólares por ano para trabalhar em média 40 horas por semana em um confortável ambiente de trabalho
10. Operários ou “engenheiros de operação” – homens que dirigem tratores, escavadeiras e outras máquinas como essas estão satisfeitos com o trabalho


As dez profissões mais infelizes
1. Diretor de Tecnologia da Informação
2. Diretor de vendas e marketing
3. Gerente de Produtos
4. Desenvolvedor de web sênior
5. Especialista técnico
6. Técnico em Eletrônica
7. Assistente judicial
8. Analista técnico de suporte
9. Operador de CNC (Controle Numérico Computadorizado) - geralmente atuam nas áreas de máquinas e equipamentos e metalurgia
10. Gerente de marketing

domingo, 11 de dezembro de 2011

Ação contra a fome: olha que vídeo mais lindo. Se todos fizessem isso, o mundo seria melhor e mais fácil de se viver.

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Sinal dos tempos: 2012 vem ni mim, pelamô.
Advinha o que meu filho de 5 anos acabou de me perguntar?
"Mamãe, vc conhece Justin Bieber?" Juro pela minha felicidade. Na hora eu quase não tive forças para responder, mas:
"não, quem é?
"aquele que canta e dança baby, baby, baby"
Tô verde cana.

.
.
.
Pior do que isso foi minha sobrinha vendo um aplicativo do Kama Sutra que minha irmã baixou:
"papai, como essas chinesas conseguem fazer isso?"
Juro que se fosse eu, teria ficado da cor de burro quando foge.

.
.
.
.

Lindo demais de se ver.
Dedicação supera tudo, principalmente quando a pessa acredita em seu potencial. Este é um lutador de MMA com amputação congênita Nick Newell que está há seis lutas invicto, com cinco finalizações e um nocaute. E que chave de joelho linda, viu?

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Quarta passada eu vi um filme lindo que há muito estava planejando, mas não me sobrava tempo. "Medianeras" mostra Buenos Aires e conta a história de duas pessoas que moram na mesma rua, mas não se conhecem e fala de suas desventuras amorosas. O filme é muito legal, mas o final é surpeendente. Vale a pena.

Esse final de semana eu, Gui e uma galera familiar fomos pra Morro de São Paulo. Não conhecia e amei. Só achei que as pessoas supervalorizam, pois é tudo tão caro e realmente achei que fosse "o paraíso na terra". Até a 3ª Praia, é como qualquer praia: badalação, gente magra, bronzeada (não vi muita gente bonita) e lojinhas de bujigangas. Fui até a 4ª Praia, mas percebi que é outra vibe: trata-se DO PARAÍSO. Não fomos além, mas soube que da 4ª Praia até Boipeba é tudo muito lindo. Não é alta estação, mas já dá pra sentir no bolso os preços. Mesmo fazendo planos de voltar e tal, só volto quando tiver um namorado que banque todas as despesas ou quando eu estiver mais folgada de grana e de galera. De cara, não dá. Com filho tb não. Ah! Volto de catamarã. Outro nível.

Estou novamente com amidalite e de molho em casa, ora com um febrão ora toda suada. É preciso ter muita paciência com nossas fragilidades, viu?

A escola de Gui foi pra R$880,00. Meodeus! Onde eu vou parar? Espero que em 2012, um universo paralelo de grana se abra em minha vida, nem que seja com aumento de horas trabalhads, mas bem que poderia ser um prêmio da mega sena, né? Falando nisso, quarta eu joquei no bicho pela primeira vez na minha vida. Baphão.

Só pra registrar: cada dia que passa, eu detesto gente que se acha. Vou rezar muito pra que eu ame as pessoas indistintamente cada dia mais. Só dessa forma.