quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Wishlist atualizadíssima:

Jeffrey Donovan, Burn Notice.Viciei total nesta série. Por que será, meodeos?

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Eu AMO animais e tenho um cachorro (Dudu) e uma gata (Raíssa) e ultimamente me revolta a onda de maus-tratos a animais recorrentes nos noticiários. Sempre soube que algumas pessoas tratam mal os animais por pura falta de empatia, por não saber se colocar no lugar do bicho que sofre, que passa fome ou sede. Aqui em Salvador é comum ficar sabendo de cães abandonados na BR 324 e que motoristas passam por cima mesmo pelo prazer de matar. Vez ou outra fico sabendo de algum bicho abandonado e fico mal. Aqui em cima, a vizinha tem um papagaio e não foi uma nem duas vezes que tive vontade de ligar pra o IBAMA para devolvê-lo ao seu habitat natural, mas na hora eu penso "será que ele saberá viver fora do cativeiro? será realmente devolvido? não ficará como alvo fácil pra os "caçadores urbanos" que aprisionam milhares de bicinho em gaiolas pra revendê-los? e o mais importante: será que ele será amado e bem tratado como ele está sendo?" Eu sei que não deveria estar fazendo apologia à adoção de animais silvestres e não é isso. É apenas  a sensação que o bicho está em boas mãos e isso não tem preço.
Eu vivo me questionando por que alguns pais maltratam seus filhos, matam, abusam, não dão atenção ou mesmo tem os filhos como mais um bem de consumo do capitalismo. Mas filhos são parte de nós, então por mais que não se dê o que a criança merece alguma hora o pai/mãe é tocado pelo apelo da pessoinha. Mas o que faz algumas pessoas comprarem um bicho e depois abandonarem por qualquer motivo? E a posse responsável?
Eu vivo as turras comigo mesma porque não passeio com Dudu e me acho uma péssima dona por isso e por não brincar com ele, mas observando o comportamento de algumas pessoas, eu percebo que mais do que nunca eu devo colocar como questão de honra dar mais atenção ao meu pet. Não falo nada de Raíssa porque ela se impõe a mim e só vive em meu colo. Eu sento e ela vem com a maior cara dura e deita em meu colo.
Para reflexão, eu sugiro um texto: http://revistaepoca.globo.com/vida/walcyr-carrasco/noticia/2011/12/o-espirito-natalino-nao-vale-para-os-cachorros.html

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011


Acho que sou a única pessoa no mundo que não tem Facebook. Será que minha vida seria este caos? Not.

Novidade: vou ser titia again!!

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Vc é feliz com o seu trabalho?

Hoje eu vi na Isto é on line uma lista das dez profissões mais felizes e as dez mais infelizes.

Mais felizes:

1. Clérigos (padres ou pastores) – eles se dizem totalmente satisfeitos com o trabalho
2. Bombeiros – 80% deles afirmaram estar “muito satisfeitos” com o trabalho, que envolve salvar pessoas.
3. Fisioterapeutas – Interação social e ajudar pessoas aparentemente fazem com que essa seja uma profissão de satisfação pessoal
4. Escritores – para a maioria deles, o pagamento é muito baixo e às vezes até inexistente, mas a autonomia para escrever o que quiserem os deixa felizes
5. Professores de educação especial – profissionais dedicados a educar alunos com deficiência não ganham muito dinheiro, mas isso para eles não é o mais importante
6. Professores – Mesmo com baixos salários, a profissão de mestre continua encantando as pessoas
7. Artistas – Escultores e pintores estão extremamente satisfeitos com a profissão, mesmo com a grande dificuldade de ganhar dinheiro
8. Psicólogos – Parece que esses profissionais se sentem satisfeitos em poder dar outro rumo na vida das pessoas
9. Vendedores de serviços financeiros – 65% deles dizem estar felizes. Eles, no entanto, ganham quantias consideráveis – mais de 90 mil dólares por ano para trabalhar em média 40 horas por semana em um confortável ambiente de trabalho
10. Operários ou “engenheiros de operação” – homens que dirigem tratores, escavadeiras e outras máquinas como essas estão satisfeitos com o trabalho


As dez profissões mais infelizes
1. Diretor de Tecnologia da Informação
2. Diretor de vendas e marketing
3. Gerente de Produtos
4. Desenvolvedor de web sênior
5. Especialista técnico
6. Técnico em Eletrônica
7. Assistente judicial
8. Analista técnico de suporte
9. Operador de CNC (Controle Numérico Computadorizado) - geralmente atuam nas áreas de máquinas e equipamentos e metalurgia
10. Gerente de marketing

domingo, 11 de dezembro de 2011

Ação contra a fome: olha que vídeo mais lindo. Se todos fizessem isso, o mundo seria melhor e mais fácil de se viver.

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Sinal dos tempos: 2012 vem ni mim, pelamô.
Advinha o que meu filho de 5 anos acabou de me perguntar?
"Mamãe, vc conhece Justin Bieber?" Juro pela minha felicidade. Na hora eu quase não tive forças para responder, mas:
"não, quem é?
"aquele que canta e dança baby, baby, baby"
Tô verde cana.

.
.
.
Pior do que isso foi minha sobrinha vendo um aplicativo do Kama Sutra que minha irmã baixou:
"papai, como essas chinesas conseguem fazer isso?"
Juro que se fosse eu, teria ficado da cor de burro quando foge.

.
.
.
.

Lindo demais de se ver.
Dedicação supera tudo, principalmente quando a pessa acredita em seu potencial. Este é um lutador de MMA com amputação congênita Nick Newell que está há seis lutas invicto, com cinco finalizações e um nocaute. E que chave de joelho linda, viu?

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Quarta passada eu vi um filme lindo que há muito estava planejando, mas não me sobrava tempo. "Medianeras" mostra Buenos Aires e conta a história de duas pessoas que moram na mesma rua, mas não se conhecem e fala de suas desventuras amorosas. O filme é muito legal, mas o final é surpeendente. Vale a pena.

Esse final de semana eu, Gui e uma galera familiar fomos pra Morro de São Paulo. Não conhecia e amei. Só achei que as pessoas supervalorizam, pois é tudo tão caro e realmente achei que fosse "o paraíso na terra". Até a 3ª Praia, é como qualquer praia: badalação, gente magra, bronzeada (não vi muita gente bonita) e lojinhas de bujigangas. Fui até a 4ª Praia, mas percebi que é outra vibe: trata-se DO PARAÍSO. Não fomos além, mas soube que da 4ª Praia até Boipeba é tudo muito lindo. Não é alta estação, mas já dá pra sentir no bolso os preços. Mesmo fazendo planos de voltar e tal, só volto quando tiver um namorado que banque todas as despesas ou quando eu estiver mais folgada de grana e de galera. De cara, não dá. Com filho tb não. Ah! Volto de catamarã. Outro nível.

Estou novamente com amidalite e de molho em casa, ora com um febrão ora toda suada. É preciso ter muita paciência com nossas fragilidades, viu?

A escola de Gui foi pra R$880,00. Meodeus! Onde eu vou parar? Espero que em 2012, um universo paralelo de grana se abra em minha vida, nem que seja com aumento de horas trabalhads, mas bem que poderia ser um prêmio da mega sena, né? Falando nisso, quarta eu joquei no bicho pela primeira vez na minha vida. Baphão.

Só pra registrar: cada dia que passa, eu detesto gente que se acha. Vou rezar muito pra que eu ame as pessoas indistintamente cada dia mais. Só dessa forma.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Ultimamanente eu tenho acordado com muita dor nas costas. Ano passado eu estava assim, então eu e Sônia viramos o meu colchão de lado e tudo se resolveu. Será que a solução agora é essa novamente? Ou será que tenho que acrescentar mais um item em minha (vasta) lista de compras?

Já tem um tempo que eu comecei a fazer pilates e tive que parar pois estava com tanta dor na cervical que minha professora (fisioterapeuta) me orientou a fazer RPG. Meu plano não cobre, então eu fui fazer no lugar mais barato que eu encontrei e DEI A SORTE de o profissional da clínica ser muito bom no que faz. É um garoto, deve ter uns 25 anos, mas trabalha muito bem. Comecei a fazer pela metade do preço, pois trabalho nesta clínica e tenho desconto. Depois pensei que o valor da sessão dele era muito baixo e de pronto avisei a ele que pagaria com o maior prazer o valor da consulta. Ele está fazendo um trabalho tão minucioso que não comecou o RPG propriamente dito ainda. Ele está "soltando" a musculatura em volta do meu pescoço que é muito enrigecida. E eu achando que era apenas tensão... E muito dolorido e tinha dias de eu nem conseguir virar pra o lado ou mesmo levantar o braço. Ele está fazendo todos os procedimentos bem devagar pra eu não sentir tanta dor. Que fofo!
Gente, eu antes nem sabia o que um fisioterapeuta fazia direito e minha vida foi invadida de fisioterapia de um jeito que eu nem consigo pensá-la sem um: fisio na UTI neo (Gabi e Gui), fisioterapia para bebê prematuro, o pilates e o RPG.
E eu que entrei no pilates pra ter firmeza muscular e entrar em um clube de corrida...
Kákáká!

domingo, 27 de novembro de 2011

Estou numa vibe de ler revistas antigas e atualmente acabei de ler a veja especial do sono de 21/11/97 (túnel do tempo). Vou relatar aqui o que eu achei interessante, inclusive o que já sabia.
# Há uma relação intrínseca entre o sono e a aprendizagem. Além da aprendizagem, a memória motora e a espacial se consolidam à noite.
# Fases do sono x memória armazenada:
   (1) Fases 1 e 2 do sono: nestas duas fases mais leves do sono, o cérebro se encarrega de guardar informações relacionadas a atividades como tocar um instrumento ou praticar algum esporte – memória armazenada: motora;
   (2) Fases 3 e 4: responsável pelo senso de direção – memória armazenada: espacial;
   (3) Fase REM, na qual ocorrem os sonhos, é fundamental à permanência no cérebro de novas informações relativas à atividade intelectual – memória armazenada: intelectual.
# Pesquisas atuais ajudam a estabelecer um cronograma das horas do dia nas quais a pessoa estará mais apta a aprender, o que depende de antemão se a noite anterior foi aproveitada (dormindo, lógico).
# Está cada vez mais claro que o processo de seleção e armazenamento de milhares de informações adquiridas durante o dia tem relação com o sono.
# Importante ressaltar que as informações absorvidas quando a pessoa está sob algum tipo de emoção forte são as que estão aptas a conseguir um lugar definitivo no cérebro, pois a emoção é a chave de entrada das informações no neocórtex.
# Certos hábitos noturnos podem interferir no aprendizado. São elas:
   (a) Acordar ao meio-dia: pesquisas mostram que o melhor sono é até as 6 horas, quando fatores como menor temperatura do corpo e baixa luminosidade contribuem para o descanso;
   (b) Dormir menos de 8 horas: essa é a média para 90% das pessoas levam para passar pelos cinco ciclos completos de sono, o que é ideal. Os efeitos positivos ao aprendizado são: o descanso da mente e a consolidação da memória;
   (c) Trocar a noite pelo dia: o sono diurno não é tão benéfico como o noturno, pois durante a noite, a produção de hormônios fundamentais à realização das funções vitais é mais intensa e os períodos de sono REM são mais longos e é justamente nesta fase do sono que ocorre o processo de consolidação da memória, é melhor dormir à noite;
   (d) Crianças precisam dormir mais tempo para armazenar na memória a vasta quantidade de informações assimiladas ao longo do dia e para produzir hormônios do crescimento. Dos 5 aos 12 anos, deve-se dormir em média 10 horas.
# Quem dorme 8 horas por noite (das 22h às 6h):

=> Das 6h às 8h: o período é desfavorável ao estudo/produção. Os bilhões de neurônios inertes durante o sono precisam de pelo menos duas horas para voltar à ativa.

=> Das 8h às 12h: o corpo libera hormônios, como o cortisol e os da tireoide, que estimulam a atividade dos neurônios. São quatro horas valiosas para a assimilação de informações.

=> Das 12h às 13h: hora do almoço. O corpo está voltado para a produção de um conjunto de hormônios que confere sensação de fome. A capacidade de concentração fica comprometida.

=> Das 13h às 14h: o processo de digestão consome cerca de uma hora e provoca ainda mais lentidão aos neurônios. Pesquisas revelam que uma sesta neste período potencializa a memória.

=> Das 14h às 18h: o corpo volta a liberar hormônios que melhoram a performance dos neurônios. É boa hora para apreensão de novos conhecimentos.

=> Das 18h às 21h: bom momento para uma revisão da matéria. Novas pesquisas mostram que é justamente 12 horas depois do despertar que os neurônios mais se dedicam ao processamento de informações assimiladas ao longo do dia.

=> Das 21h às 22h: o corpo produz a melatonina – o hormônio do sono – e o cérebro passa a funcionar em ritmo mais lento. O ideal é voltar a produzir no dia seguinte.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Hoje é dia da baiana do acarajé. Tem coisa mais deliciosa que comer um acarajé com uma coca beeem geladinha vendo o entardecer no Rio Vermelho? Não, né? Mas diga aí, tem coisa que engorda mais? Tb não. E quem consegue comer apenas um? Só que pensa nas calorias e em seu bolso, pois um acarajé completo está R$5,00. Caríssimo. Lembro da época qu eu comia acarajé delíca em Feira de Santana por R$1,00. Ê época boa, viu?
Acarajé só me traz boa lembranças. Saídas com amigos, encontro das amiguinhas psi em Dinha. Porre com Lara, MV e Molije, por aí vai... Foi comendo acarajé que eu conheci o grande amor da minha vida, o pai do meu filho e atual amigo de fé.
Vai um acarajé aí?

sábado, 19 de novembro de 2011

A viagem dos sonhos: Gramado e Serras Gaúchas.


Esta viagem foi idealizada após eu chegar de Buenos Aires. Já falei aqui que amei a minha ida a Buenos Aires e que só não foi melhor porque foram apenas 4 dias.
Antes de parir, eu não priorizava viajar, pois eu não tinha grana o suficiente pra freqüentar hotéis legais, então quando ia pra algum lugar, era o que eu podia pagar e tal. Era bom, mas não divino como tem sido.
Com filhos, vc não pode ir pra qualquer lugar, o que exige planejamento e organização.
Enfim, desde que Gui nasceu já fizemos alguns bons passeios: Aracaju, Recife, Fortaleza, Crato (CE), hotel fazenda em Mutá (BA), Porto Alegre e Gramado e sozinha, Buenos Aires. Decidi que vou fazer duas boas viagens por ano: uma nacional e outra internacional. Ano que vem será Fortaleza, Canoa Quebrada e Jericoacoara e Europa. Economizar é a palavra de ordem.

Quanto à Gramado, chegamos no dia 29/10 em Porto Alegre, entramos na van para Gramado. Quando entramos no hotel, pensei: "existe ar condicionado central! Vou sugerir a Jacques Wagner conseguir um pra Bahia”. E eu de vestidão, tão a la primavera na Bahia... Amei.
Hotel maravilhoso. Restaurantes excelentes. Tudo muito especial.
Após deixar as malas, fomos procurar algo pra comer e logo de cara uma coisa típica da região: sopa de capeletti! kkkk a senha para as risadas dos próximos 5 dias. E não é que acabei me acostumando??
No 1º dia, fomos ao Mini Mundo. Ai, meu Deus, que coisa mais fofa!! Adorei esse lugar. Gui e Júlia ficaram enlouquecidos!
No 2º dia, fomos conhecer o roteiro Gramado/Canela: Lago Negro, Museu de Cera, Catedral de Pedra, Cascata do Parque Caracol e Mundo a Vapor. Tudo ótimo!
O 3º dia foi livre: passeamos pelo centro de Gramado fomos, vimos a rua coberta, onde acontece o festival de Gramado, a igreja no centro da cidade, as avenidas gostosas demais de passear e de tarde, que delícia! A aldeia de papai noel. Se é possível escolher o melhor lugar foi esse.
No 4º dia conhecemos o show-room da tramontina e alguns lugares bem de consumo, mas achei quase tudo caro. A tarde fomos em Nova Petrópolis, um lugar tão lindo! Visitamos a praça das flores, ao parque aldeia dos imigrantes, a aldeia histórica alemã. Melhor pra comprar que Gramado. Super volto!!!
No 5º dia fomos ao Vale dos Vinhedos: conhecemos a Vinícola Miolo e a tarde fomos a Bento Gonçalves pra conhecer o trem Maria Fumaça. Amei. Voltei no tempo. Muito legal e a vista é soberba. Nas paradas do trem, nós bebemos vinho e ouvimos musicas típicas da região.
Nas noites, nós nos aventuramos nas baladas gastronômicas e nas oportunidades oferecidas pela cidade. Fomos em dois espetáculos do Natal Luz levando apenas 1 quilo de alimento por pessoa. Vimos a “fantástica fábrica de presentes” e o “grande desfile de natal”. Nunca passei tanto frio na vida. Roupa e nada é a mesma coisa. Parece que vc não está com duzentas peças de roupa e luva e cachecol e touca e tudo o mais. Mas agüente que vale a pena.
Fiquei triste por um motivo: perdemos Nativitaten. Ninguém no hotel nos informou que na nossa 1ª noite iria rolar o ensaio ... Enfim, outros virão e nós vamos.
A primeira “balada” gastronômica: Galeteria Nonna Tena (não gostei de quase nada), seqüência de fondue no Petit Maison (no word! Deus tava namorando quando fez essa delícia). Rodo Pizzaria! Pizza de chocolate é o que há! Meodeos! Café Colonial Bela Vista, pastel de carne e coca cola, chocolate quente no meio da rua, rodízio de pizza na Pizzaria Seur, mesmo dono da Pizzaria do Pirata. E milhares de outras delícias. Sem contar o café da manhã do hotel que já é quase um café colonial.
Eu não posso deixar de falar de um serviço que os gramadenses oferecem que me deixou maravilhada: os restaurantes vão te pegar e te deixar no hotel. Vc não gasta com táxi quando vai sair p comer! Achei maravilhoso! E a conta não aumenta por isso (mesmo porque ela já é alta! rs)
Posso garantir: Gramado vale a pena: o preço, os quilos a mais, os passeios, o cansaço ... Voltarei. Ai, ai, queria ir de casalzinho... Várias pessoas em lua-de-mel. Romântico até a alma. E claro, volto pra conhecer as baladas que eu soube que são divinas.
Leve muita grana, pois é um passeio caro e não é pra todos os bolsos como li em alguns lugares. É bom se planejar bem antes.
Quanto a Porto Alegre, ficamos no centro e não deu pra ver a Porto Alegre rica. Volto também, pois não fui na Centro Cultural Mario Quintana e quero fazer os dois passeios de ônibus turísticos e o de barco no Rio Guaíra. Volto mil vezes no Museu de Tecnologia da PUC e na churrascaria que tem show de danças típicas. Não volto na Usina do Gasômetro enm ao hotel que fiquei. Volto em um hotel quatro ou cinco estrelas.

Só me lamento de uma coisa: por que não levei a minha bota argentina e/ou uma sapatilha? Comprei uma em POA. Relíquia.

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Alimentos funcionais:


Alcachofra (faz bem ao fígado);
Acelga (efeito antiinflamatório e antioxidante);
Talo das fohas de beterraba (rica em ferro e ácido fólico);
Semente de abóbora (boa no combate de fungos, parasitas e bactérias);
Banana verde (ótima para o sistema digestivo e dá a sensação de saciedade);
Aveia (reduz o colesterol ruim, mas engorda);
Canela (controla o colesterol e a glicose no sangue);
Romã (diminui a pressão arterial e melhora a circulação do sangue);
Geléia Real (reduz o colesterol e a pressão arterial e melhora o sistema imunológico);
Shitake (previne diabetes, colesterol alto e hipertensão arterial e tem baixas calorias);
Pimenta-malagueta (tem alta ação vascular e bactericida)

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Estou lendo uma Veja antigona (27/05/2009) com 42 páginas especiais sobre emagrecimento.
Vou fazer um resumo do que eu li, pois achei super válido deixar registrado.

# Independente da facilidade de engordar, todos precisam controlar o peso em alguma época da vida, principalmente por causa dos mecanismos de sobrevivência da espécie que estocava gordura;
# Para emagrecer e manter o peso basta saber os princípios básicos de organização e disciplina;
# O que engorda é a combinação de uma alimentação pobre em nutrientes e altamente calórica com falta de atividade física;
# Nunca fazer mercado com fome;
# Comprar alimentos de poucas calorias e nunca, nunca mesmo comprar “tentações”, exceto se vc tiver filhos. Comigo funciona assim: meu filho não come porcaritos quase nunca, mas eu permito um item cada vez que vou ao mercado e guardo em um local separado;
# Saiba como lidar com “sabotadores de dieta”. Isso não tem manual que ensine. E haja paciência!
# Se estiver só, não levar travessas para a mesa, pois evita a tentação de repetir;
# Estabeleça um sistema de recompensas à medida que vai eliminando os quilos indesejáveis;
# Evitar a dieta imaginária, aquela que começa na segunda e vc escorrega cada dia um pouquinha. Quem nunca?
# Pare de comer antes de sentir o estômago completamente cheio. Comer ¾ da sua capacidade a cada refeição. Sair da mesa com a sensação que comia mais.
# Fazer pequenos lanches entre as refeições. Ex.: 1 fruta ou 1 barrinha sem chocolate ou 1 castanha-do-pará ou 5 azeitonas ou 1 polenguinho light ou 4 castanhas-de-caju, etc.;
# Não se locupletar dos finais de semana liberados. Escolher apenas uma das refeições para se esbaldar, mas nem tanto. Evitar o couvert e a sobremesa, por exemplo;
# Considerar a possibilidade de aprender a cozinhar;
# Fazer alguma atividade física que vc goste;
# Quem come em quilo, dividir o prato na regra de três: (1) salada, verdura e legumes, (2) carboidrato (pode ser 1 colher de feijão e 1 de arroz integral) e (3) proteína (preferir peixe e frango magro);
# Lembra de colocar a comida no centro do prato, pois os prato de restaurantes não tem a borda de propósito para vc pegar mais comida;
# Não comer bebendo líquido;
# Aprender a recomeçar quando enfiar o pé na jaca.

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Tem certas coisas que só acontecem comigo...

Eu tenho um notebook que estava sem uso há um tempão, então decidi usá-lo na sala para atualizar meus artigos de psicologia. Estava há uns seis meses nesta rotina: acordava, lia uns 30 minutinhos um ou dois artigos, via a importância e descartava ou arquivava. Mas, não é que ele resolveu pifar? Pifou e um dia depois, o meu computador de estimação (7 anos) pifou também! Eu nem acreditei. Eu pensei que teria um colapso nervoso. Meu ex, bonzinho, bonzinho, trouxe o dele, tadinho, pensando que iria me ajudar, mas cadê o bsplayer e o codex? (pra eu ver meus filminhos enquanto faço esteira). Além do mais, não entra na internet. Fiquei assim a ver navios. Só não foi pior porque eu passei uma semaninha fora de Salvador (outro post). Quando cheguei, meu computador que tinha saído da UTI e já estava quase de alta, teve outro piripaque e voltou pra CTI. Fiquei quase 1 mês sem computador, sem internet em casa e consequentemente, sem fazer esteira.
Realmente, mereço o pelourinho.
Quando o fofucho chegou, eu estava com uma distensão muscular por ter andado váááários quilômetros com uma sapatilha baixíssima.

Enfim, nestes últimos tempos eu engordei.
- Comi enlouquecidamente em Gramado e Porto Alegre (vale cada grama a mais);
- Não fiz esteira durante um mês;
- Estava em luto por meu computador e não fiz exercícios nenhum;
- Estou com uma baita dor na cervical e nas batatas das pernas.

Mas tenho uma notícia das mais belas: agora eu sou uma feliz possuidora de internet da GVT! Sou ou não uma pessoa de sorte? Tenho assuntos pra uns três posts, mas são tantas pendências, que eu vou postando aos poucos.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Vol-tei!!

Após um looongo jejum, olha e aqui outra vez. A mesma Lila, só que mais leve em todos os aspectos. Vou contar porque eu não estava postando. Eu fiz um curso em Brasília e dentre os assuntos estudados, fiquei sabendo das oportunidades de golpes pela internet e percebi que eu estava me "mostrando" demais. Enfim, o baque já passou e aqui estou eu com muita vontade de postar.

Notícias breves:
# Minha internet continua uma porcaria e só funciona quando quer (a despeito de eu ligar diariamente pra Oi Velox);
# Estou assistindo três séries: Twin Peaks, Criminal Minds e Burn Notice. Amarradona e quando rolam as combinações Gui dormindo + internet funcionando;
# estou lendo muito! Livros leves, para dormir.
"Quase tudo" - Danusa Leão (gostei); " A estrela do diabo" - Jo Nesbo (esperava mais), a biografia de Vinícius de Moraes, agoea vou começar "Memórias de Olinda" - Eliane Nascimento;
# Estou fazendo 6km na esteira e vendo filmes. Já vi tantos que vou atualizar a minha lista;
# Estou estudando! Palmas para mim! Tb vou atualizar a minha lista.
# Estou economizando!!!! No words.
# Desde que cheguei de Brasília, só saí três vezes. No words either.
# MEU CABELO VOLTOU A SER O QUE ERA E ESTÁ QUASE LINDO!!!
# Fui a um endrócrino, mas não fui com a cara dele. Ele me prescreveu floxetina pra eu ficar mais calma e comer menos. Tomei cinco dias e quase não levando da cama nem pra trabalhar. Óbvio que se emagrece assim, né? Não come, não bebe, não vive, só dorme. E a minhas coisas? Parei.
# Estou fazendo a dieta que ele passou. Incrivelmente simples, do tipo que vc sabe que é isso mesmo que emagrece. Rasguei $150,00, mas me empolguei.
# Estou MAIS MAGRA. Nem sei quanto, pois tenho medo de me pesar e meu peso se rebelar e voltar ao que estava. É na base do olhômetro e das roupas. Vou criar coragem.
# Quanto ao meu projeto os 10 pans, vou fazer uma avaliação rápida:
Bio redutor Natura Chronos Corpo - AINDA NÃO ACABEI;
Creme esfoliante para os pés Ekos castanha - ACABEI;
Creme nutritivo Rigen da Alfaparf - AINDA TEM UM POUQUINHO
Creme para mãos da Renew - ACABEI;
Gel hidratante facial da Clinique - AINDA NÃO ACABEI;
Máscara para cílios Super Shock da Avon - AINDA TEM;
Óleo trifásico Ekos Pitanga - ACABEI E PEDI OUTRO;
Polpa hidratante para os pés Ekos castanha - ACABEI;
Sabonete esfoliante Natura Faces - QUASE NÃO USEI;
Sabonete líquido esfoliante Ekos Pitanga - NÃO USEI NADA;
Sombras da Natura Faces - NÃO ACABEI;

Bom, ainda tem muito o que usar, pois só consegui acabar 3 produtos. Minha nova lista de pans será:
- Bio redutor Natura Chronos Corpo;
- Creme nutritivo Rigen da Alfaparf;
- Gel hidratante facial da Clinique;
- Máscara para cílios Super Shock da Avon;
- Sabonete esfoliante Natura Faces;
- Sabonete líquido esfoliante Ekos Pitanga;
- Sombras da Natura Faces;
- Sundown facial diário fps 50;
- Creme para face e corpo fisiogel;
- Creme esfoliante de limpeza da natura;
- Hidratante tododia de frutas vermelhas.

Nova update em 18/01/2011.
É isso aí.

sábado, 30 de julho de 2011

Vc já sentiu inveja de alguém?

Terça-feira, eu fui na casa de minha melhor amiga (apenas minhas irmãs saberão quem é, thanks God!) pegar umas roupas emprestada e morri de inveja da quantidade de roupa e sapato legal que ela tem... me senti tão péssima, não por estar com inveja, mas por não ter quase nada pra usar e entender todas as vezes quando ela dizia (tadinha, com o maior cuidado): "vc vai com esse sapato? Mas todas as vezes vc sai com ele". Nem vou colocar aqui a quantidade de sapato que eu tenho que é capaz de vc se assustar...

Me senti horrível por não ter quase nada legal pra usar, mesmo ganhado quase o dobro do salário dela...

Isso é recorrente em minha vida. Eu quase nunca compro roupa e saio quase sempre com as mesmas coisas. Não são feias ou velhas ou fora de moda. Apenas não priorizo o ato de comprar roupa e sapato em meus investimentos.

Concluí que eu preciso dar um up em meus armários e no de Gui, pois eu já reparei que o melhor amiguinho dele que vem de uma família com menos grana que eu tem muito mais brinquedo e mais roupas que ele.

Eu sou da seguinte filosofia em relação a compras: compro o que estou precisando, mas ultimamente, por estar apertada de grana, eu tenho precisado de coisas que eu não tenho dentro de casa e que tenho que sair urgente e comprar por estar precisando (e precisar em meu vocabulário é não ter mesmo).


Minha colega de trabalho favorita vive me dizendo que eu preciso me arrumar mais e eu só fui dar conta disso olhando no armário de minha amiga que é tão desligada de moda quanto eu.
 
Será que eu preciso ser mais consumista? Eu realmente estou pilhada com isso.
... postagem tem que ser na hora. Se a pessoa deixa pra depois, o motivo se esvai. E assim tem sido nestes últimos dias. Não tenho acesso a blogs no trabalho e cada dia eu chego em casa mais cansada, mais esgotada.
Estou fazendo pilates e o mínimo de exercício que eu faço me dixa muito esgotada fisicamente. Quando eu fazia natação era assim. Eu me exercitava, dormia mais de 8 horas por noite, acordava cansadíssima, recomeçava o treino e nunca, nunca estava descansada.
No pilates são três dias por semana e o dia que eu tô mais descansada é na segunda, mas terça recomeça e eu fico podre de cansada novamente. Resolvi ir ao médico ver porque o exercício me esgota tanto, pois com os outros é uma fonte de energia, renovação e vitalidade. Estou esperando o resultado e enquanto isso, vou tocando minha vidinha quase besta.
Não tenho estudado.
Devendo menos do que o último post (economizando, yes!).
Estou gorda.
Cansada.
Sem ler nada na net. Apenas as revistas disponíveis no trabalho.
Fazendo dois cursos on line chatérrimos.
Apreensiva porque vou passar 13 dias sem meu filho.
Começando a me interessar pelos homens de carne-e-osso. Normais e atingíveis.

Vou fazer um curso na capital e devo voltar "mais inteligente", quando nada, mais saudosa, com mais coisas para estudar e com mais novidades. Afinal, duas semanas com os cabeções de BSB devem servir pra alguma coisa, né?

Segue um link muito interessante de um carinha daqui de Salvador que às vezes eu vejo por aí: http://elepesdegal.blogspot.com/

sábado, 23 de julho de 2011

Dona de casa é f*, viu?
Comprei um faqueiro e um jogo de panelas decente e pretendo comprar uma panela de pressão.
kkkkkkkkk
Eu tinha uma enooorme, mas minha hermana tem uma pequena de 1,5l e eu babava. Dei a minha pra mamys. Sônia, a minha emily, não suporta e quer uma maior. Ela que me "obrigou" a comprar panela e talheres decentes. Quando eu comprar a panela dos sonhos dela, já estou me vendo comprando pratos novos. E por aí vai a lista de desejos de Sônia.


A minha só tem alguns itens:
- Moroccanoil;
- Uma bolsa e um relógio da Michael Kohrs (nova coleção, óbvio!);
- Duas calças da M. Officer;
- ... não consigo pensar em nada, pois não sou nada deslumbrada com o consumo (peninha, sabe? queria ser mais "mulherzinha" neste aspecto).

Esses dias comprei umas calcinhas e sutiãs novos, três vestidos, uma blusa no brechó aqui perto de casa e três sapatos também no brechó.

Estou usando todos os meus produtos, separei um horror de roupas pra dar, porque já estavam velhas. Peguei outras que estavam guardadas pra usar. Minhas roupas estão uma vergonha. Suportarei de cabeça erguida.

Vou viajar e presisava de roupas na estica pra fazer um curso e eu comprei apenas quatro vestidos em uma liquidação com 50% de desconto. Ficou bem caro, mas são roupas de primeira que eu posso usar do trabalho até em uma festa mais arrumada.  Um é de seda. Pense aí no arraso que eu vou ficar.

Estou tão dentro do eu orçamento que eu provavelmente poderei adiantar no final do ano umas duas ou três parcelas da casa, além de conseguir juntar uma grana.

Agora posso confessar porque já passou e eu já me restabeleci, mas NUNCA MAIS VOU COMPRAR NO VISA INTERNACIONAL. Vou guardar a grana pra pagar in cash. Verdade seja dita: quando a fatura do cartão chega e é quase o salário, eu tive vontade de chorar. Ainda bem que eu tinha uma grana na poupança.

Peguei dinheiro empresado de minhas duas poupanças (uma da psicologia e outra das urgências) e paguei a minha fatura. Me restabeleci e já tenho a grana da popança da psicologia, falta a outra. Mas tudo a seu tempo.

Vou economizar ainda mais porque em maio vou pra Orlando fazer compras pra mim e pra Gui. Como estou apertada de grana e quero aproveitar a crise nos EUA (horrível eu sou, né?) e a consequente queda dos dólares, vou economizar até no almoço (falo sério) e vou juntar uma graninha considerável pra viajar mooooooito:
- novembro: Gramado (já comecei a pagar);
- maio/2012: Orlando e Miami (falta tirar o visto);
- agosto: Europa.

Uh-hu! Mundo me aguarde!

domingo, 10 de julho de 2011

Dez dias sem internet e aqui estou eu.
Nestes dias eu pude perceber como é insuportável a vida de uma pessoa que não pode entrar na internet. Falo isso porque desde que o mundo é mundo a internet esteve ao alcance das minhas mãos e eu nunca gostei tanto assim, fora as fases de vício frenético, mas passa rapidinho.
No trampo eu não posso abrir nem email (escravidão total). Abro a revista época e o jornal O globo em cache, mas não vejo uma figura. Chatão.
Mas após longas brigas com a Oi, olha eu aqui outra vez. Oi?

Minha vida está a mesma: devendo até a alma, ansiosa e com vontade de comer até parede.
Algumas novidades:
* Estou estudando muito. A-há. Sem internet, canal fechado uma m* e os livros me gritando. Não tive escolha: me apaixonei novamente por Freud, Miller e tentando gostar de Lacan, mas tá dureza. Ô homem difícil de ler!
* Fazendo pilates e descobrindo o quanto eu estou entrevada.
* Estou fazendo esteira com Criminal Minds every day! Yes! Agora no videobb, pois o megavideo me deu um caldo desde maio.
* no período sem net, eu vi vários filmes do meu acervo, pois tenho um hábito bizarro: vou baixando filme no emule, mas só tenho vontade de ver filme on line (manias).
* meu cabelo continua de mal de mim. Vivo a base de reparador de pontas.
* Tirei várias roupas do meu armário e estou vivendo de maneira bem frugal, só com o que realmente está decente e cabe em mim. Quando eu emagrecer, vou resgatar algumas. Outras eu dei pra uma mulher que já ajudo há algum tempo. A situação dela me corta o coração: ela tem dois filhos, trabalha duro e o dinheiro mal dá pra comprar comida e pagar o aluguel. Tirei umas roupas de Gui e minha velhas e surradas e dei pra ela. Soube que ela chorou. Isso me deixou muito abalada. Resolvi ajudar o meu próximo mais proximo e sempre que posso mando uma coisinha de comer, de vestir e brinquedos pra ela e os filhos.
* Meu projeto 10 pan está a mil. Já acabei um hidratante da Victoria Secrets, duas máscaras para os cílios da avon, um sabonete esfoliante da natura, um potão de máscara capilar da Alphaparf (Rigen) e um blush pêssego da avon (lindão). Faltam ainda alguns produteenhos, mas estou usando o que tenho MESMO.
* Minha BFF se mudou para o meu bairro e agora minha vida está mais colorida.  Ter uma amiga por perto não tem preço e quando é uma das pessoas que vc mais ama no mundo, vc pode agradecer a Deus de joelho.
* Fui ao cinema após 1 ano e 10 meses e vi um filme maravilhoso: Meia-noite em Paris. Recomendo total.
* Fui ao Twist com uma nova turma de amigos e me diverti muito, muito, muito. Sair com pessoas animadas é o que há.
* Decidi não comprar nada que não esteja precisando de fato até meu aniversário (03/10), pois estou com a corda no pescoço. Sem grana total. Fiquei a tarde inteira namorando o meu orçamento e vendo o que podia cortar e a situação tá malzona. Não há mais nada para tirar, só cortando da própria carne.
*Como vou sobreviver sem minhas saídas semanais? Onde irei desopilar minhas angústias existenciais?
* Mas a psicologia está bombando em minha vida. Já ganhei uma graninha considerável a ponto de poder pagar 1 mês de análise e ter o equivalente a duas parcelas de minha Pós. Uau!
Como se diz: Deus fecha uma porta, mas abre uma janela.
* Ganhei um tênis da Misuno nº 35 e está machcando meu pé. Usei apenas duas vezes para fazer esteira. Alguém quer comprar? R$70,00 (mais frete)
É isso aí.

Nunca mais entrei nos blogs que amo, mas devagar eu atualizo minhas visitinhas, tá?

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Nascer chorando é spoiler do que vai acontecer no resto da sua vida

.
.
.
.



Muito tudo a ver com a minha fase de vida.

terça-feira, 21 de junho de 2011

 A mais pura verdade. Tirei do Acidez Feminina.
"Um amigo
me chamou pra
cuidar da dor dele,
guardei a minha no bolso.
E fui."

(Clarice Lispector)

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Ah, o amor ....

Tem algum sentimento mais puro?

domingo, 12 de junho de 2011



Esta é a minha música. Feliz dia dos namorados, que aliás pra mim são todos os dias.

sábado, 11 de junho de 2011

Bom dia, sol!!!
Esses últimos dias foram pura adrenalina! Confesso que vivi dias intensos.
Viajei com minha hermana pra Buenos Aires e foi uma ótima viagem. Curtimos bastante a cidade, andamos muito pelo centro e arredores, fomos ao tango do Café Tortoni, conhecemos pessoas bem legais, fizemos comprinhas nos free shoppinhgs, minha irmã comprou lembrancinhas pra os amigos (eu não tenho esse costume), comemos em Puerto Madero, nos cafés charmosos e no Mac (baratéerimo). A-M-E-I e vou retornar quantas vezes eu puder.
Só não gostei de duas coisas: do frio, que eu banalizei e me dei muito mal e da falta de higiene oral de alguns argentinos. Dentistas devem passar mal por lá, viu?
-----
Voltando a minha realidade soteropolitana, eu encontro minha mesa de trabalho lotada de serviço, uma greve que eu adoraria estar aderindo, mas minha consciência diz não devido ao meu acúmulo de serviço e as minhas férias chegando, o estresse querendo me pegar pela perna e o pior e inenarrável: houve um curto-circuito aqui em casa e eu fiquei três dias sem luz achando que tinha perdido TODOS os meus eletrodomésticos e ainda estava no lucro, pois a casa poderia ter pegado fogo.
Não sei se já falei aqui, mas sou abençoada e muito bem protegida por minha madrinha, Nossa Senhora e nada, nadinha aconteceu. Nem meus chuveiros, autores do curto, queimaram e de quebra, eu tive um dia a mais de férias de brinde de minha chefinha linda.
Sou ou não sou uma pessoa de sorte? Pra comemorar, eu vou bebemorar com minhas amigas lindas.
Semana que vem eu vou pra um hotel fazenda com minha família e promete ser maravilhoso. Na outra semana é São João e eu vou avaliar a possibilidade de viajar com meu pimpolho pra um lugar beeeem longe e bem legal.
Ai, ai, felicidade realmente não tem preço.

terça-feira, 31 de maio de 2011

Snapshots












sábado, 28 de maio de 2011


É claro que vc já deve ter ouvido falar e já deve ter visto este clipe cute-cute ambientado nos anos 70, mas eu não podia deixar de vim aqui trazer meus comentários sobre essa banda recém conhecida. Trata-se d'A Banda Mais Bonita da Cidade com músicas muito romantiquinhas que me lembraram um amor do tempo em que eu ainda acreditava ser possível amar com todo o meu coração. Tipo, faculdade? Conheci com um colega de trabalho meio assim no assobio. Ele é bem cult e tem um gosto bacana pra música, deixou tocando e eu perguntei quem era. Gostei da simplicidade e climinha de Formidável Família Musical. Muito aqui pra nós: achei um pouquinho piegas até ver o clipe fofucho deles. Soube depois que ela é sensação no youtube. Vamos amar, adorar e não enjoar, please.

Olha só a letra que coisa mais frufru (dá vontade de ficar cantarolando always, pois gruda no cérebro):

"Meu amor essa é a última oração
Pra salvar seu coração
Coração não é tão simples quanto pensa
Nele cabe o que não cabe na despensa
Cabe o meu amor!
Cabem três vidas inteiras
Cabe uma penteadeira
Cabe nós dois
Cabe até o meu amor
Essa é a última oração pra salvar seu coração
Coração não é tão simples quanto pensa
Nele cabe o que não cabe na despensa
Cabe o meu amor!
Cabem três vidas inteiras
Cabe uma penteadeira
Cabe essa oração"

sábado, 21 de maio de 2011

Estou viva!!!
Nunca mais tinha postado por uma série de motivos:
- Tive uma briga feia com meu filho e fiquei em crise comigo por causa disso. Ele estava muito nervoso e me bateu. Eu revidei e surtei depois. Foi um auê. Chamei minha mãe pra me dar um suporte e o tiro saiu pela culatra, pois ela pensa de uma maneira diferente e a crise de Gui ficou muito maior. Então foi uma semana bem difícil.  Hoje a distância, pois está tudo bem, eu pude avaliar que toda vez que Gui sente o peso da existência dele em minha vida, seja por falta de tempo ou de paciência de minha parte, ele reage com certa agressividade. Eu preciso relaxar e me dedicar a ele sempre, independente de meus problemas;
- Meu trabalho está me esgotando, pois meu chefe está em tratamento e afastado Deus sabe até quando e a pessoa que está a frente do serviço é muito exigente e pilhada igual a mim, então é bem difícil pra mim está com um espelho diário me mostrando como eu sou. Estava bastante angustiada com a minha agonia refletida nos olhos dela; sem falar na quantidade de trabalho aindo pela minha mesa... ai, ai. Quero matar quem disse que funcionário públoico não trabalha;
- Estou com 18 pacientes, o mais velho com 11 anos e isso já fala por si, né?
- O megavídeo não estava me deixando assistir Criminal Minds, mas jpa descobri o videobb e estou mais tranks;
- Estou com uma mine obra aqui em casa e além de empoeirada, minha casa está um caos: não estudo, não faço esteira e por mais que Sônia arrume e limpe, minha alergia está bombando;
- Estou fazendo um tratamento para sinusite que está lenhando com o meu estômago;
- Minhas finanças estao em pandareco. Sem mais;

Parte boa que não tem preço:
Faltou luz aqui na rua na terça a noite e eu não pude abrir o portão (a chave da porta estava com o pedreiro) e eu liguei pra o meu ex vim trazer a chave e o controle do portão que estava com ele e não havia negociação possível pra ele me devolver e pasmem (eu pasmei): ele me devolveu TODAS as chaves que estavam com ele. Amei ter ficado DUAS horas sentada no meio fio com Gui embaixo de uma garoa chata, opis o fim foi dramático. Show.

Até que é bom sumir e depois falar tantas coisas. Aqui não é só um espaço de reclamação. Sinto que toda vez que eu posto sobre algo, eu fico mais leve.

terça-feira, 3 de maio de 2011



Quanto mais eu leio sobre o amor, mais eu me divirto. Daqui.

sábado, 30 de abril de 2011

Rubi woo: uma história de amor.



O que eu mais gosto neste batom?
Ele dá um ar retrô ao visual e deixa a mulher muito sensual, muito feminina. Por ele ser opaco, ele vai chamar atenção para os lábios, então pode ser usado durante o dia sem medo de ser feliz e admirada. Eu só acho que basta uma camada de rímel e um blush pêssego discreto, pois mais que isso fica perua total.

Eu acredito que não é toda mulher que sustenta colocar um batom vermelho nos lábios, pricipalmente porque ela vai receber muito mais olhares apimentados e não será a toa, pois existe uma pesquisa (sim, a galera está apelando na hora de fazer pesquisa científica) que diz que um homem olha 7,3 segundos a mais para os lábios femininos pintados de vermelho.

"Para a obterem estes resultados, os pesquisadores fizeram um experimento que consistia em acompanhar os movimentos oculares de 50 homens, em resposta a imagens de diferentes mulheres, quando elas usavam batom, a dificuldade de desviar o olhar era grande, eles gastaram, em média, sete segundos olhando os lábios, levando apenas 0,95 segundo vendo os olhos e 0,85 segundo observando os cabelos, com um tom de rosa na boca segurou a atenção deles por 6,7 segundos; já um batom vermelho os prendeu por 7,3 segundos.
Quando observado sem a presença de maquiagem, os lábios femininos não chamaram tanta atenção, já que neste caso os homens dedicaram 2,2 segundos da atenção a boca, mas passaram 2,97 segundos admirando os olhos e 2,77 segundos observando os narizes, o estudo também revelou que lábios carnudos, como os da atriz Angelina Jolie, são considerados os mais atraentes" .
(Fonte: minilua.com.br)
E aí? Vamos investir em um batom vermelho?
E eu sofrendo com os meus cabelos...
Só um parêntese: nunca, nunca, mas nunca mesmo faça alguma produção para agradar outra pessoa, use e abuse do que vc gosta e do que vc se sinta segura. Não vá botar um bocão vermelho se não segura a onda. O importante é passar autenticidade e segurança, pois de nada adianta seguir uma tendência se não tiver confiante de sua aparência.
Outra dica: na vida e na moda, menos é mais.
Gente, amo batom vermelho! Recentemente comprei um rubi woo e tô sofrendo pra usá-lo, pois não tô acertando mesmo. Então, presente dos deuses, me deparo com este vídeo que ensina como usar um bocão vermelho sem que ele saia derretendo ou desapareça do meio da boca (meu caso)...
É bastante ilustrativo e eu tirei do blog do liceu de maquiagem, por Vanessa Rozan.



P.S.: O que é esta franja! Linda, né? Me deu até vontade de fazer uma.

sexta-feira, 29 de abril de 2011

G. K. Chesterton escreveu: “Contos de fadas não dizem às crianças que dragões existem. As crianças já sabem que dragões existem. Contos de fadas dizem às crianças que dragões podem ser mortos.”

Hoje eu vi mais um capítulo de Criminal Minds e vou dizer uma coisa inconfessável: analistas de comportamento humano são bons, viu. Mesmo amando essa série eu fico pensando em como tudo o que eu vejo vai de encontro à minha prática que é a clínica do um a um, do singular, do caso a caso. Mas é surpreendente como os sinais estão postos, estão lá pra serem lidos.
Uma coisa me apazigua, mesmo os comportamentos sendo lido de uma maneira percentual, como mostra a série e como são traçados os perfis: a incidência dos danos são particulares e vai marcar cada um de uma maneira única. E pra isso existem os psicanalistas, para ouvir cada uma das histórias que são trazidas pelos nossos pacientes.
Ai, ai, eu me julgando uma psicanalista... Enfim, não serei profiler por uma série de razões: moro no Brasil, teria que fazer concurso pra Polícia Federal e ser perita, teria que morar em uma fronteira por uns três anos, mas a maior de todas é que tenho um olhar bem particular sobre os dramas da humanidade. O que não me tira a surpresa de me deparar com leituras de comportamento humano tão perfeitas.
Amo vcs, meus profilers do coração!!! Firme e forte na série e na esteira: episódio 6 da 3ª temporada que me aguarde!

terça-feira, 26 de abril de 2011

Amo o meu feriadão de Páscoa. Tenho sempre de quarta a domingo e sempre, sempre, sempre vou passar em Feira de Santana, minha terrinha amada.
Neste ano, eu tirei a quarta pra resolver pendências: fui ao salão, arrumei meu gabinete (nome pomposo pra o meu quarto de estudo), os meus armários, os meus papéis e minhas contas. Viajei na quinta.
Eu tenho uma "babá" chamada Sônia que é broquíssima, até onde não pode. Ela sempre some alguns papéis meus, então está terminantemente proibida de arrumar a bancada do meu gabinete. Pode no máximo remover os papéis e limpar a poeira.
Pois bem. Segunda a noite, eu tinha um exame pra fazer e morri de procurar a solicitação do médico e nada. Mas, Lila, prá que tanta pressa de daqui a seis meses tu vai achar dentro de algum livro? Amo Sônia e só por isso ela ainda está aqui comigo, pois a bichinha é avoada.
Fiquei bem triste ontem com a madrinha de meu filho. Ela veio em fevereiro aqui em Salvador (mora em Fortaleza) e não veio ver Gui, "pois não tinha tempo". Esse feriado ela veio pra Salvador, marcou de vê-lo ontem a tarde, mas um carinha que ela tá pegando ligou e ela foi se encontrar com o bofe. Gui nem queria dormir de tarde na esperança da Dinda dele chegar e ele não queria perder um segundo de ficar com ela.
Cortou o meu coração por dois motivos: 1º, é meu filho e eu não queria vê-lo sofrendo; 2º, nunca deixei de fazer nada por homem. Minha (ex) sogra falou que eu já tenho meu filho e ela estava procurando fazer o dela. Raso, muito raso. Nunca corri atrás de homem.
Vai ver é por isso que não tenho nenhum. Só Gui. No momento o único que me importa e por isso me magoou tanto.

terça-feira, 19 de abril de 2011

Meu cabelo tá de mal de mim.
Eu fiz uma selagem térmica com glutaldeído em julho do ano passado e em dezembro parei de pintar o cabelo. Depois decidi que quero ficar com mechas californianas e parei de jogar o vermelhão de sempre e tome esperar sair toda a tinta. Desde janeiro meu cabelo tá um rebelde que não obedece meus comando e muito menos a toda hidratação que eu coloco religiosamente toda semana. Enfim, meu atual sonho de consumo é queridinho das gringas, o moroccanoil, único produto que eu acho que tem Jesus dentro e faz milagres!
Recentemente uma amiga linda trouxe uma amostrinha do miraculoso óleo de tratamento pra meu inteiro deleite e eu durmo e acordo pensando neste produto. Creia em Deus que é verdade: só tenho olhos e coração pra o meu querido e agora íntimo, óleo de moroccanoil. Digo mais: aguardo ansiosamente um encontro quase de amor quando alguma alma boa for nos States e trouxer o kit c.o.m.p.l.e.t.o pra mim. Essa pessoa NUNCA mais vai sair de minhas orações!
Comprei uma promoção no peixe urbano e fiz uma hidratação com TODOS os produtos, inclusive o leve in que eu nem sabia que tinha e meu cabelo cheirava que eu nem acreditava. Me senti uma diva. Tinha vontade de sair pra balada só pra não "gastar" minha hidratação em casa vendo TV. Mas eu fiz uma coisa também dygna: fui pra análise e falei sobre assuntos angulosos e sobre um ex-possível amor que estava passeando pelo meu coração, desta vez um amor de carne e osso, sem os super poderes do moroccanoil, mas com outros poderes.
Segue abaixo uma fotinhas do meu amor eterno e que não me decepciona:




segunda-feira, 11 de abril de 2011

Hoje é o aniversário do meu queridíssimo Zeca Baleiro. Segue uma das músicas dele que eu amo e pela qual eu me tornei uma fã eterna desse fofo.

domingo, 10 de abril de 2011

Achei tão legal que resolvi compartilhar aqui no blog, que ultimamente tem sido um espaço de denúnicia sem tamanho. Chato, né? Mas essa reclamona sou eu.



Exigências da vida moderna (quem agüenta tudo isso??)
Luís Fernando Veríssimo

Dizem que todos os dias você deve comer uma maçã por causa do ferro.
E uma banana pelo potássio.
E também uma laranja pela vitamina C.
Uma xícara de chá verde sem açúcar para prevenir a diabetes..
Todos os dias deve-se tomar ao menos dois litros de água.
E uriná-los, o que consome o dobro do tempo.
Todos os dias deve-se tomar um Yakult pelos lactobacilos (que ninguém sabe bem o que é, mas que aos bilhões, ajudam a digestão).
Cada dia uma Aspirina, previne infarto.
Uma taça de vinho tinto também.
Uma de vinho branco estabiliza o sistema nervoso.
Um copo de cerveja, para... não lembro bem para o que, mas faz bem.
O benefício adicional é que se você tomar tudo isso ao mesmo tempo e tiver um derrame, nem vai perceber.
Todos os dias deve-se comer fibra.
Muita, muitíssima fibra.
Fibra suficiente para fazer um pulôver.
Você deve fazer entre quatro e seis refeições leves diariamente.
E nunca se esqueça de mastigar pelo menos cem vezes cada garfada.
Só para comer, serão cerca de cinco horas do dia.
E não esqueça de escovar os dentes depois de comer.
Ou seja, você tem que escovar os dentes depois da maçã, da banana, da laranja, das seis refeições e enquanto tiver dentes, passar fio dental, massagear a gengiva, escovar a língua e bochechar com Plax.
Melhor, inclusive, ampliar o banheiro e aproveitar para colocar um equipamento de som, porque entre a água, a fibra e os dentes, você vai passar ali várias horas por dia.
Há que se dormir oito horas por noite e trabalhar outras oito por dia, mais as cinco comendo são vinte e uma.
Sobram três, desde que você não pegue trânsito.
As estatísticas comprovam que assistimos três horas de TV por dia.
Menos você, porque todos os dias você vai caminhar ao menos meia hora (por experiência própria, após quinze minutos dê meia volta e comece a voltar, ou a meia hora vira uma).
E você deve cuidar das amizades, porque são como uma planta: devem ser regadas diariamente, o que me faz pensar em quem vai cuidar delas quando eu estiver viajando.
Deve-se estar bem informado também, lendo dois ou três jornais por dia para comparar as informações.
Ah! E o sexo.
Todos os dias, tomando o cuidado de não se cair na rotina.
Há que ser criativo, inovador para renovar a sedução.
Isso leva tempo e nem estou falando de sexo tântrico.
Também precisa sobrar tempo para varrer, passar, lavar roupa, pratos e espero que você não tenha um bichinho de estimação..
Na minha conta são 29 horas por dia.
A única solução que me ocorre é fazer várias dessas coisas ao mesmo tempo!!!
Tomar banho frio com a boca aberta, assim você toma água e escova os dentes. Chame os amigos e seus pais.
Beba o vinho, coma a maçã
Agora tenho que ir.
É o meio do dia, e depois da cerveja, do vinho e da maçã, tenho que ir ao banheiro.
E já que vou, levo um jornal...
Tchau.....

sábado, 9 de abril de 2011

Sonho de consumo realizado:


M∙A∙C Ruby Woo Lipstick. Uh-hu! Bocão vermelho na área.



Olha a Scarlet Johnson com o meu queridinho:


sexta-feira, 8 de abril de 2011

Ontem eu e uma amiga fomos ao The Twist Pub pra espantar o estresse e dançar all night looong. Ocorre que o DJ levaria Léo Jayme como participação. Fiquei ainda mais animada. Mas não é que apesar de termos chegado às 21:40h a fila de entrada já estava quase quilométrica? Ficamos uns 40 mintos na frente da boate pra entrar e entre chuva e pessoas furando a fila, minha amiga desistiu devido à falta de respeito da política do lugar que só deixa entrar quando a pessoa já pagou todos os seus pecados. Caímos fora e pra terminar de completar a minha noite, nós íamos pra um barzinho que Diogo, ex BBB11 estava. Ninguém merece uma noite tão perfeita , pra não dizer o oposto. Enfim, enchemos a cara de comida mexicana e mais um dia de dieta foi pra o brejo...
Minha vida é isso.

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Ontem eu comprei dois carrinhos e uma cartela com 5 carrinhos daqueles bem descartáveis. Tudo deu $6,00. Comprei pra levar pra clínica que está bem pobrinha de brinquedos. Deixei pra abrir os carrinhos agora pela manhã antes que Gui acordasse pra não ter que "dividir com ele". Ocorre que quando eu peguei a caixa de brinquedos (todos doados por ele e por minhas sobrinhas), Gui vê os benditos e chora um pranto que vem da alma. Gente, ele foi em cima: vc comprou os carrinhos pra os seus pacientes e não me disse nada? Vc não queria que eu visse? ... Vc não compra nada pra mim.
Por que os filhos têm o poder de escancarar o que está lá no fundo de nossa alma, de nos desnundar? Gui consegue me desarticular sempre e ele parece que sabe disso. Ele está sempre me fazendo perceber o que tenho de melhor e de pior tb. Ele conseguiu não só perceber que eu havia realmente escondido os carrinhos dele e o real motivo (eu quase nunca compro brinquedo pra ele).
Quem quer amadurecer a fórceps, tenha filhos!
Agora ele está se deliciando com os sete e com o maior cuidado, pois são dele que vai emprestar pra os meus pacientes (feios, segundo ele).
Amo muito tudo isso.


P.S.: Firme e forte rumo aos 59 kg!!!

domingo, 3 de abril de 2011

Recebi este texto por email, que provavelmente já correu o Brasil, pois veio de Foz do Iguaçu, PR.
Não gosto da Arezzo e das pessoas que conheço, sou a única. Eu acho que os sapatos da Arezzo acabam muito antes do tempo, pois se eu compro um sapato de $150,00, só ando de carro e tenho pelo menos uns 5, então ele deveria durar uns 2 anos em bom estado (por baixo), mas meus sapatos da Arezzo só duram uns 6 meses. Parei de comprar há muito tempo e acho que fiz um excelente negócio, principalmente após ler um email-denúncia como este.


Querida Arezzo,


Eu sempre fui uma boa cliente para você. Apesar das vendedoras esnobes, dos preços absurdos e das campanhas publicitárias cafonas, eu sabia que valia a pena comprar os seus sapatinhos. Ao longo de todos esses anos, foram pelo menos umas 20 sapatilhas, mais scarpins e sandálias e até uma rasteirinha - a única que eu tenho, imagine, logo eu que não uso rasteirinha! Tudo bem, eu sei que não é muito e que tem gente que compra bem mais que eu, mas eu sou uma jornalista pobrinha; se levar em consideração a despesa em relação ao salário, olha, eu fui muito legal com você.
Aí um dia, eu comprei aquele scarpin de "couro" (cof, cof) preto. Salto alto. Plataforma. Eu fico com mais de 1,80m com ele, Arezzo! Tão bonito, tão confortável. Como (quase) tudo que você faz. Justamente por ele me deixar tão alta, usei pouco; guardei essa preciosidade de R$ 270,00 para ocasiões especiais - principalmente quando elas envolviam também o uso do meu vestidinho lindo da Saad.
Comprei o pequenino há dois anos. Usei cinco vezes, e poderia citar todas elas aqui. Durante todo esse tempo, ele ficou guardado no saquinho dele, na caixinha dele. Como muitos outros sapatos lindos que
eu tenho, sabe? Mas tem uma diferença entre os meus sapatos lindos e o seu scarpin. Sabe qual? Eles não se desmancharam. Pois é, Arezzo. Você sai por aí vendendo sapatos que são supostamente de couro (afinal, por esse preço!) e, depois de serem usados cinco vezes, eles desmancham, revelando um tecido vagabundo pintado de tinta texturizada para imitar couro. O sapateiro riu de mim. Riu.
Eu achei que você fosse me explicar isso, que fosse passar a mão na minha cabeça, dizer que pedia desculpas e que isso não aconteceria mais, que foi um erro, mas o que você fez? Me esnobou. "Não nos
responsabilizamos por sapatos comprados há mais de três meses." Como assim, Arezzo? Eu tenho sapatos Topshop, Sommer, tenho até Melissas guardadas há mais tempo do que guardei esse scarpin, e sapatos usados muito mais vezes que esse scarpin e que não se desmancharam!
É por isso, Arezzo, que eu quero que você vá se danar. Sabe o que eu fiz hoje? Eu comprei um scarpin seu. No Paraguai. Por R$ 40,00. Ok, deve ter algum pequeno defeito, mas se é pra se desmanchar
mesmo, né? Que seja a preço de pano pintado. Se é como lixo que você vai me tratar, então é assim que vai
funcionar. E prepare-se, porque eu vou espalhar essa história e ainda contar para todas as pessoas que eu conheço que tem Arezzo no Paraguai a preço de Moleca. Aliás, nem a minha Moleca se desmanchou como a porcaria do seu scarpin.
Então, é isso. Passe bem com as suas vendedoras esnobes, suas sapatrocidades cor de caneta marca-texto e seus sapatos de pano mentirosos. A mim, você não engana mais.
Atenciosamente,

Fabiane Ariello
Foz do Iguaçu, PR, Brazil
Jornalista, tradutora, revisora e escritora.
http://whocouldblameher.blogspot.com/2010/10/querida-arezzo.html

quinta-feira, 31 de março de 2011

Tem uns 13 meses que eu fui em uma cartomante. Abafa. Sei que não é nada legal colocar sua sorte nas mãos de uma pessoa desconhecida, mas vou responder o óbvio do óbvio: "estava precisando de respostas pra minha vida". Oi? Quer lugar mais comum que esse? Na verdade, eu queria saber se eu iria me apaixonar perdidamente por alguém, pois já tinha tempo que eu estava desencantada em relação aos homens.
Ela disse que era psicóloga junguiana (sic), usou um baralho egípcio, a consulta durou uma hora e poderia ser gravada. Não gravei, mas lembro de tudo.
Inicialmente, ela traçou um plano geral de minha vida e acertou tudo, pois já tinha passado. Ela acertou tudo que já tinha acontecido, mas não foi capaz de prever uma coisa sequer do futuro. Minha irmã falou que cada vez que uma pessoa põe as cartas pra vc tem validade de um ano. Eu não sabia disso. Mas neste um ano ela deixou de prever coisas muito importantes como:
- uma "amiga" (da onça) que eu gentilmente abriguei em minha casa e quase me bateu quando eu pedi pra sair após ... quase 90 dias!
- sobre dois canalhas que eu me envolvi e que me decepcionaram.
- sobre o baque que foi perder a minha equipe de trabalho de cinco maravilhosos anos de uma maneira tão mesquinha.
- sobre a minha mudança de setor e como eu iria estar satisfeita com minha nova atribuição;
- sobre minhas crisas com meu filho;
- sobre minha perda financeira.

Ela falou que eu seria uma atleta, então eu fiquei na natação mais tempo do que eu deveria e aturei por quase seis meses uma treinadora pancada que não entendia como eu não conseguia nadar de uma ponta a outra do Porto da Barra três vezes;
Ela disse que eu iria conhecer um homem que a maior cartacterística era "ajudar o outro". Fico me perguntando o quão específico é essa qualidade... mas esse não é o grande amor da minha vida. "Um amor que eu ainda não tive a oportunidade de conhecer" (sic). Esse amor imenso é pra daqui a 4 anos. Lila, aguarde e confie que neste opnto ela vai estar certa!
Disse que eu tenho uma saúde de ferro, mas aos 50 anos eu teria um probleminha de saúde fácil de se resolver.
De tudo o que ela disse uma coisa eu amei: vou vai ter tanto dinheiro, mas tanto que será difiícil pra gastar (ela não deve saber o poder de um visa internacional, tadinha). Disse que eu iria dar certo em minha profissão nova (a psicologia, mas eu sequer citei), que uma mulher mais experiente iria abrir minhas portas e que eu iria usar de muita criatividade nesta área e que eu seria uma pessoa muito conhecida e bem sucedida. Uau! Tomara Deus que ela esteja certíssima. Não é possível ganhar essa fortuna em uma ano. Vou colocar no mesmo prazo do meu grande amor.
Saúde, amor e dinheiro. Pra que mais?

sexta-feira, 25 de março de 2011

Um blog que amo: O batom de Clarice. É lá que eu fico sabendo sobre os produtinhos da Mac, sobre os batons maravilhosos que Juliana nos mostra em sua boquitcha e, principalmente, que uma mulher inteligente (ela é quase uma doutora!!!) pode ser sim muito antenada com as tendências em moda, maquiagem e todo o resto considerado fútil e vazio. Ela tem um lugar cativo em meus dias e em meu coração.
Foi lá que eu vi estes murais sobre os textos de Clarice. Queria poder falar o mesmo de Quintana que é tão devassado pela net e o atribuem tanta bobagem... Vamos, gente, prestar mais atenção antes de repassar um texto antes de pesquisar de quem realmente é. Muitas vezes são belíssimos, mas não é de uma Clarice ou de um Quintana que se trata.

quarta-feira, 23 de março de 2011

Project 10 pan

Alguém já ouviu falar?
Minha internet que tá uma porcaria e só funciona quando quer (a despeito de eu ligar diariamente pra Oi Velox), ainda me permite ter acesso a coisinhas bem legais nos blogs das fashionistas e loucas por produtos de beleza e maquiagem. Dentre as coisas que li esses dias, este projeto 10 pans muito me interessou.
Li no Vende na Farmácia e no Vanity Queens sobre os 10 pans. Esse é um projeto que surgiu no Youtube pelas gringas que, atoladas de tanta maquiagem, escolheram 10 produtos para usar até o fim antes de voltar a comprar ainda mais maquiagem. A pessoa se compromete em usar seus produtos até o fim antes de comprar mais. O objetivo é usar o que tem antes de vencer.
Começou com maquiagem, mas eu tenho alguns cremes que vou incluir em minha listinha, pois não tenho tanto item assim de maquiagem que não uso. Amei e já tinha me comprometido a usar TODOS os produtos e perfumes antes de acabar meus 1001 dias. Tenho uma lista dos que estou usando agora até 23/09/2011 e dos próximos que vão entrar. Foto, só depois. Detalhe: a minha lista de 10 pan tem 11 produtos. Ei-los:

Bio redutor Natura Chronos Corpo;
Creme esfoliante para os pés Ekos castanha.
Creme nutritivo Rigen da Alfaparf;
Creme para mãos da Renew;
Gel hidratante facial da Clinique;
Máscara para cílios Super Shock da Avon;
Óleo trifásico Ekos Pitanga;
Polpa hidratante para os pés Ekos castanha;
Sabonete esfoliante Natura Faces;
Sabonete líquido esfoliante Ekos Pitanga;
Sombras da Natura Faces;

P.S.: Não consigo sair dos 60,3 kg. Nem sei mais o que fazer...

sexta-feira, 11 de março de 2011

Daqui.

domingo, 6 de março de 2011

Considerações sobre o meu controle de peso após 34 dias


Começo meus projetos com todo o gás, mas chego cansada e não consigo fazer esteira nem ler os textos. O período que eu realmente consigo estudar é na clínica esperando meus pacientes e tá muito pouco pra o que eu quero atingir de leitura e de conhecimento. A partir deste mês vai aumentar a minha carga tanto de leitura quanto de atividades, pois aqui em Salvador as coisas começam realmente após o Carnaval.
Ponto forte: consegui fazer esteira 3 vezes por semana e desço as escadas todos os dias.
Ponto fraco: estou ainda na luta pra Gui dormir no quarto dele e acordo mil vezes na noite.

Farinha de trigo branca e derivados de leite: foi tranqüilo. Só tive dificuldade com minha vida social, pois todo mundo consome trigo.
Continuar: (1) cortar de uma vez o leite e derivados (alimentos já fabricados estão fora) e (2) continuar sem comer farinha de trigo e derivados, exceto 1 vez por semana, não acumulável (pra não me tornar uma xiita).

Dieta dos pontos (22 diários + 35 pontos flex) com 5 refeições diárias: fácil, pois não sinto fome e vou dormir alimentada, mas vou fazer uns pequenos ajustes, voltando a tomar meu shake pela manhã e comendo minha proteína a noite. Acho que vou incluir um copo de suco de uva como ceia. Vou pensar.
Ponto forte: sigo o meu plano alimentar com louvor, nem na TPM tenho vontade de esbaldar.
Ponto fraco: muito café e quase nada do mix (amêndoa, azeitona, passas, castanha, nozes). Quando tomo o shake (1 fruta + 1 cl de aveia + 1 cl de linhaça + 1cl de fibras) fico cheia de gases e tenho vontade de ir ao banheiro o dia todo, mas quando tomo a noite fico pesada e não durmo bem. Resolvi tomar durante o dia, pois, apesar dos efeitos colaterais, me alimenta e eu consigo agüentar os 22 pontos sem fome.
Nova meta: comer 6 azeitonas diárias em substituição ao leite e derivados que eu excluí de minha dieta, comer 1 barrinha ou o mix e comer 3 porções de frutas por dia.

Esteira: o pior de todos, pois amo fazer de paixão, mas não tenho gás após um dia inteiro fora de casa e sem dormir direito.
Nova meta: vou carregar minha sapatinha na bolsa e vou subir segunda, quarta e sexta os 10 lances de escada até o meu setor. Vou começar este mês fazendo esteira terça, quinta, sábado e domingo para avaliar.

Quanto à minhas leituras, tenho sim que retomar o pique, pois vem muita coisa pela frente, novos projetos, mais pacientes e os dois cursos de psicanálise que eu faço vão começar semana que vem. Ah! Mamis vai pagar minha Pós! Chique, né?

Ouvindo os conselhos de meus leitores (Gildo e Léa), vou manerar um pouco comigo. Quanto à punição, vou liberar, pois não estudo ou não faço esteira porque não quero e realmente eu vou emagrecer sem sofrimento, pois não suporto mais a casa dos 60. Coloquei o pé na casa dos 50 durante uns dias e me senti tão “levinha” que quero isso pra mim sempre!!!!

Momento mastercard: terminar de assistir Criminal Minds pra começar a ver NCIS que eu amo!!! E só vejo série on line na esteira. Existe bônus melhor do que este? Só caber em um vestido bala (38) que só entrava em mim quando estava grávida de dois meses...

sábado, 5 de março de 2011

Muito legal. Do Acidez Feminina.

quinta-feira, 3 de março de 2011

Já é Carnaval, cidade! Acorda pra ver.
Começa hoje, galera!! É hoje que tem o bloco Os Mascarados, amanhã que tem a pipoca do Bloco Happy (infantil) e segunda tem o Bloquinho de Jau no Pelô. E assim acaba a minha participação no Carnaval de Salvador.
Não é porque eu não vou que eu não curto cada momento de folia, mas tudo enquadrado, protegidinha em casa no sofá, só com o controle nas mãos.
Um colega de trabalho disse que aqui no Rio Vermelho vai ter palco alternativo de rock. Se realmente rolar, eu vou abrir uma exceção em minha extensa agenda carnavalesca pra conferir o que há de bom, pois amo rock.
Fim de papo.

quarta-feira, 2 de março de 2011

Eu preciso de férias de filho. Alguém já ouviu falar disso?
Quem quiser que me critique, pois eu é que sei como tá difícil viver apenas para cuidar de um filho que não me obedece e que não me deixa nem ir no banheiro sozinha (o mínimo que uma mãe faz). Computador? Esteira? Filme (quáquáquá)? Livro? Nem lembro mais o que são essas coisas... Sério, tem 10 dias que eu tô vendo a Rede Social e ontem a noite vi 28 minutos de Bruna Surfistinha...
Tá f*, tá difícil e se me perguntarem onde estou errando e perdendo a mão eu nem sei apontar e olhe que eu sou psicóloga de criança. Bem, eu sei, mas é difícil admitir que vc fez tudo errado desde a escolha do pai. E deve ser muito mais difícil pra o filho saber que tem um pai que não tá nem aí pra ele, que a avó conta os segundos pra mãe pegar e que a mãe conta os segundos pra ele dormir e poder ser uma pessoa, além de mãe (minha imensa responsabilidade nesta história).
Gente, eu nem banho eu tomo sozinha, eu não sei mais o que é ficar com 1 hora disponível pra mim, pois são tantas coisas pra dar conta que eu nem sei por onde começar. A única coisa que eu realmente faço é limpar a cozinha e ver filmes on line. Quem sobra? Nem sei mais se sou eu ou se é o meu filho.
Mas fica aqui um conselho, se é que isso é possível: só tenha filhos se vc tiver preparada pra abrir mão de vc mesma sem esperar do homem. Pode ser que eu seja pessimista e que eu não tenha dado sorte, mas conte sempre com o imprevisto e com a pior das hipóteses. Quem falou que o exercício da maternidade é a melhor coisa do mundo no mínimo tem uma babá e/ou um marido excelente aguentando todas as pontas ou colocando as coisas em casa pra que a mãe só se dedique à cria.
E pensar que eu iria ter um filho prematuro cheio de sequelas, e que no mínimo ele seria cego... Deus protege sempre e u devo colocar meu joelho no milho e agradecer pelo meu filho lindo, perfeito, inteligente e parceiro, mas tô tão cansada, triste, vendo minha vida passar de relance e sem chances de mudança que só penso no meu próprio umbigo.
Cadê a minha análise que  não faz efeito, hein? Cadê? Será que voou ser sempre essa pessoa reclamona e chata? Juro que eu esperava mais de mim como pessoa e de meu futuro.

Fica uma música que embalou a minha juventude e que eu lembro sempre, sempre, sempre, sempre....

"A vida que me ensinaram como uma vida normal
Tinha trabalho, dinheiro, família, filhos e tal
Era tudo tão perfeito se tudo fosse só isso
Mas isso é menos do que tudo,
é menos do que eu preciso
Agora você vai embora e eu não sei o que fazer
Ninguém me explicou na escola
Ninguém vai me responder

Eu sei a hora do mundo inteiro
Mas não sei quando parar
É tanto medo de sofrimento
que eu sofro só de pensar
A quem eu devo perguntar aonde eu vou procurar
Um livro onde aprender a você não me deixar
Agora você vai embora e eu não sei o que fazer
Ninguém me explicou na escola"

A questão não é ele ter ido embora em si, é ninguém ter me ensinado a fazer com o que sobrou de tudo. Eu me vi com as mãos atadas e parece que estou assim até hoje. Será que é Gui quem vai me soltar do meu aprisionamento? Se for eu mesma, tô mais fucked que eu pensava...

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Semaninha difícil a passada. Quase não dormi, quase não estudei, quase não fiz nada, além de trabalhar e tentar dormir. Estou em uma luta com Gui pra ele voltar a dormir na cama dele, mas ele acorda e vai pra minha cama umas três vezes na noite e meu sono está todo entrecortado. Essa noite eu deixei ele terminar de dormir comigo, pois não tava conseguindo mais nem pensar. A sensação que eu tenho é que a cada dia eu vou perdendo a mão um pouquinho. E isso é cíclico.
Ele está nervoso novamente, jogando as coisas, me xingando, querendo me bater, me dando ordens, querendo falar mais alto que eu. Imagino que é por eu estar aérea, não estar inteira com ele quando eu estou com ele. Essa semana eu estou experimentando um sentimento que até então era bem novo pra mim, eu estou com sangue nos olhos pelo pai dele. Garrei ódio pelo pai dele e não me pergunte porquê. Não sei o exato motivo, mas precisa? Fico com ódio de mim por ter me permitido me relacionar com uma pessoa tão imatura, tão despreparada pra vida.
Por que, meu Deus, eu me apaixomei e dei os melhores anos de minha vida num relacionamento fadado a dar errado? Por que após tantos anos eu ainda sofro tanto com isso? Por que eu não me perdôo? Por que eu fico remoendo tudo, tudo, os milímetros das coisas? Por que eu simplesmente não apago? Parece que a minha ficha das coisas só cai quando não tem a menor graça.
Eu ficava muito me apegando que ele quis ter filho comigo, quis ter uma família e homem nenhum quer, mas a que preço? Será que eu não sou merecedora de um cara legal e preciso ser grata a vida eternamente por ter tido a oportunidade de ter meu(s) filho(s) e ter tido a (infeliz) experiência da vida a dois? Lila, essa crise já nem tem mais graça... cadê a pá de cal pra eu encerrar essa história?
Sabe quando vc não aguenta nem mais ouvir a voz? Ver a cara?
Acho que Gui tá sentindo tudo isso e está sofrendo muito, pois ele tá bem marretinho e chatinho. Eu tô um poço de chatice e ele tá se refletindo em meu espelho. Eu até dei umas surrinhas nele etô péssima com isso.
Eu fico pensando "que posts chatos e enormes, quem vai querer ler?", mas sabe de uma? Isso aqui é meu descarrego, eu às vezes entro e fico pensando em postar, mas eu tô tão sem coragem que me falta até garra de escrever o que está me fazendo viva.
Um preciso aprender a me perdoar das coisas, pois eu sou humana e tenho direito de cometer minhas falhas e meter meus pés pelas mãos, mas por que eu me culpo tanto por não ser perfeitinha? Quem vai conseguir ler tanta coisa? Estudar tanto texto pra ter direito a uma saída? Por que eu simplesmete não posso me dar ao luxo de ficar um domingo de prega, de ressaca sem ter que ler nada ou ter que fazer coisa que preste? Tô me cansando de tantas imposições que eu me faço.
Tô com me cobrando demais, até meus novos colegas de trabalho já perceberam isso.

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Meus finais de semana têm sido dedicado a Gui. Durante muito tempo eu ficava de mimimi dizendo que o pai não pegava, não dava atenção e ora eu ligava pra ele pegar o filho, etc ora eu não ligava, mas ficava na maior marra quando ele não pegava. Não sei o que mudou, mas tem um tempo que não sei precisar que tudo mudou. Eu decidi dedicar meu tempo livre pra o meu filho e de coração, sem me cobrar por não fazer esteira, estudar, assitir TV, ficar na net, dormir, cair na farra. Aceitei que o meu filho é responsabilidade minha e apenas cabe a mim  fazer da infância dele um momento pra ele (e eu) recordar (mos). E tem sido assim.
Sábado pela manhã geralmente tenho reunião de um grupo de estudo sobre autismo ou grupo de mães (dos autistas), mas quando não tem, é praia. A tardinha, é McDonald ou Game Station ou Playland ou festinha infantil (tô até gostando, pense aí)... Domingo, é parque da cidade, é parque de pituaçu, é praia, é almoço de amigos, mas Gui Gui a tiracolo ... Enfim, aceitei que estudar e fazer o mínimo durante a semana só depois que ele dorme, que os finais de semana são dele e eu me divertindo junto (juro que tô até achando legal ficar de planta, ops, de mãe só olhando ele brincar).
E olhe as vantagens dos útimos dias: ele está enfim dormindo na caminha dele, está indo de tênis pra escola, está dormindo às 21 e acordando às 6h (uffffffffffffa, minha mehor conquista, pois acordar TODOS os dias da minha existência às 4:30h não é fácil).

Moment mastercard do final de semana: entrei em uma bermuda que já fazia muito tempo que não cabia em mim (oi?)

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Que maldade. Daqui.

sábado, 12 de fevereiro de 2011


Zapeando por aí... é a mais pura verdade.
Daqui

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Confessionário
- Comprei uma máscara para cílios da maybelline, mas ainda não abri, pois não estou merecendo. EStou com 60,90Kg (-1,8 Kg).
- Comecei minha "dieta rumo aos 54 Kg" há 9 dias e já deslizei duas vezes: domingo fui a um aniversário em uma pizzaria e óbvio que eu não fiquei em uma fatia, mas também não enfiei o pé na jaca. Foi normal, mas comi mais de uma porção de carboidrato no dia e ainda dividi uma coca (arg!!) com uma amiga.
- Outro: comi uma fatia milimétrica de torta de chocolate (aniversário de colega de trabalho é uma m*), finíssima e nem acredito que não repeti. Até eum desacreditei.
- Não estou subindo as escadas todos esses dias: subi 3 vezes, mas desci todos (fácil, né? bobinha);
- Estou firme e forte sem comer farinha de trigo, o meu carboidrato é minimamente arroz integral no almoço ou aveia no shake pela manhã).
- Esteira + Criminal Minds? Tô dentríssimo.
- Segunda e ontem não fiz esteira porque minha conexão tá péssima. Já liguei pra GVT, mas já atingiram o limite de ligações em minha região. Até nisso eu dou sorte. É sky (longa história pra boi dormir), GVT ...
- Tô super cansada, pois aqui em Salvador tá fazendo um calor infeliz e já tô naquele esquema maravilhoso: levar Gui + clínica + trabalho + curso + coisas de uma dona de casa + o que ocorrer. Meus dias são uma loucura, pois todos os dias tem um imprevisto pra eu dar conta e eu não tenho espaço nas agendas (uma pra mim, uma pra os pacientes e outra pra o trabalho na repartição, outra novela em minha vida).
É isso.

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Desafio "controle de peso" nº 1

- Durante 30 dias:
* Nada de leite e derivados;
* Bebidas possíveis: água, café e suco de laranja;
* Uma única porção de carboidrato por dia.

Valendo!
Antes de morrer, eu quero... conhecer o mundo!
Antes de morrer, eu quero... mergulhar!

Estas são as duas respostas mais comum que eu li em um site bastante interessante que mostra a foto da pessoa em várias cidades dos EUA, da India e de um hospício. Vi váááárias fotos (tempo bebo, só pode) e duas coisas me impactaram: (1) como o americano médio se veste mal e (2) como eles se preocupam com o pagamento do empréstimo para fazer faculdade.

Antes de morrer, eu quero... escrever um livro! E vc?
Daqui.

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Que semaninha dificíl, hein? Custou a passar, mas no final deu tudo super certo. Quarta, eu perdi a minha manhã em um tabelionado pra autenticar um documento que incusive não era pra mim (oi?) e pior, não consegui, pois o sistema caiu e eu coloquei a minha RAIVA no saco e fui embora atrasada, com tudo me esperando. Paguei três horas de estacionamento, peguei um engarrafamento daqueles e ainda tive que ficar 40 minutos na entrada da garagem que eu estaciono no trabalho esperando surgir uma vaga. Fiz uma coisa que há muito tempo eu não fazia: chorei de raiva. Literalmente. E estava de rímel. Foi um horror ter que subir com mais raiva ainda, lavar o rosto e questionar a mim mesma "cadê a pessoa amorosa que habita em vc?" " não era vc que iria amar sem olhar a quem?". "E aí? Brochou logo de primeira?", entre outra coisas agradáveis de se pensar. Pra terminar de completar, eu moro no miolo da festa de Iemanjá e peguei 2:30h de engarrafamento pra chegar em casa no final de um dia de m*.
Mas no outro dia resolvi perder esse mesmo tempo com uma revista e fui. Cheguei umas 07:30h e fiquei até 12:50h esperando a minha vez, pacientemente, pois quando vc está no inferno abraça o capeta e pronto. Enfim, é bom vc se testar pra ver até onde vai o seu amor pelo outro, até onde vai o seu amor próprio e até onde vai o amor do outro por vc. Saí de lá achando que acertei na loto e pronto. Feliz da vida por ter dedicado 2 manhãs da minha vida ao outro. Ponto. Assunto encerrado.
Deus se manifesta nas pequenas coisas. Eu já falei aqui que mudei de setor? Pois é, mudei e chegando lá deparei com um computador que tinha sido refugo do Banco do Brasil há 10 anos. Ele leva uns 20 minutos para ligar. Juro. Cheguei (ainda bufando de raiva) e tinha em minha mesa um computador novinho, tela fininha e mil vezes melhor do que eu tinha no meu antigo setor (o melhor do local).
E não terminou aí as minhas bençãos: fui chamada por uma colega de faculdade pra atender em uma clínica que ela já trabalha, consegui marcar um pacote de tratamento que eu comprei no peixe urbano e eu já dava como perdido, consegui terminar as 5 temporadas de Dexter, consegui estudar 4 textos, comi 2 pasteis (foi mal) ... consegui acabar com todos os itens penentes em minha agenda! Isso não é pouca coisa.
Sei lá, precisei chorar de raiva em um dia pra poder ver a beleza das coisas no outro.
Parafraseando Patricia, essa é minha vida, Brasil.