segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Amo essas maluquices que eu acho no youtube..........................
Amo clipe desde a época que eu chegava da farra e ficava vendo MTV pra relaxar os ouvidos e o zumbido da cabeça e dormir. Ultimamente vejo muito pouco, mas o suficiente pra matar minhas saudades e me inteirar do que rola no "tubo".




Um prelúdio do que pode ser este ano que vem: muita alegria e levar um pouco de leveza para todos os ambientes que frequentamos.



quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Estou fazendo muitas arrumações aqui em casa.
Gui está em Feira desde dia 12/12 e eu estou aproveitando. Trabalhei até dia 19/12, no dia seguinte fui pra vários compromissos já agendado: comprar presentes de Natal e de Ana, médico a tarde inteira e confraternização a noite.
No dia 21/12, eu fiz faxina nos armários meu e de Gui. Quanta coisa eu tirei, viu? Muita coisa eu doei, outras, eu joguei fora e no mais, foi só organizar, limpar e guardar.
No dia 22/12, fui pra Feira de Santana pegar meu filho e ver quem iria passar o Natal comigo em Itacimirim, onde meu querido está trabalhando duro, tadinho.
Olha que lugar lindo:


Fomos eu, Gui, minha irmã, marido e filhas. Foi muito legal. Só tínhamos nós em um resort inteirinho. Levamos a ceia e às nove da noite, todos saímos da piscina e de biquíni mesmo comemos.
Tomamos banho pra troca de presentes. Foi muito legal. Amei meu Natal.
No dia 25 de manhã aconteceu uma coisa: minha irmã disse que acordou e quando olhou pra porta, viu uma criança a cara de Gui, só que com uns 10 anos. Quando ela olhou, ele correu. SERÁ QUE ERA GABRIEL, MEU FILHO QUE JÁ MORREU E VEIO PASSAR O NATAL CONOSCO?

Não sou espírita e a ideia de espírito me enche de medo, mas será?

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Ufa!
Meu final de ano tem sido movimentadíssimo! Trabalhei muito nestes últimos dias e foram tantas emoções:
- uma colega de outro estado vai voltar;
- um colega quase perde a função comissionada e eu fui a mediadora entre ele, a direção e a poderosa chefona. Neste ínterin, tive uma conversa com ele perguntando se ele queria ser visto como o enrolão, o que só chega atrasado, o que não tem compromisso e pedi um esforço pra ele se adequar ao que a direção esperava dele.
Minha gente, isso deu tanto pano pra manga! A minha chefe imediata disse que eu não poderia pedir que ele se adequasse e sim, mandar ele se adequar. Quáuáquá. Quem lida no dia-a-dia com ele sou eu e não iria comprar uma briga com um colega que é enrolão, não quer nada, mas tem as costas larguíssimas e que quem iria sair queimada seria eu. Enfim, conseguir dirimir o conflito.
- vai chegar uma colega nova muito simpática e agradável.
- tive uma briga daquelas com um colega que gritou comigo. Ele disse que trata todo mundo assim e eu disse a ele que não era todo mundo e que não admitia que ele gritasse comigo. Tá tudo bem, dei meu recado.
- Mrs Know-at-all estava de férias, então o clima tava ótimo.
- Claro que tive altas discussões com Chatonilda, mas acabou tudo bem.
- Estou de recesso até dia sete e me prometi trabalhar, mas não fiz nada de trabalho e sabe que não pretendo? Tenho tanta coisa pessoal deixada de lado pra resolver que não tô com saco pra nada disso.

domingo, 9 de dezembro de 2012

Gente, como tem sido difícil viver a vida, literalmente! Como tem sido difícil entrar semana e sair semana trabalhando, tentando dar o melhor na educação do meu filho, tentando não engordar, me exercitar e fazer o meu melhor como pessoa! Como eu tô cansada fisicamente.
Cada dia eu acordo mais cansada, mas desgastada e pensando como é difícil se manter em uma rotina de atividades. Minha vontade é só descansar, ficar de prega.
Gui tá cada dia mais traquina, aprontado mais e mais, me dando vários prejuízos financeiros com as coisas que destrói em casa, sem falar nos machucados no corpinho dele. Meu Deus! Como é difícil ser mãe!
Tô tão esgotada fisicamente que eu fico pensando em como eu vou conseguir fazer tudo o que me proponho. Tenho até preguiça de começar a fazer de tão esgotada.
Não vejo a hora e conseguir fazer uma coisinha de cada vez e num continuado, dar conta de tudo. Fico com verdadeira admiração de quem consegue se planejar e dar conta de todos os itens de sua lista diária.
É isso.

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Ontem eu bati o carro no fundo de outro carro e foi uma das experiências mais terríveis que eu já passei. Não desejo a ninguém. Estou bem, aliás ótima, principalmente agora que já passou tudo, inclusive a burocracia da queixa na SET para o seguro do carro liberar o conserto. Enfim, não tive sequer um arranhão, apesar de ter sido uma colisão bem feinha.
Agradeço a Deus a oportunidade de usar este episódio pra repensar a minha vida e no tanto de preocupação sentido com coisas bobas, como "estou com a barriga enorme", "tenho uma lista enorme de filmes pra ver", "oh, passei meu final de semana inteiro apenas sendo mãe, sem nenhuma emoção sendo eu mesma". Blá-blá-blá apenas, pois quem está sendo mãe por mim? E mais: tem milhares de pessoas que vivem emoções pra lá de mirabolantes na intenção de ser ... mãe. E eu tenho tudo o que preciso na altura das minhas mãos, não preciso viver reclamando por não estudar, por não emagrecer, por estar presa em casa cuidando de meu filho. Acordar é bem e nada melhor que em grande e estrondoso estilo.

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Eu quero matar quem inventou o amor. Sem mais.

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Minha vida tá uma desorganização enorme. Inclusive o meu raciocínio. Depois que eu passei no concurso analista administrativa do Judiciário, eu nunca mais tinha pensado em fazer outro concurso. Aliás, nem é uma vantagem financeira assim tão grande que valha a pena começar de -10 e voltar a estudar. Meu salário não é maravilhoso, não é isso. Eu tô levando em conta o que já conquistei: moro em Salvador, quero ser psicanalista, quero fazer uma pós na área de psicologia, quero estudar inglês, quero estudar as milhares de coisas que eu já tenho de psicologia e o mais importante: meu filho está com seis anos e eu teria que abrir mão de ficar como ele pra estudar (que é impossível, pois nem pós eu consegui fazer ainda)
Se eu voltar a estudar pra concurso, serão no mínimo uns três anos pra passar. Sei disso. Sei também que eu posso ir morar em uma outra cidade e que não terei tempo pra psicologia, pois terei que começar tudo novamente em outra realidade.

Enfim, apesar de meu salário está defasado e de o Judiciário estar espoliando a dignidade de seu servidor, principalmente o antigo, eu não tenho tempo pra pensar nisso. Vou me dedicar à psicanálise e ver no que dar.


By the way, minha vida está adormecida em algum lugar em meu trabalho e a sky e não tô conseguindo pegar o prumo. Tô tão cansada que nem ânimo eu tenho. Preciso reagir.

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Imagino que TODOS viram isso, mas vou postar pra no futuro, quando tiver zapeando meu blog, eu lembre que graças à  Deus, eu tô fora dessa:

Os dez atos de corrupção mais comum no dia a dia do brasileiro:


Não dar nota fiscal
Não declarar Imposto de Renda
Tentar subornar o guarda para evitar multas
Falsificar carteirinha de estudante
Dar/aceitar troco errado
Roubar TV a cabo 
Furar fila
Comprar produtos falsificados
No trabalho, bater ponto pelo colega
Falsificar assinaturas

P.S.: Já tive TV a gato, mas me arrependo profundamente e hoje eu digo com todas as letras: nada melhor do que viver dentro da "legalidade". Os outros itens, apesar de tão comuns que foram banalizados, eu não pratiquei.

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Ai, ai, ai, está chegando a hora!!
Hj a noite uma amiga muito querida chega de Paris.
Tô morrendo de vontade de saber suas novidades.

No mais, tudo continua igual: muito cansaço, muito trabalho, nada de estudos, subindo e descendo escadas na tentativa de emagrecer, esteira, pilates, dieta e a novidade das novidades: CHIA!

Às vezes, eu acho que se me falarem que cocô emagrece, eu vou cair nessa... Que desânimo não emagrecer. Ando muito desanimada de tudo. Devo incluir um zinco em minha dieta? Ou vergonha na cara serve?

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Estava eu SEM NADA O QUE FAZER (not), olhando minhas postagens antigas, quando vi alguns direcionamentos que eu tomei em julho/2012. Vou fazer a verificação do que foi feito, do que está a caminho e do que foi abortado
:- Nada de compras durante seis meses, exceto os $1.200,00 euros que eu já havia planejado levar pra Europa -> termina em 13/12/2012; (meu slipper de oncinha vai ficar para o Natal, mas você pode me presentear!!); -> desisti do sliper de oncinha, preciso de uma sandália preta para trabalhar;
- pagar uns débitozinhos com minhas hermanas (uns R$200 ao todo);
 - presentes de aniversário de João Paulo e de João Vitor (foram este mês)
- Fazer a hidratação e as coisinhas que eu já tinha me comprometido com Babu; -> OK
- Unha e sobrancelha: 2 vezes por mês; -> OK
- Depilação: 45 dias e apenas o básico; -> OK
- Torrar 5 quilos até o dia 13/12/2012 com a dieta prescrita por Dr. Fábio; -> cada vez mais firme!!!!
- 1 mês sem carboidrato de farinha branca; - Foi facinho, a partir do dia 23/10/2012, será até o dia 13/12/2012;
- 1 único doce por semana -> PEQUENOO! - > OK
- 2 meses a base de água, café, chá e quando sair, água tônica ou água com gás; -> água com ou sem gás;
- 1 mês sem sair pra qualquer evento social, exceto S.João em Feira (já agendado) e festinhas que Gui é convidado (SEM CONSUMIR!!!); - > beeem difícil, o jeito é ficar antissocial.
- Em casa: trabalhar dia sim, dia não e intervalar com os estudos. -> ainda não consegui.
- Ficar de prega os sábados e aproveitar o domingo para estudar MUITO. -> inverter, pois domingo eu tô uma preguiça só.


O que eu TENHO que fazer e/ou comprar e não sei de onde tirar:
- trocar a fiação elétrica da casa (pra ontem);
- comprar 1200 euros (pra anteontem);
- consertar o portão eletrônico (outubro ou novembro);
- fazer barba, cabelo e bigode do meu carro (check up to-tal);
 - comprar uma máquina de lavar roupas nova (pode esperar para o 13º -> remediado é uma m*);
- trocar a faixa da esteira e comprar lubrificante (setembro);
- trocar a borracha da porta da geladeira (setembro);
- comprar os presentes de aniversário de Julia (foi em dezembro/2011), de Helena (foi em fevereiro/2012), a saída da maternidade de minha doce Alice e o sling de minha hermana -> julho para pagar em agosto (tô literalmente fu*);
- Contribuir com o chá de fraldas de minha irmã (julho);
- resgatar os produtos que comprei no morangão e que foram taxados (kkk);
- comprar um livro importante pra estudar um caso clínico (julho);
- revelar umas fotos pra colocar no mural que comprei há um tempão (após voltar da Europa);
- ver os filmes guardados na sky para liberar espaço para outros (yess);
- ler uma revista por semana;
- organizar a minha vida estudantil e as minhas leituras;
- organizar alguns pontos do meu trabalho que só posso fazer em casa;
- estudar inglês;
- organizar quatro viagens para o ano que vem: São Paulo (ainda não decidi), Caldas Novas (carnaval), Europa (ver destino - abril ou maio), Recife (tirar o visto).   

O que eu PRECISO fazer, mas pode esperar:
- comprar duas calças jeans M. Officer pra trabalhar;
- Consertar algumas roupas com uma costureira das boas, barata e que não seja enrolada (alguém me indica aqui em Salvador?)
- comprar uma sandália linda, mas confortável pra trabalhar;
- comprar uma sapatilha ou slipper preta pra caminhar do estacionamento até o trabalho (10 minutos - velha é a sua mãe!) - > tenho uma, mas está nas últimas.
- trocar o forro do sofá, das cadeiras;
- pintar a sala e colocar o espelho na parede de entrada da porta principal;
- colocar o consultório (breve);
 - colocar uma peça da cozinha no lugar (foi destarrachada pra colocar o fogão que ganhei de minha sogra - apesar de ter menos tempo de comprado que o meu, está muito mais acabadinho, mas o meu tem quase 10 anos e o forno não funciona - pensando bem: seria mais lucro permanecer com o meu).
- colocar a viga de aço na sala;
- trocar minha cama;- trocar os colchões;
- reorganizar o quarto de Gui;
- comprar os presentes de casamento de minhas amigas (Babi e Ju);
- Pagar uns 500 a D. Clarice;
- Pagar uns 2000 a Léa;
- Pagar 3000 a mainha;- Fazer meus óculos;
- Trocar as lentes de meu RayBan;
- Comprar um biquine urgente, pois os meus ou estão velhões ou são de velha (enooormes);
- Arrumar o que falta do quarto de estudo;
- Arrumar o guardarroupa de Gui e os brinquedos;
- Pesquisar (no recesso) sobre convênios e o que é preciso fazer para ser um "beneficiado");
- Me inscrever na Pós.


O que DESEJO comprar e vou, num futuro beeem próximo:
- uma máquina de lavar pratos (sim, sou dessas);
- uma sandália altona da emporio naka;
- quatro calças pra trabalhar;
- cinco vestidos clássicos para trabalhar;
 - trocar meus pinceis de maquiagem - > comprar MAC, obviamente;
- comprar uma bolsa nova da Michael Kors, daquelas enoormes;
- Pirei o cabeção e estou salivando por uma Loius Vitton, óbvio que me resta juízo: a clássica que todo mundo tem;
- um relógio Michael Kohrs "ouro rosa"; -> gastei $$ em tratamentos para emagrecer e literalmente rasguei o meu dinheiro e para aprender, NÃO vou comprar este relógio pra toda vez que eu lembrar dele, eu aprender com os meus erros.
- um RayBan;
- viajar pra Orlando e torrar dólares em futilidades e nos parques temáticos (qdo Gui tiver 7 anos);
- descer na tirolesa de Morro de São Paulo;
- dois biquines novos: um preto de cortininha e outro beem lindo;
- comprar dois vestidos longos na Forever 21;
- ....
- infinito e além.

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Tô longe do meu blog há tanto tempo que tô até enferrujada. Tantas coisas aconteceram que eu nem sei por onde começar...

# Hoje é aniversário de OL e ele não vai trabalhar pra ficar com Gui. Pena que eu não possa ficar em casa também... Vou curtir um pouquinho dessa farra a noite.
# Dia três eu fiz quarenta anos. Comemorei em um bar ao som de samba e eu amei. Foram alguns amigos queridos. Eu não me sinto com 40 anos, apesar de que meu corpo já reclama um pouco:
- me canso com mais facilidade do que antes, não tô conseguindo mais dormir tão pouco (umas 4 horas por noite) como eu dormia antes;
- minhas pernas doem muito, tanto que eu adotei as sapatilhas pra minha vida;
- tem alguns anos que venho percebendo uma fragilidade muscular, por exemplo: depois de um treino bobo de pilates eu mal consigo controlar a tremedeira nas pernas e nos braços, a ponto de parecer que eu tô fraca e vou cair. Sem falar nas cãibras;
- se eu sair pra dançar, no outro dia eu preciso descansar quase que um dia inteiro (pura verdade, sem exagero);
- está mais difícil emagrecer e manter um peso mais baixo. Não tô conseguindo descer os ponteiros da balança;
- não tô conseguindo estudar, pois ando num esgotamento mental muito grande;
- parece que meu corpo sonha com uma cama;
- minha visão noturna deu uma deteriorada de uns meses pra cá: parecer que tem uma névoa eterna nas vistas, mas eu consigo ler bem;
- Não tenho vontade de estudar, de ler ou mesmo de me esforçar pra começar, porque começando eu engato. Isso eu acho que é preguiça, mas antes eu tinha mais domínio de minha vontade.

Não vou só reclamar.

# Arrumei meus livros, separei o que não quero pra doar, os que vou ler e os que são de estudos;
# Arrumei minhas revistas;
# Arrumei meus produtos;
# Arrumei minhas roupas, separei o que tá velho, o que eu vou dar e o que eu ainda posso usar. Decidi que vou comprar quatro calças de qualidade: duas jeans, uma preta e outra escura. Vou separar uma grana pra comprar umas quatro peças de roupa pra sair, porque tenho muita roupa, mas tudo batida. Ainda tenho quatro vestidos que nunca usei e um macacão saruel. Mas falando francamente, tenho um monte de roupas guardadas porque não estão cabendo em mim, sem contar no monte que eu tenho que fazer pequenos ajustes e eu tô esperando uma grana maior que não chega. De fato, preciso emagrecer, porque roupa tenho de sobra.
# Quanto aos sapatos, também tenho, mas ainda assim preciso de um preto para trabalhar. Um que seja confortável, baixo, mas com um saltinho pra não ficar tão baixinha;

O que falta:
# Arrumar o armário de Gui;
# Separar os brinquedos que prestam, os que eu  vou doar, o que eu vou colocar pra ele brincar, etc;
# Arrumar minha bancada;
# Organizar minhas finanças. Não estou devendo nada, mas tenho muito o que comprar, porque parece que tudo aqui em casa ficou velho e estragado de uma hora pra outra e eu quero fazer tipo um investimento pra comprar coisas novas sem mexer muito em minha conta.
# Preciso arrematar a obra de eletricidade, porque até hoje tem umas coisas fora de lugar;
# Preciso colocar a viga de aço na sala (falei da rachadura em outro post);
#  Este final de ano  eu faço a obra do consultório e todo o que isso envolve: reforma, portão eletrônico, móveis, brinquedos, armário, etc.
# Quero trocar os colchões da casa porque estão TODOS muito mijados. Meu filho até hoje não consegue acordar sozinho pra fazer xixi e eu preciso acordá-lo pra levar pra o banheiro e nessa brincadeira. até o sofá já foi mijado. Triste, mas é verdade.
# Fazer minha pós.

# Depois disso, tirando a pós que são anos pagando, eu vou trocar os móveis do quarto de Gui, trocar os móveis da minha sala e arrumar o quintal.

quinta-feira, 27 de setembro de 2012


A "cara" da Bahia


Há seis anos, o cartunista Sidney Falcão produziu uma série de charges sobre os maus hábitos do baiano, mais especificamente do soteropolitano, como uma forma de desabafo.

“São charges de 2006, mas que continuam bem atuais. Confesso que me sinto meio que um estranho no ninho em Salvador, como um habitante de outro planeta. Os problemas de sujeira não são só culpa dos políticos, mas também, em grande parte, da própria população”, afirma o cartunista.

Veja algumas das charges sobre os maus hábitos do baiano e trechos dos comentários que Sidney Falcão escreveu, anos trás, ao publicá-las em seu blog “Arca da Arte”:
O maior problema de Salvador nenhum dos candidatos a prefeito pode resolver
“Alguns baianos comem tudo o que vêem pela frente: milho cozido , acarajé, amendoim, abará e outras tranqueiras comestíveis. Depois que comem e enchem a pança, jogam os restos - cascas de frutas, papel, embalagens - na via pública. Quem paga o 'pato' depois são os outros baianos, que, como eu, não vivem se empanturrando nem emporcalhando nada, tendo que andar em calçadas sujas ou encarando 'lagoas' surgidas depois das chuvas, devido ao entupimento de bueiros” (29/10/2006).O maior problema de Salvador nenhum dos candidatos a prefeito pode resolver
“Um amiga dos meus tempos de faculdade me dizia que Salvador cheirava a 'dendê e xixi'. Dendê por motivos óbvios. Xixi porque certos baianos têm o péssimo hábito de urinar em qualquer lugar, sejam em praças, ruas, avenidas, postes, muros... o que importa é deixar aquele odor desgraçado de mijo. No Carnaval, a coisa piora. Os 'mijões de rua' alegam que é falta de sanitários públicos; eu alego que é pela falta de educação doméstica” (05/11/2006)
O maior problema de Salvador nenhum dos candidatos a prefeito pode resolver

“Em Salvador, onde o trânsito é um dos mais bagunçados do país, boa parte dos motoristas baianos adora estacionar os seus 'carangos' sobre as calçadas. Para eles, é como se elas fossem a continuação do asfalto. E eles não têm a menor cerimônia, vão estacionando e, se você estiver andando na calçada, até buzinam pra sair da frente, na maor cara-de-pau” (26/11/2006).
O maior problema de Salvador nenhum dos candidatos a prefeito pode resolver

“O que é muito comum Salvador é ver comunidades parando o trânsito, pondo troncos de árvores, queimando pneus no meio da rua, berrando, crianças querendo aparecer na TV, tudo isso para exigir passarelas. Depois que o poder público atende, essas mesmas pessoas continuam atravessando pelo meio da rua. Alegam que passar pelo meio das avenidas 'é mais rápido' ” (10/12/2006)

O maior problema de Salvador nenhum dos candidatos a prefeito pode resolver
“[...] a demora e péssimo atendimento nos estabelecimentos comerciais [...] é uma reclamação não só de turistas, mas também dos próprios baianos, que cansados de tanta 'maresia' (excesso de lerdeza ), botam a boca no mundo. É o atendente que demora de atender, é a demora do pedido de chegar, isso quando o pedido não vem errado. É um verdadeiro exercício de paciência pra monge budista nenhum botar defeito” (24/12/2006).
O maior problema de Salvador nenhum dos candidatos a prefeito pode resolver

“Tem sujeitos que torram uma grana violenta em equipamentos de som no carro, em alguns casos, quase que o valor do próprio veículo. O 'cidadão' então sai com a maior cara de 'retadão' no seu carrão, liga o som no máximo, pra tocar as 'pérolas' da música baiana. E tome arrocha, pagode e axé. [...] Tem também aquele povo que gosta de 'compartilhar' o seu 'gosto' musical com a comunidade. O cara pega a caixa de som, põe na janela, liga o aparelho, põe aquele CD pirataço do Silvano Sales, o 'Rei do Arrocha' (há quem diga que existem outros ), que custou R$3, e põe pra ele e toda a vizinhança ouvir” (06/01/2007).

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Copiei na íntegra do blog www.meuemagrecimento.com.

Ah! O amor! Que bom que histórias como estas nos faz ver que ainda é possível ser validado pelo outro.



Em uma época de amores descartáveis (onde trocamos de parceiro como mudamos de roupa) essa sequência de imagens é um tapa na cara de todos nós e mais uma gigante razão para acreditar num mundo melhor.


As fotos são do fotógrafo e amigo do casal Tim Dodd, que no site dele tem mais informações. E hoje o Taylor Morris tem um site para arrecadar doações para o tratamento, mostrar seus pequenos progressos e divulgar a história pro mundo, cliquem aqui.

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Ontem eu vi um filme que foi um soco no estômago. Duro, denso, tenso, arrepiante. Até onde pode ir o amor "incondicional" por seu filho? Até onde uma mãe suporta ser tão maltratada, desrespeitada, zombada e  menosprezada? Até onde uma mãe suporta ver a maldade de seu filho? E o ódio no olhar? E a indiferença de seu marido diante de tantas evidências?

PRECISAMOS FALAR SOBRE KEVIN retrata a culpa de uma mãe por gerar e criar um filho muito mau. Este filme fala principalmente do dito amor materno. Devemos mesmo amar os nossos filhos a todo custo? Devemos passar por cima de nosso amor próprio? E mais: devemos ter um filho a todo custo?
Este filme fala de uma mãe que não queria engravidar. Ponto. Filhos são resultados de desejos (inconscientes). Se estes filhos não são desejados, please, evitem, pois os filhos têm o poder de colocar uma lente de aumento em nossos sentimentos. Se os amamos, ótimo, mas mães assim como o resto da humanidade também sentem raiva, ódio, irritação e impaciência com os filhos. E eles percebem.
Então, mulheres, só engrvidem se vcs tiverem certeza que querem passar pelos melhores momentos de suas vidas e pelos piores também. Filhos são montanha russa emocionais.

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Tô morta de preguiça de estudar. Sinto tanto ter que revelar este meu estado de espírito, por assim dizer. E olha que não é de hoje, viu? Eu venho protelando há um bom tempão, sempre arranjando uma desculpa esfarrapada, mas chega uma hora que a realidade dá um tapa em sua cara e lhe chama pra vida. O que vc realmente deseja? Ficar de prega na frente da TV ou do notebook?

AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH


domingo, 9 de setembro de 2012

Setembro é o mês do Caruru, galhera!!!
E vou te contar, o máximo de ser baiano é ser convidado pra comer um caruru na casa de amigos, pois quase todas as comemorações aqui viram motivo pra bater um pratão de caruru. O meu eu já garanti na sexta.
Esperava mais.
Acho que o meu paladar já tá um pouco mudado após anos e anos comendo "caruru light" (kkk) no restaurante natural que eu almoço diariamente. Sempre reservo uma sexta do mês pra comer meu caruruzinho delícia no Vida & Saúde.
Ainda vai ter o do aniversário de meu cunhado que é justamente no Dia de Cosme e Damião e aí é só alegria e mil calorias no prato. #caloriasvazias.

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Minha vida já voltou ao normal e a minha normalidade é aos borbotões. Parece que comigo tudo que acontece é um mega evento, tanto pra o bem quanto pra o mal. kkkkkkkkkkkkkkkk.
A obra da instalação elétrica vai muito bem, inclusive terminando. Quando eu acho que vai acabar e tinha mil planos de organizar a minha casinha pra ficar com a cara de casa "normal", que se acha as coisas, surgem novos projetos: a casa tem duas rachaduras enooormes que estão aumentando. Essas rachaduras são da época que eu fiz uma reforma pra mudar e tirei uma parede pra ampliar a sala de estar (NUNCA FAÇAM ISSO!!!). Pois bem, agora tenho que recolocá-la pra não ter que cortar a parede inteira e colocar uma viga de aço que deve ser uma carestia. Eu e OL já bolamos uma nova face pra sala e estamos pensando em trocar o piso da sala e do corredor (projeto pra 2017), pintar tudo (projeto pra 2013) e fazer meu consultório (projeto pra o final do ano). Vou ficar apertadona de grana, mas é um problema a menos em minha vida.
Decidi tirar todos os livros da sala de estudo e colocar no armário de Gui, colocar os sofás, a mesa da sala, as cadeiras e o aparador no quarto de Gui (ele vai dormir no meu quarto - saco!!!) e vou viver numa bagunça até terminar tudo.

Eu tava pensando que minha vida sempre está desarrumada. Quando  emocionalmente tudo está em ordem, aparece uma infiltração, um problema da encanação, na eletricidade, uma parede para pintar. Não tô fazendo drama, é a realidade e fico de saco cheio disso tudo. NUNCA minhas coisas estão em ordem e eu preciso tanto de uma rotina pra me sentir firme e forte na vida. Uma coisa eu tenho que agradecer a Deus: nos meus maiores momentos de crise, minha casa não está em obra. Parece coisa orquestrada pelo meu inconsciente pra me testar e ver se tô esta fortaleza toda que eu acho que sou (kkk).

Recomecei a trabalhar e não encontrei nadinha do que achava que iria encontrar: tudo atrasado, a galera desanimada, quase nenhum calor em me receber por parte de duas pessoas (vai ver nem sou tão querida assim... snif), agressividade gratuita, muito rancor e muito ódio no olhar (uma única pessoa que vem me surpreendendo, pois tinha outra ideia dela e achava que tinha um carinho entre nós - o que mais me entristeceu foi que sequer perguntou se eu gostei da minha viagem), descaso, desídia. Eles deram o melhor no trabalho, mas o desânimo falou mais alto. Não tô sabendo motivar a minha equipe e isso é decepcionante, principalmente porque minha vontade é de ir embora e nem olhar pra trás. Mas não vou fazer isso, primeiro porque não posso e depois porque tenho responsabilidade com o que eu escolhi fazer.

Como algumas pessoas conseguem me surpreender. Eu fico besta. De quem você menos espera vem a porrada. Mas eu tô ficando especialista em ser fria, ao menos aparentemente, pois quem vê de fora pensa que eu estou tranks, sem ligar, nem aí. Não é que surte efeito? De uma certa forma, por não me abater, certas pessoas vão relaxando e baixando a guarda, mas aí já f* tudo. Não sou perfeita e não quero perfeição de ninguém, mas eu evito falar coisas que magoem o outro e prefiro não falar nada a desagradar alguém. Queria que antes de me ofender, fizessem o mesmo comigo. Uma coisa é certa: O MUNDO É REDONDO e eu não vou para o céu, então, precise de mim que eu dou o troco, com luvas de pelica, mas quem tem como me pagar não me deve nada. Eu não sou boazinha e fofa e pura e besta. Eu sei dar o troco na hora certa

Eu ando me decepcionando com algumas pessoas que eu julgava minhas amigas e tem sido muito duro perceber que algumas pessoas não são quem vc julga que é. Atualmente, minhas amigas são minhas irmãs, que por mais que me decepcionem, são minha família e depois tudo se resolve. Na verdade, eu tenho vontade de falar o mínimo necessário com as pessoas e me calar. Ouvir e não falar nada, eu já consigo; agora meu desejo é falar o essencial.

Post carregado como a dona.

sexta-feira, 31 de agosto de 2012



Minhas comprinhas na Europa.

Eu levei $1500 euros para alimentação, hospedagem em Paris, entradas em museus, parques, etc, para viagens internas e para comprinhas. Não foi muito, mas eu coloquei no cartão de crédito apenas a viagem para Giverny, pois estava com receio de o dinheiro não dá pra chegar até o fim da viagem. Deu e sobrou uns eurinhos pra comprar no duty free, mas eu já tava de saco cheio de compras (eu sou dessas, creia em Deus). Estão guardados para ir a Itália, minha próxima viagem, em maio/2013.
Não sei quanto gastei em minhas compras, mas não comprei muito. Aí estão tb os presentes de minhas irmãs e de minhas sobrinhas. Além disso, comprei, duas capas de IPad, quatro camisas masculinas, uma calça jeans pra mim e muitas lembrancinhas e chocolate.


Comprei um estojo da Light Blue e um CK One ao invés Anais Anais, que eu queria tanto, pois já tenho uma amostrinha do anais anais e ambos estavam com o preço melhor.


Queria comprar Absolut Repair, mas não encontrei e comprei este kit da Intense Repair. Vamos ver no que vai dar.

Para o corpo, comprei estes três itens. O maiorzão eu comprei achando que era um hidratante, mas é um gel de banho delicioso. O creme para os pés foi um achado, pois tenho pés rachados e ele possui 25% de ureia, o que é uma dádiva.


Meus itens são apenas o iluminador, o pincel, o balm e o batom que está em pé, o resto são presentes.
Nem acredito que dei $40 neste pincel da Mac, mas foi o meu maior exagero.


Nunca usei nada da La Roche-Posai. Incrível, mas é verdade, então TODOS estes produtos são um presente que eu me dei, inclusive este produto para olhos da Sefora. Vou apostar em mim, pois vou fazer 40 anos e preciso me cuidar.

Fiquei besta com o cuidado que minha prima dispõe para a pele e o quanto de produto ela tem e comprou. É mais nova que eu e se cuida o triplo.

--------------------
By the way e sempre o mote: estou gordaaaa. Nem tive coragem de me pesar com medo do resultado da balança. Preciso eliminar uns 12 kilos até o final do ano e eu comi muito errado na viagem.


quinta-feira, 30 de agosto de 2012

De voltaa!
Cheguei ontem a noitinha e amei a minha viagem.
Morri de saudades de meu filho, de OL, de minhas irmãs, mãe e sobrinhas, de meus pets, de minha casa e de minha rotina. Cheguei e entrei em uma casa em obra, toda cheia de fios e cimento e massa corrida e material de pedreiro. Acho que falta pouco agora pra minha casa voltar ao normal.

Estive fora 22 dias, mas internamente me pareceu que foram meses, pois a viagem foi muito intensa. Excursão, todo mundo sabe como é: horário pra tudo, muitos lugares pra ver, pouco tempo pra fazer o que programou e esgotamento no final do dia. Mas valeu!

Amei Portugal, Zurique, na Suíça, gostei muito das cidades da Espanha e gostei mais ou menos de Paris. O que eu mais gostei foi da companhia de minha prima Neila que viajou comigo e organizou cada detalhe a ser visitado. Uma pessoa muito legal e que contribuiu muitíssimo para o sucesso de nosso passeio. Com o seu jeitinho tranquilo e rapidinha como só ela, conseguimos conhecer muita coisa. Obrigada, primaa!
Depois vou colocando o que eu conheci e minhas impressões sobre os lugares que eu passei.

Acho que coloquei muita expectativa em minha viagem para Paris e principalmente no que minha amiga que está estudando por lá poderia me apresentar, mas enfim, fui e vi que tudo é realmente uma questão de ponto de vista e que cada pessoa vai curtir aquilo que gosta. Eu e Neila aproveitamos do nosso jeitinho muita coisa de uma Paris não tão voltada para o turismo sem esquecer de nadinha que estava em nossos planos.

Comprei algumas coisinhas que postarei aqui depois.

Dessa viagem, eu tirei algumas lições que levarei pra vida toda:
* O melhor lugar do mundo é o Brasil (sem guerras, sem conflitos religiosos, sem diferenças extremas no clima e outros fatores pequenos, mas importantes);
* Quem não domina o inglês passa maus bocados, inclusive na França (que aliás, consegui me comunicar muito bem sem conhecer mais que 4 palavras em francês);
* Estar acima do peso? Não ter roupas legais? Estar com pouco dinheiro? Pura bobagem. Viajar é uma delícia, independente de qualquer coisa. A Europa é um palco de diversidade e cultura inimaginável.


É isso. De volta e muito feliz.

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Minha princesinha nasceu no domingo e eu a vi antes de viajar. Sou muito sortuda. O nariz é da Dinda!
Muita saúde, amor e sorte na vida, minha pequena!


Ontem foi o aniversário de 70 anos de Caetano e eu já tive fases de amá-lo e de odiá-lo por ser muito comercial. Enfim,  o ódio passou e ficou só o amor. Fica aqui o muito obrigado por adoçar a minha vida, se fofo! Muitos anos de vidaa!
Minhas preferidas: Leaozinho e Haiti. "Não enche" foi meu grito de socorro durante muitas e muitas raivas.






quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Amoo!


My Humps

What you gonna do with all that junk?
All that junk inside your trunk?
I'ma get, get, get, get, you drunk,
Get you love drunk off my hump.
My hump, my hump, my hump, my hump, my hump,
My hump, my hump, my hump, my lovely lady lumps. (check it out)

I drive these brothers crazy,
I do it on the daily,
They treat me really nicely,
They buy me all these ice-ys.
Dolce & gabbana,
Fendi and then donna
Karan, they be sharin'
All their money got me wearin'
Fly gearrr but i ain't askin,
They say they love my ass 'n,
Seven jeans, true religion,
I say no, but they keep givin'
So i keep on takin'
And no i ain't fakin'
We can keep on datin'
I keep on demonstrating.

My love, my love, my love, my love
You love my lady lumps,
My hump, my hump, my hump,
My humps they got u,

She's got me spending.
(oh) spendin' all your money on me and spending time on me.
She's got me spendin'.
(oh) spendin' all your money on me, on on me, on me

What you gonna do with all that junk?
All that junk inside that trunk?
I'ma get, get, get, get, you drunk,
Get you love drunk off my hump.
What u go do with all that ass?
All that ass inside that jeans?
I'm a make, make, make, make you scream
Make u scream, make you scream.
'cause of my hump, my hump, my hump, my hump.
My hump, my hump, my hump, my lovely lady lumps. (check it out)

I met a girl down at the disco.
She said hey, hey, hey yea let's go.
I could be your baby, you can be my honey
Lets spend time not money.
I mix your milk wit my cocoa puff,
Milky, milky cocoa,
Mix your milk with my cocoa puff, milky, milky riiiiiiight.

They say i'm really sexy,
The boys they wanna sex me.
They always standing next to me,
Always dancing next to me,
Tryin' a feel my hump, hump.
Lookin' at my lump, lump.
U can look but you can't touch it,
If u touch it i'ma start some drama,
You don't want no drama,
No, no drama, no, no, no, no drama
So don't pull on my hand boy,
You ain't my man, boy,
I'm just tryn'a dance boy,
And move my hump.

My hump, my hump, my hump, my hump,
My hump, my hump, my hump, my hump, my hump, my hump.
My lovely lady lumps x3
In the back and in the front.
My lovin' got you,

She's got me spendin'.
(oh) spendin' all your money on me and spending time on me.
She's got me spendin'.
(oh) spendin' all your money on me, on on me, on me .

What you gonna do with all that junk?
All that junk inside your trunk?
I'ma get, get, get, get, you drunk,
Get you love drunk off my hump
What u go do with all that ass?
All that ass inside that jeans?
I'm a make, make, make, make you scream
Make u scream, make you scream.
What you go do with all that junk?
All that junk inside that trunk?
I'ma get, get, get, get you drunk,
Get you love drunk off this hump.
What you gonna do with all that breast?
All that breast inside that shirt?
I'ma make, make, make, make you work
Make you work, work, make you work.

She's got me spendin'.
(oh) spendin' all your money on me and spending time on me.
She's got me spendin'.
(oh) spendin' all your money on me, on on me, on me .
(oh) spendin' all your money on me and spending time on me.
She's got me spendin'.
(oh) spendin' all your money on me, on on me, on me

terça-feira, 31 de julho de 2012

Ah, que saudade de meu bloguinho!!
Tô completamente sem tempo e no meu tempinho pouquinho que resta não tenho forças pra nada, apenas pra ver TV ou alguma série on line. Hehehehe.  Eu sei que é feio não dar atenção ao mundo fora do meu trabalho e do meu mundinho virtual, mas é assim que eu tô podendo existir nestes dias.

Tudo dando certo e errado ao mesmo tempo: meu sanmsung galaxy pixou, meu note Dell novão pifou, o armengue de instalação elétrica aqui em casa tá dando pau, meu filho tá uma desobediência só, meu trabalho tá literalmente quente em todos os sentidos (vem novas diretrizes por aí), meus (poucos) pacientes precisando de mim e eu também precisando de mim, meus pets carentes até a alma, engordei 3 quilos (comendo minha angústia e me entupindo de coisas não tão nobres), não comprei meus euros ainda, nem minha mala, não sei quais roupas vou levar, principalmente agora que estou (mais) gorda, não fui pra um curso que paguei horrores($60,00 kkk) simplesmente porque não queria. Nunca tinha feito isso antes. Minha cara tá cheia de espinhas, estou inchada e feia. Pra eu dizer isso é porque tô mesmo, porque me acho    uma gatha. Minha amiga pariu e eu tô sem forças, coragem, vontade de visitá-la. Enfim, tô chata mesmo.

O lado bom: ganhei outro samsung galaxy, a Dell vai trocar a placa mãe de meu note, minha sobrinha linda vai nascer semana que vem, dia oito estarei embarcando em uma viagem internacional, arranjamos um eletricista que vai refazer toda a instalação quebrando tudo e começando do zero (não estarei aqui e não pagarei um real por isso), vamos reformar a casa toda quando eu chegar ($zero pra meu bolso!!), vamos construir o meu consultório e ainda tô na negociação de ser zero reais pra o meu bolsbo também, ganhei o dinheiro de metade dos euros, paguei o que deva a minha hermana e dei minha contribuição para o chá de fraldas da minha afilhada linda, meu dinheiro parece que está se esticando, pois está sobrando no final do mês. Enfim, minha vida está mais bela porque meus problemas são tão ínfimos que estar gorda e feia é o mínimo, pior é na guerra e na Síria.

Ontem eu soube que uma amiga de minha amigona do peito está com metástase e eu fiquei bem deprê. Ela teve câncer de mama tem uns dois anos e fez todo o tratamento, já estava trabalhando, voltando a sua vida normal quando descobriu que o câncer voltou e tinha se espalhado pra o osso do esterno. Gosto muito dela e lembro quando éramos mais novas e ela era a mais paquerada por ser linda, atenciosa, meiga ... A última vez que conversamos ela me falou que queria casar, ter filhos, mas que só arranjava cafajestes. Demos boas risadas. Agora não tenho nem coragem de ligar pra ela. E falar o quê? Nessas horas, eu queria ter um manual.
...
Mas apenas oferecer a sua presença, muitas vezes é o suficiente.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Sexta-feira 13 and Dia do Rock só podia dar em coisa moooito boa! Amei saber que esta data tão importante seria numa sexta, dia 13 e que para os supersticiosos de plantão, o ideal é ficar em casa para não correr o risco de encontrar com um gatinho preto em seu caminho. Eu que de superstição não curto nada, deixo todo o meu amor ao rock e posto abaixo um clipe da banda que eu considero a minha entrada no cenário rocker. Vou colocar também o que há de antenado no rock baiano.
Bom, além de tantas comemorações, hoje é o aniversário de uma colega de trabalho das mais complicadinhas, então vai entrar um clipe em homenagem a ela tb.









quinta-feira, 12 de julho de 2012

O novo meme do momento. Fico besta com a capacidade da galera de tirar pérolas de tudo, inclusive fazer piada com a cassação de Demóstenes Torres. Muito criativo e vou fazer uso agora mesmo.

quarta-feira, 11 de julho de 2012


Ranking de Fragrâncias mais vendidas no Brasil
NACIONAL
 1º Natura Ekos, da Natura
 2º Natura Humor, da Natura
 3º Biografia, da Natura
 4º Malbec, de O Boticário
 5º Kaiak, da Natura
 6º Natura Essencial, da Natura
 7º Quasar, de O Boticário
 8º Capricho, de O Boticário
 9º Floratta in Blue, de O Boticário
10º Natura Homem, da Natura

INTERNACIONAL
 1º J’Adore, da Dior
 2º Flower by Kenzo, da Kenzo
 3º 212 VIP, de Carolina Herrera
 4º 212 Sexy, de Carolina Herrera
 5º CH, de Carolina Herrera
 6º Hypnôse, da Lancôme
 7º Ange ou Démon, da Givenchy
 8º Lady Million, de Paco Rabanne
 9º 212 Woman, de Carolina Herrera
10º Amor Amor, da Cacharel

Eu uso o J'Adore, mas meu queridinho é o Anaïs Anaïs. E vc usa o qual?

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Vcs já viram esse novo viral? Muito criativo, apesar de eu achar que não foi bolado com essa inocência toda que o autor quer transmitir. Tinha um objetivo e foi alcançado. Valeu, cara! Vc atingiu seus 15 minutinhos de fama.

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Olha Raíssa bebendo água:


Eu tenho este vídeo há uns dois anos, mas estava fazendo uma varredura em meu email e decidi postá-lo. Não acho que devemos nos arrepender por não termos usado camisinha APÓS a existência da criança, mas existem pessoas que não educam seus filhos que deveriam ter pensado em usá-la ANTES de transar. E como tem pessoas assim neste mundão, hein?






Muito sugestivo sobre como educar crianças.

Hoje começa a 2ª metade do ano e é o feriado da Independência da Bahia. Por conta deste feriado, meu final de semana acaba daqui a algumas horinhas. Faz muito tempo que eu não tinha um final de semana tão proveitoso, pois descansei e arrumei meus armários e gavetas. Além disso, passei toda roupa de Gui e minha, retirei umas roupas velhas e pequenas pra doação e peguei algumas que estavam guardadas pra Gui usar.
Eu passei o dia inteiro trabalhando em casa, fui no supermercado, mas falta muito ainda: lavar os pratos, arrumar as compras, ver o que fazer para o jantar, fazer esteira, arrumar a mochila de Gui e a minha marmitinha de lanches, meu caderno e apostila, porque amanhã eu tenho aula após o trabalho e só chego às 21h. Falta o mais chato: trabalho que eu trouxe pra fazer em casa e não tive tempo. Mas vou fazer, porque sou chatonilda, sabe? Me proponho a fazer uma coisa e faço.

Estava fazendo um balanço do meu ano e reavaliando minhas decisões. Percebi que não estudei 1/5 do que tinha decidido, engordei 1 quilo, não tô saindo com Dudu toda noite, nem lavando os pratos antes de dormir. EU SÓ (PENSO NO) TRABALHO.
E isso é péssimo, pois eu tenho uma vida para além das salas sem janelas do trabalho; tenho um filho lindo que eu amo, tenho um marido que faz todas as minhas vontades, minha mãe que nada me cobra, mas que eu preciso ficar perto de vez em quando para aprender a ser solta na vida.Tenho irmãs e sobrinhas maravilhosas que fazem a minha existência mais leve, tenho uma afilhada que vai ser a minha florzinha, tenho uma gata e um cachorro, pra os quais eu sou a vida, a mãe, ..., tudo. Tenho meus pacientes que demandam muito de mim, inclusive mais estudos, tenho meus amigos pra dar atenção, tenho meu ócio para alimentar, vendo filmes e séries, lendo textos na net e nas revistas, tenho atividades outras pra fazer aqui e acolá que fui deixando pra depois. Demorou 103 dias pra eu dar um basta.
Eu custo a tomar uma decisão, mas quando eu tomo, é pra valer e decidi que não vou dar o meu melhor pra o trabalho e deixar a minha vida com as sobras. Vou continuar trabalhando muito, mas usando uma técnica que aprendi nas dicas para arrumação de casa: 1º: fazer a pior tarefa logo pela manhã e passinhos de bebê para o resto. Como assim, Lila?
 Desta maneira:
- 100% de mim no trabalho quando estiver no setor e 100% de mim nas outras atividades quando estiver em outros lugares;
- Em relação ao trabalho, em casa vou apenas verificar o banco de dados todos os dias um pouquinho, mais de 15 minutos, mas menos de 1 hora ( não é pouco, mas é suficiente);
- Quando chegar, vou fazer a tarefa mais chata e mais demorada em primeiro lugar;
- Vou colocar o despertador pra me avisar a hora de sair.

Em relação a outras atividades, não vou ter pressa mais pra nada, só pra viver um dia de cada vez, se possível comendo apenas o suficiente para me nutrir e fazendo minha 1 hora de esteira. O que vier além disso (estudar, andar com Dudu, dormir mais de seis horas por dia, usar os cremes no rosto e corpo e pé, passar fio dental e etc) , será lucro.



sábado, 30 de junho de 2012

Sonhos de consumo:
Lavadora de Roupas Electrolux 12 kg Turbo Economia LTE12;


- Lava-louça Electrolux 9 serviços;


Samsung LCD D550
- Home theater Samsung wireless
- ... e o mais importante: fiação elétrica eficiente!!