quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Estou triste

Desde o início desta semana que estou triste. Eu sei que o processo de emagrecimento é demorado, que devemos pensar em metas pequenas e esperar o resultado de cada dia, devagar e sempre parece ser a frase de quem quer perder peso, mas...
... estou triste assim mesmo!
Eu sei que que não seria fácil, eu sei também que não é nada de um dia para o outro, mas parece que as minhas roupas estão todas apertadas novamente e isso é muito chato e deprimente.
Começou com o fato de eu ter engordado neste final de semana, minha mãezinha passou o final de semana comigo e foi aquela farra: 3 fatias de pizza no sábado À NOITE (!!!), almoço a la mainha no domingo e lamber as panelas no domingo à noite. IMPERDOÁVEL.
Eu não falei na minha descriçõa, mas eu não me perdôo tão facilmente assim, principalmente quando o assunto são os delizes alimentares, pois EU SEI que estou fazendo um erro, mas faço assim mesmo.
A minha ressaca moral foi tão violenta que fui parar no setor médico do meu trabalho na segunda pela tarde mortinha de dor de cabeça (arrependimento, claro!).
Lá eu me pesei e estou com 60Kg. Não poderia estar mais magrinha?
Eu mudei até minhas táticas alimentares no profile e limpei um pouco a quantidade de comida, como a do pão, do chester e do polenguinho pela manhã: agora tomo um shake mais rico em fibras e mais calórico, eu sei, mas muito mais nutritivo e segura melhor a fome.
Triste, triste, triste, mas levantar a cabeça e ir em frente.

sábado, 26 de janeiro de 2008

JACADA TOTAL!!!

Hoje eu me pesei e não acreditei: 60,55Kg!!! Como eu pude engordar tanto em tão pouco tempo? Eu sinceramente não acreditei quando vi. Mas, depois eu pensei e lembrei que tem 8 dias que eu não faço esteira, que Nite veio aqui em casa no final de semana passado e que eu não cheguei a sair da dieta, mas dei uma abusadinha básica, que eu comi um cachorro quente na quinta à noite, que eu enchi a cara de cerveja na sexta à noite e que cheguei em casa com uma larica danada e comi arroz, verdura e carne quase meia-noite. Enfim, fiz váááááárias coisas erradas e queria estar pesando quanto? 50Kg, como num passe de mágica?
Tô triste comigo mesma. Acho que por hoje é só!

quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

Respondendo a Nite

Eu vou adorar ler este livro, pois pelo que já vi, trata-se de uma sentada.
Mas eu não concondo quando tu diz que comendo menos ficamos sem motivação para o dia-a-dia. O que acontece é que nossa relação com o alimento é errada desde sempre e então acreditamos que comendo menos ficaremos "xoxos". Não é verdade.
Isso só ocorre quando comemos apenas açúcar e farinha refinadas, pois além de esse tipo de alimento ser calórico em excesso, são moléculas maiores e quando são degradados, decompõem em MILHARES de moléculas de açúcares menores, o que representa um pergio para o nosso organismo, pois seu excesso acumulam-se em forma de gordura e na barriga, viu? É a famosa gordura abdominal, a mais fatal.
Nite, não devemos acreditar em tudo o que lemos, sem pesquisar antes e mais: se TODO os cientistas e pesquisadores da obesidade JÁ chegaram a conclusão que comer em excesso faz mal, por que tu prefere acreditar em uma autora que nós nem sabemos se é realmente uma cientista séria?
Outo ponto: existem muitas pesquisas sobre como desacelarar o envelhecimento celular e evitar a degradação e degeneração trazida pelo tempo de vida e a ÚNICA teroria comprovada e que é certa é que a restrição alimentar e calória retocede o envelhecimento celular e físico, por consequência.
Nite, vai por mim, que só quero o teu bem: comer menos e com mais qualidade só faz bem. Alimentos naturais, integrais e que sabemos a procedência é o mais indicado. E tu me conhece e sabe que quando é pra fazer uma farra alimentar, eu faço, desde que não seja todos os dias, pois até o funcionamento do cérebro não suporta e não trabalha bem com uma alimentação cheia de gordura e carboidrato processado industrialmente.
Eu sou mais eu, então além de comer menos (sem passar fome, é claro), eu faço exercícios físicos.

sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

Utilidade pública para emagrecimento III

Hoje pela manhã, li uma matéria que achei bastante interessante e gostaria de dividir com todos aqueles que estão lutando contra seus quilinhos em excesso. Há um lado bom, que é saber que a acupuntura não tem efeito colateral e portanto não sobrecarrega o fígado com toxinas provenientes dos medicamentos e fórmulas usados no tratamento convencional. Contudo, há também, um lado que eu não chamaria de ruim, mas não é assim tão maravilhoso como um comercial de margarina: quando paramos o tratamento, se não mudamos nossos hábitos alimentares e não fizermos exercícios físicos, engordamos tudo novament....

"A Acupuntura atua procurando restabelecer o equilíbrio perfeito das correntes elétricas do organismo. Esta técnica começou há mais de 5 mil anos na China, e hoje está muito desenvolvida, até com a utilização de equipamentos eletrônicos. O método de tratamento mais tradicional consiste em considerar a obesidade como uma conseqüência de maus hábitos alimentares, podendo ser comparado ao tabagismo. Esse método utiliza a Aurículopuntura. O tratamento de obesidade pela Aurículopuntura, consiste em implantar agulhas auriculares convencionais, presas com fita adesiva específica, que são trocadas semanalmente (o ideal é serem trocadas a cada 4 dias). Alternativamente, podemos aplicar agulhas removíveis, utilizando como auxiliar no tratamento a acupressão, que consiste na aplicação de pequenas bolinhas metálicas ou sementes, fixas por fita adesiva no pavilhão auricular. O método alternativo utiliza um conjunto de pontos do corpo, escolhidos criteriosamente, de acordo com as necessidades terapêuticas do paciente. O tratamento consiste na aplicação de agulhas removíveis em pontos específicos do corpo, de acordo com as necessidades individuais. Após essa terapia, pode ser utilizada como complemento terapêutico, a moa. Esses tratamentos devem ser realizados uma ou duas vezes por semana, de acordo com a evolução da terapia. Pessoas com tendência à obesidade podem experimentar um aumento de peso após o encerramento do tratamento com Acupuntura, devido aos seus hábitos alimentares incorretos, havendo grande chance de retornar à condição de peso inicial. Assim, todo paciente deve rever completamente seu estilo de vida, seus hábitos alimentares, a retomada à prática de exercícios físicos, prevendo ainda, a repetição do tratamento algumas vezes no ano".
Fonte: www.sitemedico.com.br

Meus resultados

Ontem fiz 30 minutos de esteira (100 calorias a menos). Eu fico feliz por ter conseguido me exercitar e fico triste em saber que apesar de meus esforços em permanecer firme e forte no meu propósito de malhar todos os dias, não resolve muito quando o que se quer é realmente enxugar a silhueta, pois é necessário perder de 300 a 500 calorias por dia se realmente se quer emargercer... É tão aversivo saber disso, pois quando eu era sedentária e "achava" que apenas fazendo dieta seria o suficiente para emagecer, eu não me preocupava com as calorias eliminadas, mas agora eu me preocupa com as calorias que eu consigo perder e também com as que eu por ventura venha a ingerir. É fogo!!!! Dá vontade de tomar uma fórmula mágica e voltar a ter meu corpitcho de 5 anos atrás (52 kg) e eu achava que eu era gorda... Às vezes eu olho meu corpo no espelho e fico pensando como eu relaxei com ele e fico péssima, pois antes de engordar, eu não tinha essa preocupação excessiva com as calorias que eu mandava ver... É por isso que é bom ter hábitos alimentares saudáveis desde sempre. Por isso também eu mudei a minha maneira de ver o alimento, pois Gui irá crescer tendo outra relação com a comida que eu não tive no meu crescimento. A vida é assim mesmo, né? É preciso perder para ganhar... Quanto ao meu peso, estou esperando minha menstruação ir embora pra me pesar, pois estou inchadona e sei que estou uns 2 kg menos do que a balança mostrará.

quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

Piadinha pra relaxar e emagrecer sem perder o controle....

Gente! Desde que resolvi escrever em um blog, a minha mais nova mania é ler blogs alheios e estava eu trabalhando, digo, precisando trabalhar, mas sem a coragem necessária para tal quando mergulhei em um blog di-ver-ti-dís-si-mo (http://www.pinkfreud.blogger.com.br/) e vi uma piadinha sobre dietas que eu amei. Compartilho aqui com todos (se é que alguém lê o meu blog...)

"Querido Diário, hoje começo a fazer dieta. Preciso perder 8 kg. O médico aconselhou a fazer um diário, onde devo colocar minha alimentação e falar sobre o meu estado de espírito. Sinto-me de volta à adolescência, mas estou muito empolgada com tudo. Por mais que dieta seja dolorosa, quando conseguir entrar naquele vestidinho preto maravilhoso, vai ser tudo de bom.

Primeiro dia de dieta: Um queijo branco. Um copo de diet shake. Meu humor está maravilhoso. Me sinto mais leve. Uma leve dor de cabeça talvez.

Segundo dia de dieta: Uma saladinha básica. Algumas torradas e um copo de iogurte. Ainda me sinto maravilhosa. A cabeça doi um pouquinho mais forte, mas nada que uma aspirina não resolva.

Terceiro dia de dieta: Acordei no meio da madrugada com um barulho esquisito. Achei que fosse ladrão. Mas, depois de um tempo percebi que era o meu próprio estômago. Roncando de dar medo. Tomei um litro de chá. Fiquei fazendo xixi o resto da noite. Anotação: Nunca mais tomo chá de camomila.

Quarto dia de dieta: Estou começando a odiar salada. Me sinto uma vaca mascando capim. Estou meio irritada. Mas acho que é o tempo. Minha cabeça parece um tambor. Janaína comeu uma torta alemã hoje no almoço. Mas eu resisti. Anotação: Odeio Janaína.

Quinto dia de dieta: Juro por Deus que se ver mais um pedaço de queijo branco na minha frente, eu vomito! No almoço, a salada parecia rir da minha cara. Gritei com o boy hoje! E com a Janaína. Preciso me acalmar e voltar a me concentrar. Comprei uma revista com a Gisele na capa. Minha meta. Não posso perder o foco.

Sexto dia de dieta: Estou um caco. Não dormi nada essa noite. E o pouco que consegui, sonhei com um pudim de leite. Acho que mataria hoje por um brigadeiro.

Sétimo dia de dieta: Fui ao médico. Emagreci 250 gramas. Tá de sacanagem! A semana toda comendo mato. Só faltando mugir e perdi 250gramas! Ele explicou que isso é normal. Mulher demora mais emagrecer, ainda mais na minha idade. O FDP me chamou de gorda e velha! Anotação: Procurar outro médico.

Oitavo dia de dieta: Fui acordada hoje por um frango assado. Juro! Ele estava na beirada da cama, dançando can-can. Anotação: O pessoal do escritório ficou me olhando esquisito hoje, Janaína diz que é porque estou parecendo o Jack do "Iluminado".

Nono dia de dieta: Não fui trabalhar hoje. O frango assado voltou a me acordar, dançando a dança-do-ventre dessa vez. Passei o dia no sofá vendo tv. Acho que existe um complô. Todos os canais passavam receita culinária. Ensinaram a fazer Torta de morangos, salpicão e sanduíche de rocambole. Anotação: Comprar outro controle remoto, num acesso de fúria, joguei o meu pela janela.

Décimo dia de dieta: Eu odeio Gisele B.

Décimo-primeiro dia de dieta: Chutei o marido da vizinha. Gritei com o porteiro. O boy não entra mais na minha sala e as secretárias encostam na parede quando eu passo.

Décimo-segundo dia de dieta: Sopa. Anotação: Nunca mais jogo pôquer com o frango assado. Ele rouba.

Décimo-terceiro dia de dieta: A balança não se moveu. Ela não se moveu! Não perdi um mísero grama! Comecei a gargalhar. Assustado, o médico sugeriu um psicólogo. Acho que chegou a falar em psiquiatra. Será que é porque eu o ameacei com um bisturi? Anotação: Não volto mais ao médico, o frango acha que ele é um charlatão.

Décimo-quarto dia de dieta: O frango me apresentou uns amigos. A picanha é super gente boa, e a torta, embora meio enfezada, é um doce.

Décimo-quinto dia de dieta: Matei a Gisele B! Cortei ela em pedacinhos e todas as fotos de modelos magérrimas que tinha em casa. Anotação: O frango e seus amigos estão chateados comigo. Comi um pedaço do Sr. Pão. Mas foi em legítima defesa. Ele me ameaçou com um pedaço de salame.

Décimo sexto dia: Não estou mais de dieta. Aborrecida com o frango, comi ele junto com o pão.E arrematei com a torta. Ela realmente era um doce... Frase do dia:"Estou fazendo a dieta da sopa... Deu sopa eu como!
Postado por Loreleine Botelhos, em 12:06 AM, dia 11/12/2007"

quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

Utilidade pública para emagrecimento II

O quanto nós precisamos de exercícios para perder peso?
• Queime de 300 a 500 calorias por dia, 4 a 5 dias por semana.
• Os exercícios devem ser orientados por um profissional da área, pois o exercício queima quantidades diferentes de calorias e o peso da pessoa também influi.
• Se alimente corretamente, controlando as calorias que injere e escolhendo porções apropriadas de comidas saudáveis e de baixa-calorias.
• Uma caminhada rígida 5 vezes na semana, combinada com uma boa alimentação saudável, é o suficiente para perder peso.
Fonte: www.sitemedico.com.br
É isso aí: continuar na esteira queimando os excessos calóricos... Inté.

terça-feira, 8 de janeiro de 2008

Utilidade pública para emagrecimento I

20 dicas para emagrecer com alimentação e exercícios (regras básicas):
1. Nunca esqueça que o carboidrato deve fazer parte de pelo menos 60% da maioria das refeições do dia, (desjejum e almoço), pois é fonte de energia e ativador metabólico;
2. Mantenha também a ingestão de alimentos fontes de proteína em todas as refeições;
3. As frutas, verduras e legumes também devem estar presentes na maioria das refeições, para a oferta de vitaminas e minerais, perdidos com facilidade durante o exercício;
4. A boa hidratação e a adequada reposição com alimentos (sempre na primeira hora após o exercício) farão com que o músculo se recupere mais rapidamente, ganhe disposição e acelere o metabolismo, para inclusive, queimar gordura no repouso;
5. Nunca se exercite em jejum, nem deixe um intervalo maior que 4 horas da última refeição até a hora do exercício, tome inclusive água de coco ou gatorade antes, durante e após o exercício;
6. O fracionamento correto da dieta fará com que seu metabolismo aumente pelo menos 20%, com isso você pode perder gordura até mesmo sem restrição calórica;
7. Aumente o consumo de fibras, alimentos integrais (arroz, pão, lentilha, feijão), folhas, frutas com cascas comestíveis e também o bagaço, e os vegetais em geral;
8. Evite o uso de laxantes e diuréticos, pois eles promovem uma perda excessiva de líquidos, podendo assim, causar desidratação;
9. Alimentos diuréticos podem ajudá-lo a não reter líquido durante o processo de perda de peso, como erva doce, salsão, coentro, berinjela e endivias, alho, limão, noz-moscada, cebola, salsa, hortelã, abacaxi, melancia e maracujá;
10. Evite o consumo excessivo de carboidratos à noite, ou seja: massas , pães, frutas e doces. Durante a noite estamos mais próximos ao nosso metabolismo de repouso, necessitando assim, de uma menor quantidade de energia. A ingestão excessiva de carboidratos neste período proporciona um aumento das reservas de gordura, fato indesejável para as pessoas que querem perder ou manter o peso. É importante que o jantar sempre seja uma refeição menos farta que o almoço;
11. Para desfrutar dos prazeres de refeições em restaurantes, escolha sempre uma única opção (entradas, ou pratos elaborados com molhos, cremes e recheios ou bebidas alcoólicas ou sobremesas). Desta forma você não estará abandonando totalmente a dieta e com certeza não vai recuperar os quilos eliminados;
12. Mastigue bem os alimentos. Esse processo permite que a chegada do alimento ao estômago seja lenta, o que implica em maior tempo para o órgão enviar uma mensagem de saciedade para o cérebro diminuindo a vontade de comer mais, ou seja, muitas vezes o excesso.
13. Beba no mínimo 2 litros de água por dia; pois ela hidrata o corpo, ajuda na eliminação de toxinas e gorduras pelos rins e auxilia no tratamento da celulite e flacidez. Além disso, "engana" o estômago dando a sensação de saciedade;
14. Prefira os queijos brancos. O queijo é rico em proteínas e apresenta teor variado de gordura. A quantidade de gordura pode ser percebida pela cor do queijo. Quanto mais amarelo, maior é seu teor de gorduras;
15. Evite muito líquido durante as refeições. Seu excesso dilui o suco gástrico e distende as paredes do estômago sobrecarregando todo intestino e prejudicando a assimilação dos nutrientes;
16. Evite bebidas alcóolicas durante as refeições. O corpo ficará encarregado de queimar primeiro o álcool, pois este é tóxico ao organismo, enquanto isso, os demais nutrientes da dieta são armazenados nas reservas de gordura;
17. Evite o consumo de calorias vazias (doces, balas, açúcar refinado). O corpo utiliza uma parte como fonte de energia e o restante é acumulado na forma de gordura;
18. Evite o consumo de molhos à base de creme de leite ou maionese. Substitua-os por iogurte light;
19. Evite o consumo de gordura animal. Retire a pele ou gordura aparente das carnes e diminua o consumo de manteiga e ovos;
20. Dê preferência aos assados, cozidos ou grelhados. Cada vez que você frita uma carne (boi, frango ou peixe) ela ganha cerca de 35 calorias extras.
Fonte: www.sitemedico.com.br

Voltei ao trabalho!!!!

Apesar de ser uma pessoa que sabe esconder o que sente com maestria, muitas vezes eu fico chateada (engulo a seco o comentário maldoso) e sinto que sou agressiva ou ferina com a pessoa em outras ocasiões. Eu tenho uma colega de trabalho muito acima do peso e principalmente muito mais “forte” do que eu, que vive me dizendo que eu tô gorda, etc, etc. Ela não perde a oportunidade de dizer isso. Eu NUNCA falei tal coisa com ela e sou incapaz de uma indelicadeza, mas SEMPRE quando posso dou umas alfinetadas nos gostos dela... É a minha maneira de me vingar demonstrando que ela não é inteligente, culta, sensível ou mesmo eficiente como eu. E quando jogo muito pesado, eu fico péssima. Não sou perfeita mesmo.
Mas voltando à vaca fria, eu me pesei sábado dia 05/01 e fiquei chocada: estou com 60,65 kG!!! Aumentei alguns gramas e eu sei bem o porquê: eu passei algumas noites bem ansiosa e lá pela meia-noite, eu comia bolacha de maisena com nescau e iogurte (tudo misturado – uma delícia) e ficava curtindo minha fossa na frente da TV. Ontem minha menstruação chegou e agora entendo esse comportamento destrutivo, eu estava em plena TPM...
Fiz esteira esses dias todos, exceto ontem. Hoje eu compenso!

quarta-feira, 2 de janeiro de 2008

...ressaca moral...

Desde o dia 31/12 que eu tô com vontade de entrar e começar a relatar como está a minha dieta, mas cadê a coragem de admitir que eu PRECISO ficar light no Reveillon para não readiquirir t-u-d-o que eu perdi até aqui? Mas passaram as festas e eu não fiquei tão diet assim como eu gostaria.
Tsc-tsc.
Errar faz parte da vida. É inacreditável, mas durante todo o tempo que eu estava enchendo a cara, eu tinha consciência que eu iria me arrepender e mesmo assim, eu não parei de beber apesar de não ter comido tanto assim (se bem que o pouco que eu comi foi o suficiente mesmo, pois todo o cardápio estava muito calórico).
Resultado: ressaca moral e muito inchaço.
Mas, hoje eu acordei mais disposta e mais magra, pois ontem mesmo eu fiz esteira e parei de comer bobagem, apesar de que comi muita torrada e patê lá pela meia-noite ... Hoje eu tô mais firme em meu propósito, mais concentrada e sei que só tem uma fórmula para emagrecer: comer menos e fazer mais exercício físico. Então mãos, ops, pés à obra!