sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Acabei de sair de uma virose, mas já tô legal. Primeiro foi Gui que ficou malzão, tadinho. Com uns picos de febre que nos fazia correr madrugada adentro pra emergência. E aqui pra nós, passar a noite numa emergência parecendo um frigorífico é demaisssssss. Precisei ir no prédio anexo pedir um lençol emprestado pra suportar o frio. Gui tadinho tava tão quentinho que nem frio tava sentindo. Meu garotão, fortão, grandão, lindão e gostosão. Tô totalmente in love with Gui.
Ah! falar em love, estou de amor novo. Dexter.



Que seriado espetacular é esse, hein? Eu sentei dias seguidos na frente do computador e vi três temporadas de uma vez. Fico me coçando pra ver a 4ª e a 5ª, mas acabou-se o que era doce, né? Retornei ao trabalho. Agora será tudo regradinho.
Esse ano será o acerto de contas com minhas planilhas e minha agenda, então até meus prazeres estão com suas horinhas contadas literalmente na agenda linda que eu me dei de presente.
Hoje, eu resolvi criar a sessão besteirol neste blog, pois resolvi aceitar um fato: sou uma pessoa que faz os outros rirem. Eu posso falar a m,aior banalidade ou coisa séria que as pessoas acham divertido e durante muito tempo isso me deixava bolada, pois não via sentido em ser chamada de engraçada quando na verdade me acho até bem pra baixo, mas... vou assumir minha veia cômica e meu humor negro (esse eu tenho até a alma).
Qual dessas bundas vos pertence? A minha é a primeira, mas confesso que a minha cinturinha não é mais essa........................

Um comentário:

Ricardo Chicuta. disse...

Dexter é ótimo,já vi todos os episódios,vale a pena acompanhar.