sábado, 3 de julho de 2010

Tchau, los hermanos, tchau!! A Argentina também foi pra o brejo. E agora? Tadinho do Maradona, tadinho de nós que não vamos ter a honra de vê-lo andando pelado pelas ruas (cruz credo!!).

Ontem eu fui a mais um aniversário infantil e é desnecessário dizer que enfiei o pé na jaca. Mas, foi uma festa incrível, pois o tema foi ... tcham, tcham, tcham! Brasil na Copa, claro! E a galera estava tão pra baixo, além do dilúvio e do frio que estava pairando por Salvador. Lá pelas tantas fomos a uma boatezinha que todo bufê infantil tem e que é só pra criança. Que maravilha! Só deu nós pais e mães descabelados dançando ao som das antigas: Balão Mágico, Trem da Alegria, Menudo, lambada, É o Tcham. Foi muito legal. Cheguei em casa quase uma, pois era uma festa infantil, né? Os pais tinham que dar o exemplo. Amei a nossa festa ploc particular.

Agora assunto sério na parada. Tô muito feliz em saber que a manifestação silenciosa e impactante feita pelo jornalista cubano (e psicólogo) Guilhermo Fariñas não está passando batida pela mídia. Tenho acompanhado pelo blog de Yoani, mas claro que são poucas as pessoas que se interessam em ler assuntos como "greve de fome para libertação de prisioneiros políticos que estão doente". São 130 dias de fome e sede após o dissidente político Orlando Zapata ter morrido após 85 dias também em greve de fome pelo mesmo objetivo. Notícia boa nesta história triste: Raúl Castro já iniciou un diálogo sobre esses prisioneiros, liberou o mais doente para tratamento e recolocou outros 12 em locais mais próximo dos seus familiares. Daqui.

2 comentários:

S. disse...

Balão mágico é tudo de bom. festa infantil, amo! Meus pneuzinhos agradecem. Beijinhos de brigadeiro

a véia do blog disse...

Amei a festa infantil...............até a uma?????

rsrsrs