domingo, 17 de janeiro de 2010

Ontem foi a solenidade de formatura de minha turma de Psicologia da UFBA. Eu vou me formar no próximo semestre, pois atrasei o curso um semestre e as matérias que pedi eliminação, não foram aprovadas, graças à gracinha da diretora de nosso curso, uma chata! Resultado: São Lázaro por mais 6 meses e 3 matérias optativas.
A formatura foi linda e eu pensava o tempo inteiro que eu poderia estar ali formando na reitoria, um ritual de passagem para a vida profissional. Pensava em quem seriam os meus padrinhos, em minha música, em Gui com um terninho lindo. ...
Mas a minha turma atual vai fazer a solenidade em um outro local. Nem tesão pra participar eu tive. Formatura da UFBA é na reitoria! Ponto. Vou formar no casarão junto à natureza, micos, cavalos, mosquito e com a galera alternativa do meu curso. Pra mim tá muito bom, sabe?
Tenho duas opiniões sobre formaturas: acho que a solenidade de colação de grau um marco importante que deve ser realizado e acho a festa dispensável. Já participei das duas, mas com 23 anos uma festa de formatura tem outro valor que não tem hoje pra mim. E a colação de grau só seria digna de marcar com uma solenidade se fosse na reitoria, pois também já tive uma com solenidade pomposa.
Depois tínha algumas festas pra ir, mas eu preferi encerrar minha noite com o futuro da psicologia social na Bahia em uma pizzaria e alguns amigos mais próximos. Foi muito melhor, tenho certeza. No mínimo, não iria ver pessoas que não estava disposta a ver (e vi, o que não foi tão ruim assim. Passou. Tava feião de gravata. KKKKK).

Nenhum comentário: