quarta-feira, 21 de outubro de 2009

"Que bom é ser fotografado mas pela retina dos seus olhos lindos. Me deixe hipnotizado prá acabar de vez com essa disritmia..."

Gente, como eu pude passar tanto tempo passeando por S. Lázaro sem perceber as belezas, digamos, naturais daquele lugar? E eu que pensava apenas no calor insuportával, nos mosquitos, no mato e nos cavalos? Onde estavam os meus olhos?
É, dizem alguns que os objetos se transformam com a observação, então deve ser isso. Não é que está até agradável a possibilidade de ficar mais um semestre naquele lugar outrora inóspito? Ainda pode se pensar na possibilidade de render bons frutos. Aliás, ótimos frutos. Aquela barraquinha de Marlene nunca foi tão legal, tão colorida e tão bela.
E S. Lázaro renasce das cinzas. E viva a beleza. E viva os homens, mesmo que alguns não sejam tão belos como os outros. A beleza não tá nos olhos de que vê? Pois só agora essa frase faz folia em minha vida.
Ah! Os homens mais novos. Vcs que sempre estiveram away from my life, agora insistem em aparecer na minha frente. Gente! Eu tenho mais de trinta! Trinta e tantos!!! Enfim, que coisinha linda vc é, hein? E eu que nunca tinha te visto, começei e te perceber.
Ai, ai. Tô até com vontade de ir pra essa bendita festa. VC vai mesmo, né? Eu realmente tô querendo ser exorcizada pela água benta desse olhar infindo. São verdes seus olhos? Sei não, não tive oportunidade de chegar tããããão pertinho assim, mas... Espero que seja questão de tempo. Vem logo, vem curar sua nega que chegou de porre lá da boemia!!!!

Nenhum comentário: