terça-feira, 29 de julho de 2008

VAMOS AJUDAR O ABRIGO SÃO FRANCISCO (SALVADOR - BA)!!!!


ABRIGO SÃO FRANCISCO DE ASSIS, DA ABPA-BA, PRECISA DE AJUDA URGENTE!
No dia 4 de maio de ano passado estive aqui pedindo ajuda para o Abrigo São Francisco de Assis, da Associação Brasileira Protetora dos Animais - Seção Bahia, e, mais uma vez, venho através do blog Proteção dos Animais-Bahia APELAR por AJUDA.O abrigo está sofrendo mais uma crise seríssima, pelos motivos de sempre: falta de verba. Leiam um trecho do texto publicado no Jornal Correio da Bahia, dia 28.07.08:"A espevitada Perla, o pequeno Nino, a divertida Maria Roída e mais 400 cães do maior abrigo de animais de Salvador pedem socorro. A ausência de uma verba de R$15 mil, cortada há quase um ano pela prefeitura, fez com que o único refúgio mantido pela Associação Brasileira de Proteção dos Animais (ABPA) na capital baiana, o Abrigo São Francisco de Assis, em Paripe, recusasse novas adoções. O risco de fechar as portas e colocar nas ruas quatro centenas de cachorros de uma só vez é real, mas os voluntários lutam para manter o lugar aberto, ainda que não consiga oferecer as devidas condições veterinárias e de alimentação.Há dois dias, o Correio denunciou que existem nas ruas de Salvador cerca de 60 mil cães abandonados. Desde meados de 2007, o Centro de Controle de Zoonozes (CCZ) não mais tem recolhido os bichos para castração, tratamento e transporte para os abrigos. Tudo porque o Ministério Público acatou denúncia de que o órgão vinha realizando uma verdadeira matança para exames de controle de raiva. Ainda que passasse a tratar e mandar os cães para os refúgios, não mais contaria com o São Francisco de Assis, que ultimamente só tem acolhido os casos emergenciais.Anteontem mesmo, uma vira-lata acompanhada de sete filhotes recém-nascidos foi deixada na porta da instituição. "Pegamos ela porque não teve jeito. Não vamos negar atendimento. Mas se um dono chegar e quiser deixar um cachorro aqui, não teremos condições". O Abrigo São Francisco de Assis chegou a receber cerca de 30 cachorros por mês, média de um animal a cada dia. A falta da verba, admitem os diretores, se deve por culpa da antiga comissão que administrava o lugar. "Eles não prestavam conta à prefeitura como deveriam. Agora, o Ministério Público determinou que uma nova diretoria fosse formada. Esperamos que a prefeitura retorne com a verba", diz a diretora provisória da instituição, Lourdes de Oliveira.Uma das voluntárias mais atuantes do abrigo, Ivana Ribeiro, afirma que a instituição não tem condições de se manter sem o dinheiro do poder público. "A prefeitura é responsável pela saúde pública. Precisamos que se agilize o processo que nos dá de volta a verba". Até mesmo o maior objetivo do abrigo, as adoções, são cada vez mais raras. Talvez porque alguns bichos apresentem doenças como sarnas e dermatites."
A história, portanto, é a mesma: não há remédios, não há assistência veterinária, não há sequer alimento para os animais continuarem lutando por suas vidas. Não há funcionários, e a violência urbana, segundo relatos, chegou ao interior do abrigo, com furtos constantes, sendo inclusive 1 cachorro morto com tiros de arma de fogo. A SITUAÇÃO É CALAMITOSA.
E como você pode ajudar? Eis as formas:
1. Doações em dinheiro – DEPOSITE qualquer quantia no Banco Bradesco, Agência 3557-2, Conta Poupança 503091-9 - desta forma, a ajuda de pessoas não só de Salvador, mas também de outros estados é facilitada. A ajuda em dinheiro é importantíssima, pois um dos diferenciais desta nova crise do abrigo, inclusive, é a falta de funcionários;
2. Material humano – o abrigo precisa de voluntários para dar banho nos animais, catar pulgas e, sobretudo, carrapatos, etc, para dar, simplesmente, carinho; precisa de veterinários...
3. Patrocínio – ajude os animais, e vincule seu nome com uma causa do bem!
4. Com doação de ração para cães e gatos, em saco ou latinha - não se envergonhe em doar 1kg de ração. Com um quilo de alimento você já ajuda a matar a fome de alguns animais;5. Com material de limpeza – desinfetante, pano de chão, vassoura... Qualquer produto de limpeza. Os animais precisam viver em local higienizado, de forma a não alastrar ainda mais as doenças;
6. Com material de construção - para a feitura de canis, e um ambulatório. Doe telas para os gatis.7. Medicamentos e materias médicos – os animais precisam muito de remédios. A maior parte dos animais do abrigo tem algum problema de saúde. Com o devido tratamento, as doenças dificilmente se alastram.
Eis uma lista de medicamentos que podem ser doados:AcepranAgropenÁgua oxigenadaÁlcoolAlgodãoAtadura CrepomAtropinaBulverminCefaloxina (Rilexine/ Lexim)DermoleneDesflanDexa CituneurinDoxiclina (Doxy / Doxifin)EquipoEscalpe 21 e 23EsparadrapoEstomorgil (2 e 10 )FlotrilGanadolGazeGlicopanHemolitanIodo povidineIvomec / SupramecKetofenLuvas de procedimentoMeticorten 5 e 20 mgOrganoneurocerebralPentacilinPlasil injetávelProbióticoQuadridermQuetaminaRinger com lactatoSabonete para sarna (Tiuran /Sarnasol spray)Seringas de 1 , 3 e 5 mlSoro CinoglobulimSoro fisiológicoSoro glicosadoSpray mata bicheiraTriatox/BovitrazVermífugos –Drontal/Lopatol/vermikil Plus/Petzi PlusXilazinaFLORAL 10% INJETÁVELBANAMINE PET INJETÁVELBACTROSINAÉTER
8. Jornais usados e toalhas – alguns animais doentes precisam ficar encima de jornais diante da falta de leitos. Jornais também são utilizados para a proteção do chão. As toalhas sevem para enxugar os animais após o banho;
9. Tosa – sim, tosa! Os animais peludos têm que ser tosados, para diminuir a incidência de pulgas e carrapatos, por questão de higiene, e para ficarem “bonitos”, com maiores chances de serem adotados;
10. Divulgue o abrigo, seus animais e suas necessidades – mande email para seus amigos com este texto ou seu link (http://animaisbahia.blogspot.com/2008/07/abrigo-so-francisco-de-assis-da-abpa-ba.html), ou converse com as pessoas;
11. ADOTE – dê um lar para um desses animais. Há vários, certamente você encontrará um para o seu perfil de vida.
O telefone para maiores informações é o (71) 8763-2562 - Lurdinha
AJUDE. NÃO FAÇA COM QUE OS ANIMAIS DO ABRIGO DA ABPA SOFRAM EM VIRTUDE DA OMISSÃO HUMANA.

2 comentários:

Odile disse...

Fico muito triste em saber que o abrigo está passando por essa situação. Acabei achando o seu blog porque estava procurando justamente um lugar onde eu pudesse colocar uma cadelinha cujo os donos não querem mais por falta de espaço para ela.

Gostaria muito que se vc soubesse de algum lugar assim que queira uma cachorrinha adulta vira-lata, por favor me avise.

Meu email é lince_rubi@hotmail.com

Obrigado!

sueli disse...

Olá que a paz de nosso Deus esteja com todos.
Gostaria de saber como faço para ser voluntária e também ajudar com alimentos para os animais.Por favor me respondam com urgência pois quero fazer algo para ajudar.
meu celular 8836-9020
meu e-mail sueliribeiro71@hotmail.com Aguardo resposta.