sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

Meus resultados

Ontem fiz 30 minutos de esteira (100 calorias a menos). Eu fico feliz por ter conseguido me exercitar e fico triste em saber que apesar de meus esforços em permanecer firme e forte no meu propósito de malhar todos os dias, não resolve muito quando o que se quer é realmente enxugar a silhueta, pois é necessário perder de 300 a 500 calorias por dia se realmente se quer emargercer... É tão aversivo saber disso, pois quando eu era sedentária e "achava" que apenas fazendo dieta seria o suficiente para emagecer, eu não me preocupava com as calorias eliminadas, mas agora eu me preocupa com as calorias que eu consigo perder e também com as que eu por ventura venha a ingerir. É fogo!!!! Dá vontade de tomar uma fórmula mágica e voltar a ter meu corpitcho de 5 anos atrás (52 kg) e eu achava que eu era gorda... Às vezes eu olho meu corpo no espelho e fico pensando como eu relaxei com ele e fico péssima, pois antes de engordar, eu não tinha essa preocupação excessiva com as calorias que eu mandava ver... É por isso que é bom ter hábitos alimentares saudáveis desde sempre. Por isso também eu mudei a minha maneira de ver o alimento, pois Gui irá crescer tendo outra relação com a comida que eu não tive no meu crescimento. A vida é assim mesmo, né? É preciso perder para ganhar... Quanto ao meu peso, estou esperando minha menstruação ir embora pra me pesar, pois estou inchadona e sei que estou uns 2 kg menos do que a balança mostrará.

2 comentários:

Nite disse...

ô, liu...
vc vai ver que com o livro q estou lendo, esse negócio de comer menos e malhar mais é um mito. acho até que vou te dar um p/ virar livro de cabeceira. se a gente come menos, menops disposição temos. e como encarar a vida assim, xoxa? (é assim q se escreve?)
desisti do meu blog, não tenho saco p/ ficar escrevendo todo dia, e esse lance de "perfil" me dá arrepios, não gosto de falar de mim

esse fim de semana vamos meter o pé na jaca e "viva a banana!"

Nite disse...

OLHA AÍ E ME CONTA DEPOIS O Q ACHO: http://www.taps.org.br/Paginas/Index.html